Testei: Speed Dry (Inoar)

Oi, meninas, tudo bem?

Eu sempre fiz as minhas unhas, mas eu nunca usei spray secante para esmalte. Uma única vez, há muitos anos atrás, eu tentei usar e acabei estragando a esmaltação porque aproximei muito o spray das unhas e a força do spray acabou ‘empurrando’ o esmalte.

Mas na Beauty Fair eu vi o Speed Dry da Inoar, com o mesmo perfume maravilhoso do Argan Oil da marca e não resisti.

Testei com algumas esmaltações e vim contar para vocês o que eu achei. Vamos lá? 🙂

Speed Dry

Marca: Inoar

Descrição: spray secante para esmalte

Conteúdo: 400ml / 223g

O que promete: O secante de esmalte Speed Dry possui uma formulação exclusiva com Óleo de Argan, que é rico em vitamina E, que proporciona brilho ao esmalte e hidratação para as unhas. Muito prático e fácil de usar, sua ação secante se dá em menos de 1 minuto.

Modo de usar: Agite bem o produto. Após as unhas pintadas, aplique o Speed Dry a uma distância de 15 a 20 cm  até que as unhas fiquem molhadas, evitando concentrar o jato em apenas uma delas. Para que a secagem seja uniforme, tente aplicar instantaneamente em todas as unhas utilizando o mesmo jato.

Precauções: Mantenha fora do alcance de crianças. Em caso de sensibilização suspenda o uso e procurar orientação médica. Em caso de contato com os olhos, lavar com água em abundância. Não usar em mucosas. Uso externo. Se ingerido não provocar vômito e consultar de imediato o centro de saúde levando a embalagem do produto ou consulte o Centro de Informações Toxicológicas (CIT/RS 0800 721 3000).

Armazenamento: Conservar em local seco e fresco sem incidência de luz e calor.

Atenção: Inflamável. Conteúdo sob pressão. Não pulverize perto de fogo. O vasilhame mesmo vazio não deve ser perfurado ou incinerado. Não expor ao sol ou a temperatura superiores a 50ºC . Não contém CFC portando inofensivo à camada de ozônio.

O teste: Testei o spray com esmaltes de três marcas diferentes: Ludurana, Colorama e Mohda. Pintei as unhas e apliquei o spray como indicado. Fiz as unhas de uma mão, apliquei o spray, depois as de outra mão, apliquei o spray. O que significa que não apliquei imediatamente após o esmalte, dei uma pausa de alguns minutos.

Avaliação

Textura, aplicação e rendimento: 5 (Ótimo)

Mesmo sem prática em aplicar spray secante, não tive dificuldades. Não estragou o esmalte (mesmo quando apliquei mais próximo das unhas), não deixou fosco e impediu bolinhas.

A sensação é como se você tivesse colocado as pontas dos dedos dentro de uma bacia cheia de água com gelo. Não incomoda, mas é engraçado.

Quanto ao rendimento, tinha receio que não durasse muito, mas o spray é muito eficiente. Já usei umas quatro vezes e a embalagem continua praticamente com o mesmo peso. Quando você agita a embalagem dá pra sentir a diferença na quantidade de produto, mas para o número de vezes que usei, praticamente não diminuiu.

Cheiro: 5 (Ótimo)

Tem o mesmo perfume maravilhoso da linha de Argan para os cabelos. Eu sou simplesmente apaixonada pelo perfume dessa linha e ele permanece por algumas horas nas mãos, mesmo depois de secar.

Resultados: 4 (Bom)

Ele realmente fez o esmalte secar mais rápido. Mas não cumpriu o prometido de secar o esmalte em menos de 1 minuto, pelo menos não para mim. Só não tenho certeza se eu sou o melhor parâmetro, porque todos os esmaltes da Terra sempre demoraram mais tempo para secar nas minhas unhas do que nas unhas das outras mulheres que conheço.

Justamente por isso, o fato de secar mais rápido do que o normal já ajuda no meu problema. Não secar em 1 minuto não me incomoda, mas é o que o produto promete.

Em compensação ele hidrata muito as cutículas e até mesmo as próprias unhas e se você aplicá-lo antes de limpar os excessos é ótimo, porque faz o esmalte “desgrudar” da pele muito mais fácil.

Preço: 5 (até R$ 15,00)

Eu paguei R$ 9,90 no stand da Ikesaki na Beauty Fair. Pesquisando por aí, o preço médio é de R$ 15,00(*). Mas vocês conseguem encontrar mais barato, e também mais caro, do que isso.

Quem quiser, pode clicar aqui para fazer uma pesquisa de preços em algumas lojas virtuais e comprar o seu onde preferir.

Embalagem: 4 (Boa)

Entendo que seja um produto que, teoricamente, gastamos uma quantidade razoável a cada uso, mas achei a embalagem muito grande, o que atrapalha um pouquinho na hora do uso, principalmente para quem tem mãos pequenas. Tive um pouco de dificuldade para segurar o frasco e apertar a válvula ao mesmo tempo, principalmente quando precisei segurar a embalagem com a mão esquerda.

Não chega a ser ruim mas, na minha opinião, se fosse só um pouquinho menor, facilitaria.

(Não sei se existe embalagem menor. Na Beauty Fair tinha apenas este tamanho).

Média: 4,6

Avaliação Geral:

E vocês, meninas? Costumam usar spray secante de esmalte? Quais marcas já usaram e gostaram? Contem para a gente nos comentários. 🙂

Beijinhos e até a próxima!

_________________

(*)  Média de preços pesquisada na data desse post. Pode sofrer alterações.

Esmaltes: Coleção Magnetic (Ludurana)

Oi, meninas, como vão vocês?

Desde a Beauty Fair que está todo mundo desesperada pelas novidades dos esmaltes, principalmente a Coleção Magnetic, da Ludurana.

Como eu comentei em outro post, consegui comprar toda a coleção no stand na feira, e vim mostrar pra vocês algumas cores. Escolhi 4 cores que mais se diferenciavam entre si, já que algumas cores são bem parecidas, puxando pro rosa ou pro lilás, em vários tons.

Assim, peguei o Onda (verde), o Movimento (roxo), o Bússola (azul) e o Poder (bronze).

Assim como outros esmaltes da marca, a linha é perfumada. Gera algumas desavenças, tem quem goste, tem quem odeie… Eu até gosto do cheirinho (fica mais intenso no primeiro dia e vai sumindo nos dias seguintes) mas, mesmo gostando, acho que podiam tirar. Quem gosta do cheiro não faz questão dele, apenas gosta, e assim não incomodava quem não gosta. Mas enfim…

No stand, as meninas explicavam que para aplicar, era preciso agitar o frasco, passar uma camada do esmalte, deixar secar um pouquinho, aplicar a segunda camada, e então aproximar o ímã, que fica na tampa do frasco do esmalte, (sem tocar na unha) por 25 segundos. Assim como o importado China Glaze, é necessário fazer uma unha por vez (nesse caso, apenas a segunda camada, que é quando precisamos aproximar o ímã para conseguir o efeito).

Infelizmente, as minhas unhas estão muito curtinhas e esses efeitos ficam 100 vezes mais bonitos em unhas bem compridas, pois a área é maior.

Mas, vamos aos detalhes. Da esquerda para a direita os esmaltes são: Onda, Movimento, Bússola e Poder. Na unha do indicador, com o Onda, usei o ímã da própria Ludurana. Nas outras unhas usei um dos modelos de ímã da China Glaze (que vem com 3 desenhos – seta, listras diagonais e estrela), o que desmente aquela ideia de que os esmaltes magnéticos só funcionam com os ímãs da mesma fabricante do esmalte.

O que eu achei é que a Ludurana poderia ter investido em desenhos diferentes e, além disso, achei que o desenho das listras no ímã deles é muito espaçado, com as unhas curtas assim, como vocês podem ver, desenha no máximo 2 listras mais claras, formando 2 faixas. É só comparar com o desenho de listras da terceira unha, que está com o Bússola. As listras do ímã da China Glaze são bem mais próximas. São formas diferentes para o mesmo desenho, ok. Mas como a Ludurana tem apenas esse ímã (pelo menos por enquanto), acho que seria mais interessante se as faixas fossem mais próximas.

Verdade seja dita, o efeito é muito mais visível nos esmaltes da Ludurana do que nos esmaltes China Glaze.

Agora, como nem tudo são flores, eu encontrei um meio inconveniente nos esmaltes da Ludurana: tem uma facilidade imensa em formar bolinhas. Aconselho muito fazer em ambiente sem correntes de ar, em um dia com temperatura amena, não utilizar camadas grossas e, se possível, aplicar um spray secante. Esmaltes não costumam fazer bolinhas nas minhas unhas e esses fizeram algumas (pequenas, nem são visíveis na foto, como vocês viram) mesmo com todo o cuidado.

Das cores testadas, o Bússola manchou um pouco as unhas.

Achei bem fácil de limpar os excessos com palito e algodão embebido em removedor de esmaltes (não uso acetona) e que secou relativamente rápido (esmaltes demoram horas para secar nas minhas unhas). Quanto à durabilidade, volto para contar semana que vem. 😉

Ontem, quando estava fazendo alguns testes rápidos, formaram bolhas maiores e em maior quantidade. Então… aconselho um pouco de paciência.

Eu tenho um casamento para ir amanhã e vou fazer as minhas unhas com um deles (com a cor Ímã, que é um cinza prateado), e volto para colocar a foto para vocês verem. Não libero hoje porque geralmente faço as unhas na quarta ou na quinta, para poder fazer o post na sexta. Como o casamento é sábado, eu só vou fazer as unhas mais para o fim do dia, e então coloco a foto para vocês até a manhã de sábado. Liberei os swatches para vocês não terem que esperar tanto. 🙂

P.S.: Terminei a manicure do dia mais cedo do que previa, então, aí vai a foto. 😉

É isso, meninas! Espero que tenham gostado.

Lembrando que paguei R$ 15,00 em cada cor na Beauty Fair. Provavelmente vão sair um pouco mais caro que isso quando estiverem disponíveis nas lojas, em breve.

Update 03.Janeiro.2013:

Vocês podem comprar os esmaltes da coleção Magnetic da Ludurana com a Ju, da loja Vivo Maquiada, que é uma loja de confiança da qual sou cliente há bastante tempo e posso garantir que vocês receberão seus pedidos em dia.

Se quiser comprar individualmente, cada cor sai por R$ 16,89(*) e você pode comprar clicando aqui.

Existem outros vendedores no Mercado Livre que comercializam a coleção Magnetic, mas não conheço todos os vendedores, então não posso recomendar. De qualquer forma, se você quiser visualizar todos os anunciantes desse produto, é só clicar aqui.

Beijocas a todas! 🙂

_________________

(*) Preços pesquisados no dia 03 de Janeiro de 2013. Podem sofrer alterações.

Beauty Fair 2012 – O incrível ‘último dia’ de Feira

Olá, meninas, tudo bem?

Ontem visitei novamente a Beauty Fair, em seu último dia de evento.

Lembram quando eu disse aqui que não havia muita distribuição de brindes? Não vale para o último dia… O último dia de feira é uma verdadeira loucura. A maior parte dos stands sai arremessando produtos para as dezenas de meninas (e alguns homens) que se amontoam à frente dos espaços e gritam sem parar enquanto um representante ‘rege o coreto’ de cima de um palco, com microfone.

Para os menos barulhentos, talvez valha pegar um par de filas kilométricas (como aconteceu no stand da Ikesaki) para pegar um brinde. ‘O que é o brinde?’ – você pergunta, e recebe um ‘Não sei’ como resposta. Impressionante como as pessoas no Brasil gostam de fila. Não fiquei para saber.

Enfim… se você quer visitar a feira no ano que vem na intenção de poder ganhar muitos produtos, vá no último dia e carregue um estoque extra de paciência (para as filas) e vá descansado (para aguentar gritar bastante, já que em pelo menos dois dos stands – vizinhos, por sinal – de produtos para os cabelos, ganhava quem berrasse mais).

Para quem não faz questão de brinde, mas quer economizar e conseguir uns produtos com desconto, também é “O” dia. Mas não espere encontrar todos os produtos de lançamento. A maioria se esgota nos dois primeiros dias de feira, não restando muito para as promoções de último dia.

Encontrei mais alguns stands com espaço especial para blogueiras, mas acabei não tendo tempo de passar por todos. De novo, como foi o meu primeiro ano de feira, estava meio perdida. É bem difícil se localizar no meio de tantos pavilhões e stands e como são montados de forma um pouco irregular não é tão simples como andar nos corredores de um supermercado (risos). Ano que vem, se eu tiver oportunidade de ir à feira, vou reservar mais dias para visitar. Assim, posso ir com calma a todos os stands que interessam e conversar com o pessoal da comunicação com blogueiras.

Vamos falar de compras e presentes.

No stand da Inoar, cujo Argan Oil eu uso e fiz resenha aqui, tinha um espaço para blogueiras, com brindes muito legais e eu quase tive um colapso. Além disso, o stand estava vendendo os produtos com até 30% de desconto e estava uma verdadeira loucura.

Achei um pouco desorganizado a parte do stand reservado para as vendas. Você era atendido no balcão, onde o vendedor te dava uma nota fiscal com os produtos que você escolheu. Então você pegava uma fila para pagar e depois outra fila para retirar. O problema é que ambas ficavam uma ao lado da outra, a maior parte das pessoas não sabiam que existiam duas filas para coisas diferentes e muita gente (inclusive eu) acabou perdendo tempo na fila para retirar quando ainda não tinha pago as compras. Valia a pena? Valia… não foi uma fila de horas, e os preços estavam muito em conta, mas mesmo assim, desorganização sempre gera estresse.

Vou mostrar pra vocês o que eu ganhei e o que eu comprei! 🙂

Essa sacola foi uma sensação na feira, de vinil, super resistente e bonita, chamava a atenção e fez muita gente me parar no corredor para saber ‘onde ganhava uma’. A sacola estava sendo distribuída pela Inoar para blogueiras e para quem fizesse compras no stand. Como eu me apresentei como blogueira (obviamente) e também fiz compras, ganhei duas. Uma delas é claro que a minha mãe já fez o favor de pegar para ela.

Dentro da sacola, de presente:

  1. Hair Shine– Spray de brilho para cabelo com óleo de argan (full-size);
    • Informação do folheto: O spray de brilho Hair Shine possui em sua fórmula óleo de argan além de outros ativos que conferem uma combinação perfeita para uma leveza e brilho intenso aos cabelos
  2. Inoar Natural Oil Collection– Óleo de rosa imperial (full-size);
    • Informação do folheto: A Inoar foi buscar na natureza uma de suas mais ricas substâncias, o óleo essencial, conhecido por sua função terapêutica, clínica e aromática. A empresa valoriza o poder dos recursos naturais e se apóia no conceito da Estética da Sensibilidade, tema debatido em várias conferências mundiais e aplicado em diversas áreas. Baseado nesse conceito a marca desenvolveu a linha Inoar Natural Oil Collection, verdadeiras jóias para a hidratação e beleza dos cabelos. Disponível em cinco diferentes composições: Gengibre, Capim Santo, Camélia, Oliva e Rosa Imperial, podem ser utilizados de diversas formas para hidratar e rejuvenescer os fios.
  3. Macadâmia Oil Premium(amostra grátis);
    • Informação do folheto: A sedosidade, o brilho e a maciez da mais nobre das nozes. Uma completa e exclusiva linha à base de óleo de macadâmia, combinado com as propriedades únicos do luxo raro do óleo de Argan. Desenvolvida para oferecer o máximo de hidratação e revitalidade aos seus cabelos. Essa linha é formulada sem parabenos (ótimo para quem tem problemas com alergias).

Acho que não preciso dizer que adorei. Testei o spray de brilho na feira mesmo e achei o máximo, mas farei uma resenha mais detalhada para vocês em breve, não só dele, mas também dos outros produtos.

Já na parte de compras do stand não consegui resistir quando vi Shampoo e Condicionador da Linha Argan Oil (1 litro cada embalagem) sendo vendidos a R$ 60,00 o kit. Foi muito mais forte que eu e acabei levando.

Os produtos estavam muito em conta, um Kit Macadâmia (com Shampoo Macadâmia 250ml, Condicionador Macadâmia 250ml, Leave-In Macadâmia 250ml, Spray de Brilho Macadâmia 120ml, Óleo de Tratamento Macadâmia 60ml, Máscara de Hidratação 500g e pente) que na loja virtual de cosméticos onde costumo comprar minhas coisas está saindo R$ 286,00, na feira estava por R$ 115,00. Arrependimento por não ter comprado um para mim bateu quando cheguei m casa, mas confesso que estou com tantos produtos pro cabelo que, dado o comprimento curtíssimo dele, devo ter produto para mais de um ano, com certeza.

Depois disso, fui novamente à Ludurana, ver se por acaso conseguia comprar os esmaltes das novas coleções Super Nova e Magnetic que estavam faltando na compra que eu já havia feito no sábado. Por sorte, encontrei e agora tenho as duas novas coleções completas.

Da esquerda para a direita: Celestial e Estrela (Coleção Super Nova), Ligado e Força (Coleção Magnetic), lembrando que estavam saindo a R$ 15,00 cada.

Da Ludurana, um pulinho na L’Apogée, que lançou uma coleção de esmaltes metálicos 3 free (não contém tolueno, formaldeído e dibutyl – substâncias nocivas à saúde e que podem causar alergia).

As cores são lindas, o efeito é maravilhoso e muitas mulheres estavam fazendo as unhas com o vermelho nas manicures que estavam no stand. Não vejo a hora de usar os meus. 🙂

Custaram R$ 9,00 cada frasco e muitas meninas acharam caro. Não achei, se compararmos aos R$ 15,00 dos da Ludurana. Esmalte com efeito diferente (além dos cremosos e translúcidos básicos) e 3 free é sempre caro. Não adianta.

Tentei passar novamente na Ikesaki, mas estava uma fila gigante para entrar, o interior da loja estava tumultuado e a fila do caixa maior ainda. Como já tinha visto as coisas no sábado, deixei para lá. Provavelmente eles receberam mais coisa, mas nada que eu não possa comprar na loja no bairro da Liberdade, aqui em São Paulo.

E é isso, meninas.

Espero que tenham gostado das novidades e conforme eu for testando todos os produtos, esmaltes etc, volto para contar para vocês.

Beijocas e até amanhã!

Beauty Fair 2012 – Compras e impressões

Olá, meninas, tudo bem?

Passada a correria do fim de semana, vim contar para vocês como foi a minha visita à Beauty Fair 2012, no último sábado, dia 8 de Setembro.

Para quem não sabe, foi a minha primeira visita à feira e, como diz o velho ditado, a primeira impressão é a que fica.

Não paguei a entrada (que custava R$ 100,00 para visitar um único dia ou R$ 50,00 para os 4 dias, para quem tivesse convite). Ganhei um convite VIP de uma loja da qual sou cliente e por isso pude ir com tranquilidade.

Depois, acabei ganhando um concurso cultural realizado pelo pessoal da Colorama no Twitter e recebi mais dois convites. Um foi para o meu namorado me acompanhar no sábado, e o outro para levar a minha amiga Lilian, da Stock Multimídia, amanhã (sim, ainda voltarei à loucura amanhã, último dia de feira).

Essa semana algumas de vocês perguntaram se eu já tinha ido, como era, se valia a pena, etc… fiquei de responder depois que eu fosse, claro, e tivesse minhas opiniões.

Acho que a coisa que mais todo mundo pensa é ‘ganha muita coisa?’. Olha… não, não ganha. Vi muita gente tomando tempo de vendedores e representantes pedindo quase ‘pel’amor de Deus’ por uma sacola de papel plastificado com meia dúzia de panfletos dentro, e algumas poucas fabricantes distribuindo sachês de amostra grátis de alguns produtos.

Pra não ser desonesta, ganhei uma sacolinha com brindes (e essa foi a melhor parte da feira) da Belliz, empresa responsável pela Ricca e pelos antigos pinceis de maquiagem Prada, que estava com várias novidades que eu conto mais abaixo no post.

Então, se seu interesse é ir na Beauty Fair para ganhar coisas, não acho que vale a pena perder o seu tempo, a não ser que você seja uma blogueira muito famosa, cuja visita deve ‘parar’ a feira e todo mundo deve ficar te bajulando (e para as fabricantes isso é coisa de blog com 30.000 seguidoras pra cima)… não vale a pena ir esperando apenas ganhar brindes (#falomesmo). Não se iludam!

A não ser que você passe o dia inteiro no Expo Center Norte, você não consegue visitar todos os stands com calma. O ideal é reservar mais de um dia para visitar. Assim você faz tudo com mais calma e tranquilidade, vê o que interessa, faz compras e tira fotos.

Mesmo assim, é difícil. No meu caso, queria poder mostrar toda a feira para vocês, mas é difícil. Como a área ocupada pelos stands é enorme, você acaba não conseguindo percorrer todos os corredores e indo apenas aos stands das empresas que mais te interessam.

Quanto às compras, é muito relativo. Alguns stands vendem seus produtos, outros não, alguns poucos aceitam cartão de crédito ou débito, mas a maior parte só trabalha com dinheiro ou cheque (Ikesaki inclusive).

Ikesaki, aliás,foi um caso à parte… Achei que algumas coisas estavam mais caras do que a loja física deles, no bairro da Liberdade aqui em São Paulo, e até do que eu costumo pagar na rede Droga Raia. O espaço ocupado por eles na feira é bem grande, e acho que vale a pena para quem vem de fora da cidade e quer aproveitar para comprar. De um jeito ou de outro, lógico que fiz umas comprinhas, já que estava ali e já tinha passado pela fila (tem para entrar e para sair).

Era o primeiro dia de feira e parte das coisas pelas quais perguntei na Ikesaki recebi um ‘não chegou ainda’ ou ‘não sei se vai chegar, não posso prometer’ como resposta.

Mas, vamos falar da parte boa: stand da Belliz e comprinhas.

Conheço a Belliz há muito tempo… comecei usando os pinceis de maquiagem quando ainda comercializavam com o nome Prada. A Belliz é a fabricante e distribuidora dos produtos das marcas Ricca, Vertix, Enox e Kess, além da própria Belliz (que agora substituiu a linha que antes se chamava Prada). Porém, nunca havia tido contato com a Ísis, responsável pelo atendimento a blogueiras.

Só isso já é um diferencial à parte. A Belliz tem uma pessoa apenas para atender blogueiras. Não vi isso em nenhum outro stand. E a Ísis é um doce de menina, simpática, atenciosa, explicando tudo para as blogueiras que visitaram o stand. Muito legal mesmo.

E eles tinham um kit de brindes à espera por nós lá (também tinha brindes para clientes, viu?). Na foto acima, os brindes foram o necessaire (linda, emborrachada com uma textura de pelo), a segunda e a terceira cartelas de adesivos. A primeira cartela (com estampa jeans) e a esponjinha de maquiagem eu comprei na loja da Belliz. Eles estão com dois stands na feira, um apenas para venda e outra apenas para negócios e atendimento às blogueiras.

Para quem ficou curiosa, a cartela de adesivo custou R$ 6,60 e a esponja R$ 11,45. Paguei em dinheiro e não sei dizer se aceitavam cartão (desculpem!).

Belliz estava com muitas novidades legais que serão lançadas em breve, e eu destacaria a lixa de vidro (sim!!! Teremos lixa de unha de cristal de fácil acesso para todas!) e duas esponjas (uma para o rosto e outra para o corpo) da linha Ricca Milk que, segundo a Belliz ‘apresentam além de uma textura esfoliante e super macia, benefícios do leite para sua pele e beleza. Durante o banho a esponja libera gradativamente as propriedades do leite presentes em sua composição, que hidratam e nutrem a pele’. Achei curioso.

E também os adesivos para unha inteira, que eu mostrei na foto ali em cima e também no álbum do Facebook com as fotos da Beauty Fair. Não posso dizer sobre aplicação e durabilidade. Ainda não testei e confesso que não tenho muita habilidade para colar adesivos de unha inteira. Quero muito tentar, mas a Ísis já me disse que é mesmo uma questão de prática para aplicar com perfeição. Então, muita calma nessa hora… Eu volto para contar para vocês assim que eu usar pela primeira vez. As estampas são lindas e eu tive vontade de sair comprando várias cartelas diferentes.

Já nas compras, não resisti e comprei a coleção inteira de esmaltes (mais base e top coat) da linha 3free lançada pela Mohda. Confesso que quando vi pela internet, ainda antes da feira, achei que as cores não tinham muita graça, mas pessoalmente são lindas e delicadas, e estavam saindo por R$ 2,16 cada cor na Ikesaki.

Na Ikesaki também comprei algumas cores de esmalte Colorama que eu não tinha (preços variando de R$ 1,99 a R$ 3,45 cada) e um spray secante de esmalte da Inoar, com o mesmo cheiro maravilhoso do Argan Oil da marca. Quando senti o mesmo cheiro peguei sem pensar. Custou R$ 8,99 e tem 400ml.

E então chegou o momento Ludurana desesperador.

Os esmaltes da marca não costumam ser muito baratos e segundo as informações que me passaram, nas feiras anteriores o stand estava vendendo os esmaltes com um preço mais alto lá do que os praticados pelas lojas após o término da feira.

Havia duas coleções sendo lançadas esse ano: Super Nova (multichrome que refletem até sete cores) e Magnetic (esmaltes magnéticos como os importados China Glaze que eu já mostrei aqui). Cada vidrinho saiu por R$ 15,00 e da coleção Magnetic apenas 11 das 12 cores estavam disponíveis, já da Super Nova, apenas 4 das 6 cores da coleção. E tinha também um prata espelhado pelo mesmo preço.

Na foto tem apenas 10 vidrinhos porque, na confusão, a vendedora do stand acabou colocando duas cores repetidas e eu fiquei com 10 ao invés de 11. Vou ver se consigo a cor faltante na terça-feira. Na foto, da esquerda para a direita: Energia, Gravidade, Atração, Intenso, Movimento, Ímã, Bússola, Onda, Impulso e Poder.

Na foto, da esquerda para a direita: Galáxia, Órion, Fenômeno, Onda de Luz e o Prata Espelhado (que não faz parte da coleção Super Nova). Não tinha disponível na feira nem o Estrela, nem o Celestial, que também fazem parte dessa coleção. Espero que recebam até amanhã.

Voltarei para mostrar os esmaltes assim que eu testar.

E é isso, meninas! 🙂

Espero que tenham gostado desse pouquinho de novidades que eu tinha para mostrar para vocês. Amanhã visitarei a feira novamente e quarta-feira volto com mais novidades e fotos para vocês.

Beijinhos e até a próxima!

Esmaltes: Cipó + Balé Clássico (Colorama)

Oi, meninas, tudo bem?

Como eu mencionei semana passada, quando as minhas unhas estão bem curtinhas, como agora, prefiro pintá-las em tons de nude, pois isso dá impressão de que elas não estão tããão curtas assim. Visualmente, também dá a impressão de dedos mais longos. Fica a dica para as meninas que acham seus dedos muito curtinhos e se incomodam com isso.

Semana passada acabei usando o esmalte magnético importado, da China Glaze, para mostrar para quem ainda não conhecia esse tipo de esmalte o que está por vir na Beauty Fair (que começa no próximo sábado, dia 8 de Setembro), mas essa semana os meus nudes não me escaparam.

Quis testar o Cipó, da coleção África à Vista, da Colorama. Eu tinha comprado fazia um tempinho, mas não tinha usado ainda. Foram duas camadas dele, e ficou assim:

E então eu achei que para o meu tom de pele ele é um nude com um fundo meio laranja… e resolvi testar outra coisa.

Geralmente, sempre que eu vejo um esmalte em tons de bege, nude, pele (como queiram chamar), eu compro de cara, nem pesquiso a cor antes. Se estiver na loja ou na farmácia e ele ‘piscar’ pra mim, levo pra casa. E nessas às vezes descubro, quando chego em casa, que o tal esmalte que parecia cremoso e lindo na farmácia, na verdade é translúcido. E eu não gosto de esmalte translúcido. Gosto de esmalte que você passa e a cor cobre a unha. No final, tenho alguns nudes desses, que não cobrem nada, mas que fazem uma diferença se você aplicá-los por cima de outra cor.

Lá fui eu… peguei o meu Balé Clássico, também da Colorama, e passei uma camadinha leve por cima do Cipó. Como o Balé Clássico é um bege meio acizentado e translúcido, ele clareou um pouco o Cipó, e amenizou o fundo laranja, aproximando a cor do bege e muito mais ‘nude’ comparado ao meu tom de pele.

Muito mais o ‘meu’ nude (risos).

E vocês, o que acharam?

Se você gostou do Cipó, da Colorama, pode clicar aqui para fazer uma pesquisa de preços e comprar o seu na loja virtual de sua preferência. Já se gostou do Balé Clássico, clique aqui.

É isso, meninas. Um ótimo fim de semana a todas e, se tudo der certo, aguardem novidades da Beauty Fair para os próximos dias. 🙂

Beijinhos!

Esmalte: Instant Chemistry (China Glaze Magnetix)

Oi, meninas!

Antes que vocês saiam me xingando porque o esmalte da semana é importado, caro e muito difícil de encontrar no Brasil, muita calma… As unhas dessa semana são uma saga a parte.

Já há algum tempo esmaltes magnéticos apareceram no mercado lá fora e desde então fazem muito sucesso. Com alguma sorte, um pouco de busca, e muito dinheiro no bolso, a gente consegue encontrar alguns deles à venda no Brasil. Uma das marcas mais conhecidas é a China Glaze, e o nome da coleção é Magnetix. A cor que eu escolhi foi a Instant Chemistry, roxo metálico, com o ímã de setinhas.

Eu sempre paquerei essa coleção de longe, achei algumas vezes para vender por aqui, mas me recusava a pagar o preço que cobravam (quando ainda estava procurando alucinadamente cheguei a encontrar um vidrinho por R$ 80,00… achei um roubo, não paguei).

Semana passada, quando fui à casa da Lilian (da Stock Multimídia), eis que ganhei um presente de aniversário antecipadíssimo (meu aniversário é só em Janeiro): a coleção Magnetix da China Glaze completíssima.

Como eu tinha prometido uma resenha do kit de pelúcia para a Juliana, da Vivo Maquiada, semana passada usei o Uva da Colorama e usei a pelúcia da loja Vivo Maquiada.

E essa semana tudo estava certo para fazer as unhas com um dos esmaltes da China Glaze, mas para o blog iria fazer as unhas com outro esmalte, nacional ou de fácil acesso, como sempre, para postar aqui.

Entre semana passada e essa uma das minhas unhas quebrou (sim, elas também quebram! risos), eu cortei todas (acho uó uma unha de cada comprimento) e agora estão super curtinhas. A minha intenção, como eu sempre faço quando as minhas unhas estão tão curtas, era aproveitar para testar algum esmalte na cor nude que eu ainda não tivesse usado.

Acontece que, em vésperas de Beauty Fair, eis que o assunto dos últimos dias entre Lilian (da Stock Multimídia), Bruna (do Esmalte Maníaca) e eu, tem sido o que nos espera na Beauty Fair.

Um dos lançamentos que nos aguardam por lá é uma coleção nacional com 12 cores de esmaltes magnéticos e, melhor, 3free. Pois é… a Ludurana andou espalhando pela rede imagens de seus esmaltes magnéticos.

O que não sabemos, e o que assusta imaginar, é o preço que vão cobrar por cada vidrinho. Tenho medo de pensar… Se cada duochrome ou holográfico da marca gira em torno de R$ 18,00, quanto sairá um magnético que, além do esmalte, virá com o ímã (utilizado para o desenho do efeito) na tampinha do frasco? Passamos um bom par de horas discutindo… o mesmo preço? R$ 20,00? R$ 30,00? Não sabemos… resta esperar a Beauty Fair (que acontece entre os dias 8 e 11 de Setembro, no Expo Center Norte, aqui em São Paulo), visitar o stand da Ludurana, e rezar para que não seja muito caro.

Mas vamos lá explicar esse negócio que tem gente que não conhece e não sabe como funciona. 🙂

Quando você compra um esmalte magnético, precisa também do ímã com o(s) desenho(s) que você escolher. Dizem que o ímã de uma fabricante não funciona no esmalte de outra. Como essa é a minha primeira coleção magnética, não sei dizer se isso é verdade. (Mas se conseguir comprar alguns da Ludurana com certeza testarei… volto para contar). Esses da China Glaze você compra o esmalte na cor que escolher e separadamente compra um ímã em forma de ferradura que tem três desenhos para você usar com qualquer um dos esmaltes da linha: setas, listras e estrela.

Teoricamente, o que você tem que fazer é aplicar o esmalte nas unhas e, com o esmalte ainda úmido, aproximar a parte do ímã com o desenho escolhido do esmalte, sem encostar o ímã na unha, esperar alguns segundos e pronto. O ímã terá feito o desenho nas suas unhas.

Na prática, existem alguns segredinhos.

Primeira coisa é fazer tudo muito rápido e uma unha de cada vez. Esse esmalte seca muito rápido, e se você demorar pra aproximar o ímã, o esmalte estará seco e o desenho não se formará.

Unha por unha, você deve aplicar o esmalte rapidamente, pegar o ímã, aproximar das unhas, esperar alguns segundos e depois limpar os excessos. Passe para a próxima unha e assim por diante.

Algumas meninas (oi, Lilian! risos) ‘nóiam’ na questão de que o desenho não se forma até as laterais das unhas, ficando menos visível nas partes próximas às cutículas. Isso é uma questão de pura física e não de habilidade. O ímã é plano e o nosso dedo é curvado. Obviamente, quanto mais próximo do ímã estiver o esmalte, maior será o efeito. Portanto, quanto mais curvada for a sua unha, mais o desenho se concentrará apenas no centro das unhas. Honestamente, acho isso uma bobagem… O efeito fica lindo de qualquer forma. E como ninguém tem todas as unhas exatamente no mesmo formato (salvo se suas unhas são postiças), dificilmente você conseguirá o efeito exatamente igual em todas elas. Assim sendo, não esquente a cabeça com isso. 😛 Nas minhas unhas, algumas ficaram com o desenho quase em toda a curvatura, outras mais concentrados mesmo.

O esmalte é bem grosso, e eu achei que se você passa uma camada muito espessa, o desenho fica menos visível. Então, o segredo é pinceladas leves e rápidas na hora de esmaltar.

Único porém que eu notei é que depois de secos não têm tanto brilho e se você gosta do brilho tipo verniz vai precisar de um top coat.

Eu não vou entrar em pormenores sobre o esmalte, onde comprar, quanto custa, quais as cores e blá blá blá porque, afinal, é caro, difícil de achar, e se Deus quiser teremos uma marca nacional com esmaltes desse tipo logo mais. 😉

Beauty Fair acontece semana que vem e eu, se Deus quiser, estarei lá para contar todos as novidades para vocês.

Beijinhos, um ótimo fim de semana e até semana que vem! 😀

Maleta para esmaltes (RSM Design)

Onha , meninas, tudo certinho?

No dia 7 de Agosto eu compartilhei pela página do Facebook um link para vocês participarem de um sorteio do blog Esmalte Maníaca, em parceria com a RSM Design, cujo prêmio era uma bolsa para 72 esmaltes, lembram?

Obviamente, eu também entrei no sorteio. Confesso que foi mais para ajudar um pouquinho a Bruna (que também me ajudou com a divulgação dos sorteios aqui do Necessaire – Obrigada de novo, Bruna!!!), porque eu não sou uma pessoa de muita sorte e nunca nos meus 33 anos ganhei o que quer que seja em sorteio.

Mas semana passada. mais precisamente no dia 24, eis que veio a surpresa. Meu nome constava como vencedora do sorteio, como vocês podem ver aqui na imagem da página do Facebook do Esmalte Maníaca.

Eu fiquei entusiasmadíssima e não via a hora que a minha bolsa chegasse. Detalhe que, de acordo com as regras do sorteio, se você entrasse na loja virtual da RSM Design e comentasse em algum produto, também ganharia um necessaire… e gente… não é a toa que o blog chama Necessaire de Mulher. Eu sou apaixonada por necessaires, bolsinhas, qualquer coisa linda que caiba muitas outras coisas dentro. Minha bolsa é quase um porta-necessaire (risos), e quando eu vou viajar então é um Deus nos acuda, um necessaire para cada coisa.

Terça-feira, dia 28, minha maleta e meu necessaire chegaram, e eu gostei tanto que resolvi fazer um post pra mostrar pra vocês.

Eu nem sei por onde eu começo… a maleta é linda, mas muito mais importante que isso (na minha opinião) é a qualidade do material e o acabamento e resistência de tudo. Afinal, para carregar 72 vidrinhos de esmalte mais outras coisinhas pra cima e pra baixo, se não for bem resistente, não dura nada.

A maleta é toda reforçada internamente, os elásticos que prendem os vidros de esmalte são super resistentes (o que significam que não vão afrouxar com facilidade por causa do “tira e põe” dos esmaltes). Além disso, tanto a alça de mão quanto à alça tiracolo também são muito fortes, nada de se preocupar em carregar o peso todo e perder as alças por aí.

A maleta também acompanha um necessaire ENORME em pvc cristal, que é pra você colocar os outros materiais de manicure (alicates, lixas, palitos, removedores de esmalte e o que mais precisar), que também cabe dentro da maleta, mesmo com ela cheia de esmaltes, e ainda sobra espaço para carregar mais coisas.

O necessaire extra veio combinando (tecido lilás com bolinhas brancas e os detalhes em cetim preto), e a parte interna é revestida em pvc, o que significa que, se por acaso você colocar algo dentro dela e o frasco quebrar ou vazar não vai manchar o tecido e deixar seu necessaire feio.

Também ganhei um cupom de desconto na loja e a minha mãe se empolgou, comprou logo três necessaires grandes (uma para ela e duas para dar de presente), o que significa que o meu cupom de desconto já era (risos).

A RSM Design tem muitas coisas lindas para quem gosta de organizar seus esmaltes (e outras coisas também). Se você ficou interessada, visite a loja virtual.

A maleta que eu ganhei no sorteio foi esta aqui, que está em promoção de R$ 75,00 por R$ 60,00 (*) e o necessaire, esse, que sai por R$ 20,00 (*).

E quem perdeu esse sorteio pode dar um pulinho lá no Esmalte Maníaca, conhecer o blog (que fala só de esmaltes e é administrado pela Bruna, que é um doce de menina e tem mais de 800 esmaltes – é pior que eu com maquiagem) e participar do sorteio de um conjunto de necessaires da RSM Design. Eu já estou participando, óbvio. 🙂

Obrigada de novo, Bruninha (olha a intimidade! risos) e pessoal da RSM. Amei o meu prêmio. 😀

Espero que tenham gostado.

Beijocas para todas. 🙂

_________________

(*)  Preços pesquisados na data desse post. Podem sofrer alterações.

Esmalte: Uva (Colorama)

Olá, meninas, tudo bem?

O esmalte das unhas da semana é o Uva, da Colorama. Esse esmalte está na minha coleção faz tempo e eu nunca tinha usado. Se não fosse por uma coisa que eu queria testar, também, ele provavelmente continuaria na caixa esperando por mim (risos).

Mas… acontece que essa semana chegou um pacote gigante de compras na Vivo Maquiada e junto com ele um kit completinho com todas as cores de pelúcia para as unhas que a Juliana está vendendo na loja.

Eu já usei pelúcia nas unhas aqui, lembram? Mas eu havia comprado o pó de flocagem em outro lugar. Eu sei que tem gente que acha legal e tem gente que odeia, mas eu achei divertidíssimo a primeira vez que eu fiz e sabia que ia acabar repetindo a bagunça.

Algumas cores do kit da Vivo Maquiada são metálicas e eu cismei que queria uma delas. Bati o olho na pelúcia ‘uva metálico’, lembrei do esmalte uva e decidi assim. Primeiro foi a cor da pelúcia e depois a cor do esmalte. 😉

Update 28.12.2012: No momento você encontra dois kits (com cores diferentes) à venda na Vivo Maquiada. Clique aqui para ver as cores e escolher o seu. Cada kit vem com 10 cores e custa R$ 45,00(*).

Primeiro vou mostrar pra vocês o kit de pelúcia para as unhas.

O kit tem 26 cores e é quase impossível não ficar indecisa entre pelo menos meia dúzia delas antes de se decidir. Cada potinho vem com 1g, suficiente para fazer mais de 10 unhas de comprimento médio. Só uma dica: se suas unhas forem muuuito compridas, como geralmente as minhas ficam, eu acho que um potinho só não dá pra fazer as unhas se você optar por cobrir todas as unhas por completo. As minhas não estão super compridas, eu resolvi cortá-las semana passada, e também não quis cobrir todas as unhas de pelúcia. Então foi bem tranquilo e sobrou mais da metade do potinho da cor que eu escolhi.

Enfim… obviamente eu primeiro pintei as unhas com duas camadas do Uva, da Colorama, por cima da Base Preparadora da Cor Colorama.

Depois, fiz unha filha única no dedo anular (cobri toda a unha com pelúcia) e francesinhas nos outros dedos. Usei o adesivo guia de francesinha que também compro na Vivo Maquiada e já mencionei várias vezes aqui no blog. O passo-a-passo é o mesmo que eu usei aqui.

Eu já seeei que tem gente que não gosta… tem até um blog que fala mal de outros blogs e a responsável por ele cansou de mostrar unhas de blogueiras com pelúcia dizendo que parece fungo… mas não importa. Eu corro o risco pela diversão.

Notei que esse pó do kit da Ju é mais fininho, deu um acabamento mais delicado, consequentemente mais bonito, do que a outra que eu já tinha comprado.

Essa cor é uma das metálicas mas na foto foi muito difícil conseguir pegar o brilho dos fios. Então tirei uma foto com as unhas ao sol e ficou um pouco melhor.

Mas quando eu olho para as minhas unhas ‘ao vivo’ aqui e olho no monitor é injusto. É só ao vivo e conforme você mexe os dedos que o brilho aparece.

Para quem gosta da ideia dos pelinhos de pelúcia nas unhas, a Vivo Maquiada tem dois kits com cores diferentes disponíveis. Cada um custa R$ 45,00(*) e você pode ver as cores e comprar o seu clicando aqui.

Eu indico para vocês a Vivo Maquiada porque é uma loja de confiança, da qual sou cliente há bastante tempo, e posso garantir que vocês vão receber todos os produtos direitinho. Mas existem muitos outros vendedores no Mercado Livre vendendo kits para unhas de pelúcia e você pode dar uma olhada em todos os anúncios clicando aqui.

Os adesivos guia de francesinha você encontra aqui.

E se você gostou do Uva, da Colorama, pode clicar aqui para fazer uma pesquisa de preços e comprar o seu na loja virtual de sua preferência.

Espero que tenham gostado. Eu me diverti um bocado fazendo essa nail art.

Beijinhos a todas, um ótimo fim de semana e até semana que vem. 🙂

_________________

(*)  Preço pesquisado na data desse post. Pode sofrer alterações.

Rosácea x Dermatite Perioral: O que eu aprendi com um diagnóstico errado…

Olá, meninas, etraudo bem?

O post de hoje é bem ‘técnico’, eu acho… mas eu decidi escrevê-lo pois passei por hoguns problemas de pele, incluindo um diagnóstico errado, e notei a escassez e controvérsias de informações a respeito na internet. Imagino que outras pessoas com o mesmo problema tenham feito buscas desesperadas por respostas, assim como eu, então acredito que meu ‘depoimento’ possa ajudá-las.

Vamos começar voltando uns 12 anos, para que a situação fique melhor explicada.

Quando eu tinha 21 anos (hoje estou com 33), procurei a ajuda de uma dermatologista pois tinha uma problema sério de acne severa (aquelas espinhas internas, popularmente chamadas de ‘acne cística’), e fui determinada a pedir um tratamento com Roacutan (medicamento da Roche à base de Isotretinoína). Realizei o tratamento durante seis meses, sem grandes problemas (minha única reação ao remédio foi o ressecamento dos lábios) e acabamos descobrindo que o que causava o meu problema com a acne era o excesso de medicação com vitaminas do complexo B (na verdade, a maior parte das pessoas desenvolve esse tipo de acne quando ingere vitaminas do complexo B em excesso e nem sabe). De qualquer forma, o caso já estava avançado e não regrediria sozinho. O meu problema estava relacionado com o uso de Dramin B6.

Terminei o tratamento e minha pele ficou 100%, salvo uma espinha ou outra que eventualmente aparecia no período menstrual, o que é perfeitamente comum.

Há coisa de um ano, mais ou menos, comecei a notar que minha pele da bochecha direita ficava muito avermelhada em determinados períodos do dia, e algumas vezes ficava dias sem a vermelhidão. Cheguei a ir à dermatologista, e ela me disse que eu estava com a pele sensível ao frio (era inverno) e me receitou o uso da pomada Advantan (por no máximo 7 dias) e protetor solar, sempre.

O quadro melhorou por alguns meses mas voltou a aparecer com muita intensidade em Janeiro deste ano, acompanhado de pequenas ‘bolinhas’ na pele, nas regiões do queixo, buço e entre as sobrancelhas. Essas ‘bolinhas’ eram bem parecidas com espinhas, mas não inflamavam internamente, acumulando o pus que sempre acompanha uma espinha ‘comum’. Na época, eu utilizava um ácido formulado, receitado pela dermatologista para diminuição do aparecimento de sinais de expressão (nome bonito pra anti-rugas… risos), que continha um corticóide e notei que, quando eu usava esse ácido as bolinhas sumiam, quando eu deixava de usar, elas voltavam. Mas, por ser corticóide, não é aconselhável o uso deste ácido por longos períodos, e eu fiquei me questionando como poderia parar com o creme se eu ficava com a pele com esse problema sempre que descontinuava o uso.

Bem, lá fui eu consultar uma dermatologista (que não foi a mesma que me receitou Roacutan há anos, porque na ocasião ela atendia o meu convênio e agora ela só atende particular – e a consulta é cara). A médica então me disse que aqueles sintomas eram de rosácea (uma doença de pele sem cura, que tem apenas controle, que os médicos não sabem por que aparece, e que mesmo o tal ‘controle’ é difícil e à base de medicamentos caros que nada mais são que antibióticos. Como não se sabe o que causa a rosácea, não existem medicamentos específicos, e o tratamento se resume ao uso combinado de antibióticos orais e tópicos (para passar diretamente na pele).

Voltei pra casa muito desanimada porque já tinha lido sobre rosácea e sabia que, tendo esse diagnóstico, teria de conviver com crises o resto da vida. É fato que muitas pessoas portadoras da doença sofrem com crises de depressão, pois há dias em que a pele fica tão vermelha e com tantas dessas bolinhas – chamadas de pústulas – que a gente não quer nem se olhar no espelho, quanto mais sair na rua e ver outras pessoas. Principalmente pela falta de informação sobre a doença, as outras pessoas tem receio de ser contagioso, ou olham para você com certo nojo, como se a causa do problema fosse falta de higiene ou algo assim. É realmente horrível e comigo não foi diferente.

A dermatologista então me disse para que eu parasse com o ácido com corticóide e passasse a usar Elidel (uma pomada antibiótica caríssima, que custa em média R$ 250,00 uma bisnaga com 30g) duas vezes ao dia e, apenas durante o dia, aplicasse o protetor solar (eu uso um formulado pela dermatologista – aquela do Roacutan) em seguida e então voltasse 30 dias depois. Para lavar o rosto, apenas Cetaphil Loção.

Foi aí que o meu pesadelo piorou. A pomada é densa e oleosa, obstrui os poros, e eu ganhei pelo menos uma espinha interna gigante por semana. Inflamava e doía, e mal uma tinha ido embora já aparecia outra. Além disso, as pústulas que antes eram bem pequenas e só apareciam no queixo e no buço, tomaram conta de todo o lado direito do meu rosto, que coçava, ardia, e ficava vermelho como um pimentão e cheio dessas ‘pseudo-espinhas’.

Retornei na dermatologista 30 dias depois e ela disse que reduziríamos o uso da Elidel para apenas uma vez ao dia, durante a noite, e durante o dia era para eu passar Effaclair Duo, da La Roche Posay.

Saí do consultório, passei na farmácia e comprei o tal creme.

Chegando em casa, lavei o rosto (pois havia passado protetor solar antes de sair de casa) e lá fui eu passar o Effaclair. Pra que? Era como seu eu tivesse passado álcool e ateado fogo… começou a coçar, ardeu, ficou muito vermelho e, mesmo depois de ter lavado o rosto novamente, para retirar o produto, levou horas até que a pele acalmasse (com a ajuda de caros mls de água termal).

No dia seguinte, marquei novamente consulta com a dermatologista, para a mesma semana.

Expliquei a situação e ela disse que então testaríamos o Normaderm, da Vichy. “Lá vamos nós com mais dinheiro jogado fora”, pensei eu. Mas por sorte ela tinha amostras grátis do Normaderm e me arrumou algumas para que eu nāo tivesse que comprar de novo e a minha pele não se adaptar.

Mais uma vez, fui pra casa, lavei o rosto, e passei o Normaderm como indicado. Dez minutos depois, a mesma reação do Effaclair.

Desisti desses creminhos e passei a aplicar a Elidel à noite e o protetor solar durante o dia e retornei à médica um mês depois.

Meu rosto melhorou e piorou várias vezes durante esse período, sem que eu entendesse e sem explicações da médica que, ao saber da reação negativa da minha pele ao Normaderm apenas me disse que eu teria que ‘continuar usando Elidel, e SÓ Elidel, até que minha pele deixasse de ter essas reações espontâneas’. Mais decepcionada que nunca, voltei pra casa decidida a procurar a outra dermatologista (a que eu citei no início deste post, responsável pelo meu tratamento com Roacutan), mesmo tendo de arcar com o valor salgado da consulta.

Chegando lá, expliquei toda a saga, dos sintomas iniciais, ao tratamento com Elidel e as crises recorrentes.

Ela achou muito o estranho o diagnóstico e partiu para uma observação mais detalhada, com aquelas lentes com iluminação que os dermatologistas usam para avaliar a situação e diagnosticou não rosácea, mas dermatite perioral, que leva esse nome por geralmente se concentrar na região em torno da boca mas que, sem tratamento, pode atingir todo o rosto. O que era quase o meu caso, pois todo o lado direito do meu rosto estava tomado pela inflamação.

(Update 23.Junho.2015: essa médica em questão não trabalha mais na área médica. Está atuando em outra área e não tem intenção de retornar à medicina. Não tenho outro médico dermatologista para indicar mas muitos foram citados por leitores nos comentários neste post. Caso queira indicações de médicos, por favor, pesquise nos comentários.)

E então partimos para o tratamento correto, com antibiótico oral (Tetralysal 500mg, um comprimido por dia, durante 3 meses), e dois produtos formulados, um sabonete líquido com sulfacetamida sódica e enxofre e um antibiótico tópico (para passar diretamente no rosto) com clindamicina, metronidazol, hidrocortisona e alfadisabolol. Todos esses medicamentos só são vendidos ou formulados com receita médica. Então, se você tem esse problema e gostaria de fazer o tratamento, precisa conversar com um bom dermatologista para que ele avalie o seu caso e te passe uma prescrição.

O antibiótico tópico contém, sim, corticoide, mas ele estava lá em baixa concentração e por um motivo: como eu havia usado corticoide durante muito tempo, a minha pele precisava passar por uma espécie de ‘desmame’ dessa substância. Assim, esse medicamento foi feito uma única vez, para ser usado até que acabasse, com corticoide em baixa concentração, para que então a minha pele pudesse voltar a ficar sadia sem o uso desse tipo de componente.

Ela também me orientou sobre produtos que geralmente causam esse tipo de dermatite, e os mais comuns são a pasta de dentes e esmaltes para as unhas.

Sobre os esmaltes para as unhas, expliquei a ela que eu sempre tinha usado toda e qualquer marca, desde os doze anos, quando comecei a fazer as unhas em casa, e nunca havia tido problemas e então veio a surpresa… Você pode ter usado o produto que for durante toda a sua vida e, de repente, passar a ter alergia. O organismo pode desenvolver uma alergia no decorrer dos anos, sem que você perceba.

E assim, eu excluí da minha vida todo e qualquer esmalte que não seja pelo menos 3free (3free é o termo utilizado para esmaltes livres de 3 substâncias prejudiciais e causadoras de alergia: tolueno, formaldeído (ou formol) e dybutil).

No meu caso houve outra questão… eu havia mudado a minha pasta de dentes há algum tempo, e quando puxei pela memória, notei que o problema havia começado justamente na época em que fiz a troca. Pesquisando sobre isso na internet, descobri até comunidades de pessoas com alergia à mesma pasta, cujo nome não vou citar, já que outras pessoas tiveram problemas judiciais com a marca depois de citá-la na Internet como fonte de alergia. O pessoal que teve problemas diz apenas ‘a pasta de dentes da embalagem azul’. É uma marca muito conceituada, que faz de fio dental a enxaguatório bucal. O resultado para os dentes pra mim foi ótimo, mas prejudicou a minha pele. Deixei de usá-la e voltei para a Close Up Whitening, que eu usava antes do problema aparecer.

O tratamento durou três meses, e embora a dermatite tenha sido curada, minha pele mudou radicalmente. Passou de mista para seca e sensível. Assim, alguns hábitos meus e produtos que eu usava tiveram que ser modificados. Os cremes que passo no rosto são formulados ou para pele extremamente sensível (Avene, Clinique ou a linha Toleriane da La Roche Posay), os esmaltes, como eu disse, pelo menos 3free, protetor solar, apenas físico, nunca químico.

Ou seja, é algo bem delicado e que varia muito de pessoa pra pessoa. Por isso é muito importante um diagnóstico correto e uma longa conversa com um bom dermatologista. Só um bom profissional pode ajudar a diagnosticar corretamente e prescrever o melhor tratamento para o seu caso.

Se você tiver alguma dúvida, fique à vontade para perguntar. Relembrando que eu não sou médica, mas se a sua questão for sobre sintomas ou efeitos colaterais do meu tratamento, por exemplo, podemos trocar experiências.

Quem já passou por esse problema, ou ainda passa, ou até mesmo sofre de rosácea, sabe que é uma causa de depressão quase constante, principalmente para quem tem o mínimo de vaidade, e não há muito espaço pra conversar sobre o assunto, nem mesmo na internet. Procurei por vários logo que fui diagnosticada erroneamente como portadora de rosácea e só encontrei fóruns muito antigos, sem informações atualizadas.

É isso, meninas. Desculpem o post enorme e só com “blá-blá-blá”, mas eu acho que informação nunca é demais.

Beijocas a todas e até amanhã com as unhas da semana. 😉

Esmalte: London Night Blue (O Boticário)

Oi, meninas, tudo bem?

Nail art dessa semana é bem de preguiçosa (risos). A questão não foi bem preguiça… vou explicar. Eu sou gamer. Louca por Playstation 3. Fascinada. Alucinada. Doidoda mesmo. E essa semana saiu um dos jogos que eu aguardava esse ano, que é o Darksiders II. Obviamente, eu vou pegar o jogo hoje e, claro, vou colocar o bumbum na frente da tv e não vou sair de lá tão cedo. E o fim de semana com certeza vai ser assim… eu e meu namorado, plantados na frente da tv, jogando Darksiders II até o sono nos vencer (o que, em época de jogo novo, demora a acontecer).

Logo… eu queria dar um jeitinho rápido nas unhas e para isso escolhi o London Night Blue, d’O Boticário, que é um azul escuro muito lindo.

Semana passada, eu usei o Magnífica, da Ludurana, lembram? Pois então… ele descascou super rápido das minhas unhas, até fiz update lá no post. Soma-se a isso o fato de que eu precisava cortar as minhas unhas, que chegaram de novo no estágio ‘não consigo mais digitar com agilidade’.

O que eu fiz foi cortar as unhas, lixar e, antes de qualquer coisa, ‘gastar’ o esmalte das pontas com um algodão e removedor. Por que? Porque se você corta as unhas quando elas estão esmaltadas, a camada do esmalte na ponta da unha está bem grossa, o que facilita ainda mais para continuar descascando. O truque é molhar o algodão com removedor de esmaltes, encostar a ponta da unha perpendicularmente ao algodão, e ‘esfregar’ o dedo ali. O algodão vai retirar só o esmalte da ponta, e ‘gastar’ o esmalte um pouco acima. Assim, a camada vai sumindo num degradé, e seu esmalte vai durar um pouquinho mais… 😉 Fica assim:

Depois disso, passei uma camadinha do Magnifica, o mesmo esmalte da semana passada, claro. Só uma mesmo, para dar um up na cor, já que ele estava meio ‘desbotadinho’ e sem brilho depois de uma semana.

Esperei secar bem e colei as guias de francesinha que compro na Vivo Maquiada.

Depois, passei uma camada do London Night Blue, d’O Boticário, nas pontas. Tirei o adesivo com o esmalte ainda úmido e… ta-dããã! 😀

O London Nigh Blue é um azul marinho lindíssimo. Meio cintilante (que nas fotos é difícil de ver), mas é uma cintilância diferente, não sei explicar. Achei lindo! E olha que eu não sou fã de esmalte cintilante…

Esse truque funciona melhor se o seu esmalte de base for fininho e o esmalte que usar das pontas for mais grosso. Se o seu esmalte de base for muito grosso, quando vc passar outra camada vai virar um ‘reboco’ e demorar pra secar. E se seu esmalte das pontinhas for muito fininho, ele não vai cobrir as unhas, já que a gente tirou o esmalte das pontas com o removedor, certo? 😉

Por cima de tudo, uma camadinha da Cobertura Intensificadora da Cor, da Colorama, só para igualar o brilho, porque esses esmaltes d’O Boticário tem um brilho incrível, quase de vinil (quem não viu quando eu usei o Urban Gray, clique aqui).

Quem gostou do Magnífica, da Ludurana, pode clicar aqui para pesquisar os preços e comprar na loja virtual de sua preferência.

O esmalte d’O Boticário você pode comprar em qualquer loja da rede, ou pela loja virtual (que está com ele em promoção de R$ 9,99 por R$ 6,99 (*)), lembrando que os esmaltes d’O Boticário são 3free, a qualidade é espetacular e eu acho que vale cada centavo. Com desconto então, nem digo nada.

E quem quiser a Cobertura Intensificadora da Cor, da Colorama, pode clicar aqui pra pesquisar também.

Os adesivos de guia, como eu falei, compro na Vivo Maquiada, é super baratinho, custa R$ 9,99 (*) duas cartela, e você pode comprá-los aqui.

É isso, meninas! Espero que tenham gostado da minha nail art de preguiçosa (risos).

Um lindo fim de semana para todas e até segunda-feira! 😉

Beijocas.

_________________

(*)  Preço pesquisado na data desse post. Pode sofrer alterações.

Entradas Mais Antigas Anteriores

%d blogueiros gostam disto: