Testei: Rosaliac AR Intense (La Roche-Posay)

Oi, pessoal, tudo bem?

Desde que eu tive dermatite perioral (saiba mais sobre o meu problema aqui), eu dou preferência quase que total para produtos desenvolvidos verdadeiramente para pele sensível ou para pele com rosácea, visto que, por ter pele sensível e seca, ela também se torna propensa à vermelhidão.

A resenha de hoje é de um produto da La Roche-Posay, especialmente desenvolvido para acalmar e pele e  controlar a vermelhidão.

Para saber tudinho sobre o produto e minha experiência com ele, é só continuar a leitura. 🙂

Rosaliac AR Intense

Marca: La Roche-Posay

Fabricante: La Roche-Posay Laboratoire Pharmaceutique (fabricado na França)

Descrição: gel fluido intensivo calmante

Conteúdo: 40ml

O que promete:
Rosaliac AR Intense possui um complexo que combina 2 ativos para acalmar a pele de forma intensa:

  • Inovação Ambofenol: poderoso extrato natural rico em polifenóis que age de forma eficaz para acalmar a pele.
  • Água Termal de La Roche Posay: Com ação calmante e suavizante. Nova geração de embalagens herméticas com formulação não agressiva à pele: não contém conservantes, parabenos, álcool, perfumes ou corantes.

Textura gel, fluida, ultra-fresca e não oleosa. Não comedogênico. Hipoalergênico (Este produto foi formulado de maneira a minimizar possível surgimento de alergia.

Acalma imediatamente a pele, restabelecendo o seu conforto.

Utilização:
Aplicar diariamente pela manhã e à noite na face.

Precauções:
(Não contém informação na embalagem.)

Composição: Aqua/ Water, Glycerin, Isostearyl Neopentanoate, Butylene Glycol, Pentylene Glycol, Polysorbate 20, Tambourissa Trichophylla Leaf Extract, Glyceryl Acrylate/ Acrylic Acid Copolymer, Dimethicone, Dimethiconol, Ammonium Polyacryldimethyltauramide/ Ammonium Polyacryloyldimethyl Taurate, Disodium EDTA, Acetyl Dipeptide-1 Cetyl Ester.

O teste: Uso de acordo com o grau de irritabilidade da minha pele. Às vezes duas vezes ao dia, às vezes apenas uma, antes de dormir, outras vezes em dias alternados.

Avaliação

Textura, Aplicação e Rendimento: 4 (Bons)

É um gel refrescante, de coloração castanha, fácil aplicação e de excelente rendimento.

Infelizmente, ele não seca totalmente, deixando a pele grudenta ao toque.

Se você aplicar maquiagem depois, a pele deixa de grudar mas se você aplicar apenas o Rosaliac, terá essa sensação durante todo o dia.

Embora seja um concentrado para ser aplicado nas áreas afetadas, eu gosto de aplicá-lo em todo o rosto e no pescoço e, para isso, eu uso 4 pumps. A embalagem pode parecer pequena mas o rendimento é impressionante.

Cheiro: 5 (Ótimo)

Não tem perfume na fórmula, como deve ser um produto verdadeiramente desenvolvido para quem tem pele sensível ou rosácea.

O cheiro é suave e fica imperceptível após aplicado.

Resultados: 5 (Ótimos)

Imediatamente após aplicado, diminui o desconforto da pele irritada, inflamada e/ou seca e diminui levemente a vermelhidão. Essa melhora na vermelhidão vai aumentando conforme as horas passam após a aplicação.

Com o uso contínuo, a pele se torna menos avermelhada e com a tonalidade mais uniforme, menos irritadiça e inflamada e reagindo menos frequentemente.

Obviamente, se você tiver um quadro de rosácea muito grave, ou estiver em meio à uma crise, entenda que o produto vai levar mais tempo para mostrar resultados mas eles são impressionantes.

Embalagem: 4 (Boa)

É um frasco plástico com válvula pump. Para travar e destravar a válvula, basta girá-la.

Infelizmente, as informações sobre o produto estão, essencialmente, apenas na caixinha.

Preço: 1 (mais de R$ 90,00)

O preço médio do produto é de R$ 145,00* mas cuidado! Os preços podem variar de R$ 87,00 até R$ 200,00 entre diferentes pontos de venda.

Facilidade de encontrar: 4 (Fácil de encontrar)

Os produtos da La Roche-Posay, incluindo o Rosaliac, podem ser encontrados facilmente em grandes redes de farmácias e drogarias, tanto em lojas físicas quanto virtuais, e também em lojas especializadas em dermocosméticos.

Lojas virtuais que eu recomendo e que vendem o produto: Época Cosméticos e Drogaria São Paulo.

Segurança da composição: 5 (Risco Baixo)

(O que é isso?)

Composição: Aqua/ Water, Glycerin, Isostearyl Neopentanoate, Butylene Glycol, Pentylene Glycol, Polysorbate 20, Tambourissa Trichophylla Leaf Extract, Glyceryl Acrylate/ Acrylic Acid Copolymer, Dimethicone, Dimethiconol, Ammonium Polyacryldimethyltauramide/ Ammonium Polyacryloyldimethyl Taurate, Disodium EDTA, Acetyl Dipeptide-1 Cetyl Ester.

Score na EWG: 1clique aqui para conferir os níveis de cada um dos componentes.

Legenda indicativa do nível de toxicidade, segundo o Environmental Working Group:

  • Verde: de 1 a 2, risco baixo (classificação no EWG = nota do Blog: 1 = 5 / 2 = 4,5)
  • Laranja: de 3 a 6, risco moderado (classificação no EWG = nota do Blog: 3 = 4 / 4 = 3,5 / 5 = 3 / 6 = 2,5)
  • Vermelho: de 7 a 10, risco alto (classificação no EWG = nota do Blog: 7 = 2 / 8 = 1,5 / 9 = 1 / 10 = 0,5)

Componentes não indicados para pessoas com rosácea e/ou pele sensível:

  • Não há componentes prejudiciais para esses casos.

Recapitulando…

Textura, aplicação e rendimento: 4 x 2 = 10
Cheiro: 5 x 2 = 10
Resultados: 5 x 3 = 15
Embalagem: 4 x 0,5 = 2
Preço: 1 x 1 = 1
Facilidade de encontrar: 4 x 0,5 = 2
Segurança da composição: 5 x 1 = 5

Média: 4,5

Avaliação Geral: estrela45

Considerações finais:

selo ndm2É caro, eu sei, mas vale cada mísero centavo para quem tem pele sensível ou rosácea e ele rende muito.

Recomendo especialmente para quem tem a pele muito seca, que fica irritada e vermelha com frequência.

Eu o coloquei na minha lista de Produtos , não só pelos seus resultados incríveis mas também pela sua formulação perfeita, sendo um dos produtos com o menor score (pontuação) no ranking de toxicidade do EWG.

E vocês, conhecem o Rosaliac? Contem para a gente nos comentários!

Beijocas e até o próximo post.

Fabi.


(*) Médias de preços pesquisadas na data deste post. Podem sofrer alterações.

Drops: Lipikar Loção (La Roche-Posay)

Oi, pessoal, tudo bem?

post de hoje é com a resenha de um dos produtos que eu recebi na minha Glambox “Fashion & Health”, edição de Maio de 2016.

Trata-se do Lipikar, um hidratante corporal fluido da La Roche-Posay.

Confiram abaixo todas as informações sobre o produto.

Lipikar Loção

Marca: La Roche-Posay

Fabricante: Procosa Produtos de Beleza Ltda. (fabricado no Brasil e formulado na França)

Descrição: hidratante corporal fluido

Conteúdo: 200ml e 400ml

O que promete:
Loção hidratante sem perfume e sem parabenos. Com Niacinamida, para acalmar a pele seca. Textura fluida e fresca, de rápida absorção.

Utilização:
Aplicar 1 ou 2 vezes por dia, massageando suavamente, sobre a pele previamente limpa com um produto suave.

Cuidados e Precauções:
Uso externo.

Composição: Aqua/ Water, Glycerin, Niacinamide, Dimethicone, Paraffinum Liquidum/ Mineral Oil, Caprylic/ Capric Triglyceride, Ammonium Acryloyldimethyltaurate/ Steareth-25 Methacrylate Crosspolymer, Propylene Glycol, Brassica Campestris Oleifera Oil/ Rapeseed Seed Oil, Dimethiconol, Isohexadecane, Disodium Edta, Caprylyl Glycol, Xanthan Gum, Polysorbate 80, Acrylamide/ Sodium Acryloyldimethyltaurate Copolymer, Butyrospermum Parkii Butter/ Shea Butter, Phenoxyethanol.

O teste: Usei conforme indicado na embalagem.

Avaliação

Textura, Aplicação e Rendimento: 4 (Bons)

É um creme fluido, quase gel, bem refrescante, que espalha com facilidade e rende muito.

Achei que demora um pouco para ser absorvido e, enquanto isso não acontece, a pele fica grudenta.

Cheiro: 5 (Ótimo)

Produto sem perfume, perfeito para quem tem pele sensível como a minha.

O cheiro é muito suave e, depois que o creme é absorvido pela pele, fica praticamente imperceptível.

Resultados: 3 (Regulares)

Alivia a pele ressecada instantaneamente, e traz uma sensação de hidratação.

No entanto, essa sensação vai embora logo após o primeiro banho e apele volta à estava zero, como se não tivesse sido hidratada.

Embalagem: (Este quesito não será avaliado pois o produto testado é uma amostra grátis).

Preço: 2 (entre R$ 65,01 e R$ 90,00)

O preço médio da embalagem de 200ml é de R$ 70,00* mas é muito importante pesquisar bastante os preços antes de comprar. Os valores podem variar de pouco mais de R$ 50,00 até mais de R$ 80,00!

Facilidade de encontrar: 4 (Fácil de encontrar)

Os produtos da La Roche-Posay podem ser encontrados com facilidade em redes de farmácias e drogarias, além de lojas de cosméticos.

Também é bem fácil encontrar o produto online. Para pesquisar preços em lojas virtuais, clique aqui.

Segurança da composição: 4,5 (Risco Baixo)

(O que é isso?)

Composição: Aqua/ Water, Glycerin, Niacinamide, Dimethicone, Paraffinum Liquidum/ Mineral Oil, Caprylic/ Capric Triglyceride, Ammonium Acryloyldimethyltaurate/ Steareth-25 Methacrylate Crosspolymer, Propylene Glycol, Brassica Campestris Oleifera Oil/ Rapeseed Seed Oil, Dimethiconol, Isohexadecane, Disodium Edta, Caprylyl Glycol, Xanthan Gum, Polysorbate 80, Acrylamide/ Sodium Acryloyldimethyltaurate Copolymer, Butyrospermum Parkii Butter/ Shea Butter, Phenoxyethanol.

Score na EWG: 2clique aqui para conferir os níveis de cada um dos componentes.

Legenda indicativa do nível de toxicidade, segundo o Environmental Working Group:

  • Verde: de 1 a 2, risco baixo (classificação no EWG = nota do Blog: 1 = 5 / 2 = 4,5)
  • Laranja: de 3 a 6, risco moderado (classificação no EWG = nota do Blog: 3 = 4 / 4 = 3,5 / 5 = 3 / 6 = 2,5)
  • Vermelho: de 7 a 10, risco alto (classificação no EWG = nota do Blog: 7 = 2 / 8 = 1,5 / 9 = 1 / 10 = 0,5)

Componentes não indicados para pessoas com rosácea e/ou pele sensível:

  • Não há componentes prejudiciais para esses casos.

Recapitulando…

Textura, aplicação e rendimento: 4 x 2 = 8
Cheiro: 5 x 2 = 10
Resultados: 3 x 3 = 9
Embalagem: quesito não avaliado
Preço: 2 x 1 = 2
Facilidade de encontrar: 4 x 0,5 = 2
Segurança da composição: 4,5 x 1 = 4,5

Média: 3,75

Avaliação Geral: estrela4

Considerações finais:

No final das contas, não achei grande coisa. É uma pena!

Eu achei que poderia ser um bom substituto para o Fisiogel, que a Stiefel acabou modificando a fórmula e colocando parabenos na composição.

Pode ser uma boa opção para quem realmente não pode usar produtos com perfume ou parabenos mas que não tem uma pele extrasseca como a minha. No corpo, a minha tolerância é maior do que no rosto, e eu ainda posso usar hidratantes corporais com perfume, ainda bem.

E vocês, já usaram o Lipikar Loção? Contem para a gente nos comentários.

Beijocas e até o próximo post.

Fabi.


(*) Média de preço pesquisada na data deste post. Pode sofrer alterações.

Testei: Cicaplast Baume B5 (La Roche-Posay)

Oi, pessoal, tudo bem?

A resenha de hoje é com o segundo produto que eu recebi na ação La-Roche Posay da The Insiders Brasil.

Eu já falei aqui no blog sobre o Cicaplast Lábios e se você não viu essa resenha, é só clicar aqui.

Se você não sabe como funciona o The Insiders Brasil, segue uma pequena explicação. 🙂

É um site no qual você se cadastra, preenche alguns de seus dados e, sempre que eles tiverem alguma campanha de produtos (tem cosméticos, alimentos, produtos de higiene e limpeza, tudo e mais alguma coisa), eles te enviam um e-mail solicitando o preenchimento de um questionário. Se a marca do produto gostar de suas respostas e achar que você tem o perfil que eles procuram, você receberá na sua casa um kit de produtos para testar e contar nas redes sociais como foi a sua experiência.

Quanto mais você participa de campanhas e interage, enviando fotos, informações e opiniões, mais pontos pode ganhar e, quanto mais pontos tiver, maior a probabilidade de ser escolhida(o) para futuras campanhas.

Se você gostou da ideia e quer ter a oportunidade de participar das próximas campanhas, clique aqui e faça seu cadastro. Você já receberá 10 pontos de brinde.:)

Enfim… voltemos ao post.

A campanha era específica sobre o Cicaplast Lábios mas as participantes receberam também o Cicaplast Baume B5.

Há muitos anos, eu usava uma outra versão do Cicaplast, que se chamava apenas Cicaplast e tinha outra composição e outra textura. Eu não sei se nessa época a composição levava Panthenol mas, de qualquer forma, na época eu não tinha problemas com o uso dessa substância no meu rosto.

Após o problema com a dermatite perioral, meu organismo criou uma certa intolerância ao panthenol e, frequentemente, algum produto com o componente me dá algum tipo de reação, quando aplicado no rosto ou próximo a ele. Tive sorte com o Cicaplast Lábios, que não me deu reação relacionada à pele.

O que acontece é que eu usava bastante o Cicaplast porque ele funcionava como um protetor para a pele. Quando a fórmula foi modificada e ele passou a ser vendido como Cicaplast Baume B5, eu já tinha passado pela dermatite e não quis arriscar o uso pois sabia da presença do Panthenol na fórmula.

Tendo recebido o produto nessa ação, fiquei estimulada em testar e confirmar – ou não – a minha desconfiança.

Quer saber mais? É só continuar a leitura. 🙂

Cicaplast Baume B5

Marca: La Roche-Posay

Fabricante: Procosa Produtos de Beleza Ltda.

Descrição: cuidado multirreparador calmante

Conteúdo: 20ml ou 40ml

O que promete:
Acalma e repara a pele, auxiliando em sua renovação natural, devido à fórmula que associa: Madecassoside, Cobre+Zinco+Manganês e Pantenol 5%.

Protege a pele, através de sua textura rica, nutritiva e não oleosa.

Indicação:
Pele sensibilizada, prevenção de assaduras, lábios fragilizados, descamações, alívio da sensação de queimaduras solares, ressecamento intenso, pós-procedimentos dermatológicos*, desconfortos cutâneos. Tolerância ótima testada em pele sensível.
* Pós-procedimentos: laser e peeling. Uso em pele íntegra.

Modo de usar:
Aplicar 2 vezes ao dia, na pele previamente limpa e seca. Pode ser aplicado em camada espessa. Evitar o contorno dos olhos.

Resultados:
A pele é reparada e acalmada, reencontrando confroto e suavidade.

Precauções:
Não há informações na embalagem.

Composição: Aqua/ Water, Hydrogenated Polyisobutene, Dimethicone, Glycerin, Butyrospermum Parkii Butter/ Shea Butter, Panthenol, Aluminum Starch Octenylsuccinate, Butylene Glycol, Propanediol, Cetyl PEG/PPG-10/ 1 Dimethicone, Trihydroxystearin, Zinc Gluconate, Madecassoside, Manganese Gluconate, Magnesium Sulfate, Disodium Edta, Propylene Glycol, Copper Gluconate, Acetylated Glycol Stearate, Polyglyceryl-4 Isostearate, Sodium Benzoate, Phenoxyethanol, Chlorhexidine Digluconate, CI 77891/ Titanium Dioxide.

O teste: Apliquei em áreas mais ressecadas do corpo, uma ou duas vezes por dia. Testei também a aplicação no rosto mas conto os detalhes no decorrer da resenha. 😉

Avaliação

Textura, Aplicação e Rendimento: 4 (Bons)

É um creme denso, com textura de pomada. Lembra muito Bepanthol Derma mas é menos pegajoso.

Espalha com suavidade e facilidade sobre a pele e rende muito.

Minha única observação é de que ele não é absorvido rapidamente pela pele, que acaba ficando um pouquinho grudenta (detesto!).

Cheiro: 5 (Ótimo)

Não tem perfume e o cheiro é tão suave que desaparece pouco tempo após a aplicação.

Resultados: 4 (Bons)

É excelente para áreas muito ressecadas, ajudando a recuperar e proteger a pele.

Infelizmente, a aplicação direta no meu rosto, como eu suspeitava, acabou irritando minha pele. Provavelmente devido ao panthenol, como expliquei no início do post.

O que eu mais gostei é que ele acalma a pele extrasseca instantaneamente, eliminando a sensação de repuxamento.

Embalagem: 3 (Regular)

Bisnaga plástica fosca com textura “emborrachada” e tampa de rosca.

Já mencionei centenas de vezes aqui no blog que eu não gosto de tampa de rosca. Não acho prática. Sou chata.

A composição do produto está contida apenas na caixinha, o que eu não acho muito legal porque a gente geralmente joga a caixinha fora e, numa emergência (em caso de ingestão do produto por uma criança ou animal, por exemplo), é muito importante ter a composição do produto para ser levada ao médico ou veterinário.

Além disso, achei muito estranho o fato de não ter qualquer informação sobre cuidados e precauções, nem na caixa, nem na bisnaga.

Preço: 4 (entre R$ 15,01 e R$ 40,00)

O preço médio do produto em pontos de venda é de R$ 23,00* para a embalagem de 20ml.

Facilidade de encontrar: 4 (Fácil de encontrar)

Os produtos da La Roche-Posay são fáceis de encontrar. São vendidos em farmácias, drogarias e quaisquer outros pontos comerciais que trabalhem com dermocosméticos.

Também é fácil encontrar em lojas virtuais e se você quiser fazer uma pesquisa de preços, é só clicar aqui.

Segurança da composição: 3 (Requer atenção)

(O que é isso?)

Composição: Aqua/ WaterHydrogenated PolyisobuteneDimethiconeGlycerinButyrospermum Parkii Butter/ Shea ButterPanthenolAluminum Starch OctenylsuccinateButylene GlycolPropanediolCetyl PEG/PPG-10/ 1 DimethiconeTrihydroxystearinZinc GluconateMadecassosideManganese GluconateMagnesium SulfateDisodium EdtaPropylene GlycolCopper GluconateAcetylated Glycol StearatePolyglyceryl-4 IsostearateSodium BenzoatePhenoxyethanolChlorhexidine DigluconateCI 77891/ Titanium Dioxide.

Legenda indicativa do nível de toxicidade de cada componente, segundo o Environmental Working Group:

  • Verde-Claro e Verde-Escuro: de 0 a 2, nível baixo
    (0 = verde-claro, 1 a 2 = verde-escuro)
  • Laranja: de 3 a 6, nível médio;
  • Vermelho e Vinho: de 7 a 10, nível alto
    (7 a 8 = vermelho, 9 a 10 = vinho)

Componentes não indicados para pessoas com rosácea e/ou pele sensível:

  • Não há componentes prejudiciais para esses casos.

Recapitulando…

Textura, aplicação e rendimento: 4 x 2 = 8
Cheiro: 5 x 2 = 10
Resultados: 4 x 3 = 12
Embalagem: 3 x 0,5 = 1,5
Preço: 4 x 1 = 4
Facilidade de encontrar: 4 x 0,5 = 2
Segurança da composição: 3 x 1 = 3

Média: 4,05

Avaliação Geral: estrela4

Considerações finais:

Continua sendo um excelente produto e eu sinto muito que não possa mais usá-lo no rosto, já que eu tenho a pele extrasseca e a hidratação e proteção promovidas pelo produto seriam de grande valia no cuidado do meu rosto.

Se você tem muito ressecamento na pele e não tem qualquer problema com o uso do Panthenol, recomendo muito o uso do Cicaplast Baume B5. Você provavelmente sentirá a diferença já na primeira aplicação.

E você, já usou o Cicaplast Baume B5? Conte para a gente nos comentários. 🙂

Beijocas e até o próximo post.

Fabi.


(*) Média de preço pesquisada na data deste post. Pode sofrer alterações.

Testei: Cicaplast Lábios (La Roche-Posay)

Oi, pessoal, tudo bem?

No início do mês de Março eu recebi um e-mail informando que eu havia sido escolhida para participar da campanha Cicaplast Lábios da The Insiders Brasil.

Eu já participei de algumas campanhas deles e sempre foi muito divertido. A última campanha da qual eu participei foi a do Amopé Pedi Perfect e você pode conferir todos os posts de resenhas clicando aqui.

Primeiro, gostaria de explicar rapidamente o que é e como funciona a The Insiders Brasil.

É um site no qual você se cadastra, preenche alguns de seus dados e, sempre que eles tiverem alguma campanha de produtos (tem cosméticos, alimentos, produtos de higiene e limpeza, tudo e mais alguma coisa), eles te enviam um e-mail solicitando o preenchimento de um questionário. Se a marca do produto gostar de suas respostas e achar que você tem o perfil que eles procuram, você receberá na sua casa um kit de produtos para testar e contar nas redes sociais como foi a sua experiência.

Quanto mais você participa de campanhas e interage, enviando fotos, informações e opiniões, mais pontos pode ganhar e, quanto mais pontos tiver, maior a probabilidade de ser escolhida(o) para futuras campanhas.

Se você gostou da ideia e quer ter a oportunidade de participar das próximas campanhas, clique aqui e faça seu cadastro. Você já receberá 10 pontos de brinde. 🙂

Enfim… voltemos à campanha Cicaplast Lábios.

No início do mês de Março eu recebi o kit da campanha (com um Cicaplast Lábios, um Cicaplast Baume, 20 amostras do Cicaplast Lábios para distribuir e coletar opiniões e um necessaire prateado lindo!). Olha só:

Eis que eu obviamente testei os produtos e hoje vou contar para vocês como foi a minha experiência com o Cicaplast Lábios.

Cicaplast Lábios

Marca: La Roche-Posay

Fabricante: Procosa Produtos de Beleza Ltda.

Descrição: reparador labial

Conteúdo: 7,5ml

O que promete:
A Inovação MP-Lipides ajuda a reconstruir a barreira cutânea nas suas múltiplas dimensões, associada ao Pantenol 5% para reparação e alívio. A sua textura cria uma camada protetor que isola a pele contra as agressões externa, repara e alivia.

Utilização:
Aplicar sempre que necessário.

Indicações:
Lábios, zonas ressecadas e fragilizadas.

Resultados:
Lábios reparados e protegidos contra as agressões externas.

Precauções:
Não há informação na embalagem.

Composição: Caprylic/ Capric Triglyceride, PPG-5 Pentaerythrityl Ether, Butyrospermum Parkii Butter/ Shea Butter, Cera Alba/ Beeswax, Panthenol, Hydrogenated Vegetable Oil, Ethylhexyl Palmitate, Silica Silylate, Polybutene, Glycine Soja/ Soybean Sterols, Aqua/ Water, Sodium Saccharin, Myristyl Malata Phosphonic Acid, Pentaerythrityl Tetra-Di-T-Butyl Hydroxihydrocinnamate.

O teste: Apliquei diariamente, de 2 a 3 vezes por dia.

Avaliação

Textura, Aplicação e Rendimento: 5 (Ótimos)

É praticamente um sérum, denso e translúcido, muito cremoso e fácil de aplicar.

A textura é muito macia, espalha com suavidade sobre os lábios e rende muito!

Cheiro e sabor: 4 (Bons)

O produto não tem cheiro, nem perfume, o que é ótimo, principalmente para quem tem pele sensível.

O que eu achei estranho é que, na primeira aplicação, por ter passado muito produto, acabei sentindo que ele tem um gosto um pouquinho desagradável. É claro que ninguém vai comer o produto (assim eu espero – risos) e que eu não fiz isso mas depois de aplicar, encostei a língua nos lábios e notei que o gosto é meio esquisito.

Resultados: 2 (Ruins)

Instantaneamente, ele traz a sensação de lábios protegidos e uma grande sensação de alívio, principalmente para quem tem muito ressecamento labial e os lábios chegam a “repuxar”, descamar, muitas vezes até sangram.

Quando eu usei a primeira vez, apliquei à noite e, ao acordar, notei que toda a pele dos lábios que estava descamando estava amolecida e foi fácil remover esse excesso de pele ressecada passando uma toalha sobre os lábios, após o banho.

Depois de 3 dias consecutivos de uso, aplicando de 2 a 3 vezes por dia, notei que os lábios estavam mais hidratados, sem sinal de ressecamento ou descamação.

No entanto, a partir de então, a situação se inverteu completamente e meus lábios ressecaram de tal maneira que eu precisei recorrer ao meu Ultrabalm da Lush. Depois que consegui recuperar a hidratação dos lábios, fiz uma nova tentativa com o Cicaplast Lábios e, mais uma vez, meus lábios ressecaram após 3 dias de uso.

Embalagem: 4 (Boa)

É uma bisnaga plástica com tampa de rosca e bico aplicador com uma ponta chanfrada.

O produto sai pelo orifício central ao pressionar a bisnaga e, com a ponta, é possível espalhar o produto sobre os lábios, sem melecar os dedos.

A tampa de rosca não é das minhas preferidas e as informações sobre o produto estão contidas apenas na caixinha. Na bisnaga, apenas a indicação de uso e as inscrições “Sem Parabenos. Sem Perfume.”

Preço: 4 (entre R$ 15,01 e R$ 40,00)

O preço médio do produto é de R$ 29,00* nos pontos de venda.

Facilidade de encontrar: 4 (Fácil de encontrar)

O produto pode ser encontrado facilmente em farmácias e drogarias (tanto lojas físicas quanto lojas virtuais) e também em algumas lojas virtuais de cosméticos.

Para pesquisar preços do produto em lojas virtuais, clique aqui.

Segurança da composição: 4 (Seguro)

(O que é isso?)

Composição: Caprylic/ Capric Triglyceride, PPG-5 Pentaerythrityl Ether, Butyrospermum Parkii Butter/ Shea Butter, Cera Alba/ Beeswax, Panthenol, Hydrogenated Vegetable Oil, Ethylhexyl Palmitate, Silica Silylate, Polybutene, Glycine Soja/ Soybean Sterols, Aqua/ Water, Sodium Saccharin, Myristyl Malata Phosphonic Acid, Pentaerythrityl Tetra-Di-T-Butyl Hydroxihydrocinnamate.

Legenda indicativa do nível de toxicidade de cada componente, segundo o Environmental Working Group:

  • Verde-Claro e Verde-Escuro: de 0 a 2, nível baixo
    (0 = verde-claro, 1 a 2 = verde-escuro)
  • Laranja: de 3 a 6, nível médio;
  • Vermelho e Vinho: de 7 a 10, nível alto
    (7 a 8 = vermelho, 9 a 10 = vinho)

Componentes não indicados para pessoas com rosácea e/ou pele sensível:

  • Não há componentes prejudiciais para esses casos.

Recapitulando…

Textura, aplicação e rendimento: 5 x 2 = 10
Cheiro e sabor: 4 x 2 = 8
Resultados: 2 x 3 = 6
Embalagem: 4 x 0,5 = 2
Preço: 4 x 1 = 4
Facilidade de encontrar: 4 x 0,5 = 2
Segurança da composição: 4 x 1 = 4

Média: 3,6

Avaliação Geral: estrela35

Considerações finais:

Acho que esse foi o produto com o qual eu mais me decepcionei com os resultados até hoje, principalmente porque inicialmente ele foi extremamente eficaz e rápido.

Não tive qualquer tipo de problema com a presença de panthenol na fórmula (quem acompanha o blog sabe que meu organismo tem uma certa intolerância com os derivados do complexo B), a composição no geral é bem segura, o preço é muito bom, a marca é superconceituada, a embalagem é bem prática e, de repente… com o uso contínuo do produto os resultados foram totalmente inversos aos resultados prometidos pela marca e que eu obtive nas duas primeiras semanas de uso.

Eu vou deixar para usá-lo apenas nas situações de emergência, quando os lábios estão tão ressecados que descamam, repuxam e, por vezes, até sangram. E, assim que os lábios estiverem recuperados, suspender o uso.

Enfim… fiquei muito triste com o desempenho do Cicaplast Lábios e espero que, para outras pessoas, ele funcione sempre bem, hidratando e protegendo os lábios e não os ressecando. 😦

E vocês, já usaram o Cicaplast Lábios? Contem para a gente nos comentários!

Beijocas e até o próximo post.

Fabi.


(*) Média de preço pesquisada na data deste post. Pode sofrer alterações.

Rosácea x Dermatite Perioral: O que eu aprendi com um diagnóstico errado…

Olá, meninas, etraudo bem?

O post de hoje é bem ‘técnico’, eu acho… mas eu decidi escrevê-lo pois passei por hoguns problemas de pele, incluindo um diagnóstico errado, e notei a escassez e controvérsias de informações a respeito na internet. Imagino que outras pessoas com o mesmo problema tenham feito buscas desesperadas por respostas, assim como eu, então acredito que meu ‘depoimento’ possa ajudá-las.

Vamos começar voltando uns 12 anos, para que a situação fique melhor explicada.

Quando eu tinha 21 anos (hoje estou com 33), procurei a ajuda de uma dermatologista pois tinha uma problema sério de acne severa (aquelas espinhas internas, popularmente chamadas de ‘acne cística’), e fui determinada a pedir um tratamento com Roacutan (medicamento da Roche à base de Isotretinoína). Realizei o tratamento durante seis meses, sem grandes problemas (minha única reação ao remédio foi o ressecamento dos lábios) e acabamos descobrindo que o que causava o meu problema com a acne era o excesso de medicação com vitaminas do complexo B (na verdade, a maior parte das pessoas desenvolve esse tipo de acne quando ingere vitaminas do complexo B em excesso e nem sabe). De qualquer forma, o caso já estava avançado e não regrediria sozinho. O meu problema estava relacionado com o uso de Dramin B6.

Terminei o tratamento e minha pele ficou 100%, salvo uma espinha ou outra que eventualmente aparecia no período menstrual, o que é perfeitamente comum.

Há coisa de um ano, mais ou menos, comecei a notar que minha pele da bochecha direita ficava muito avermelhada em determinados períodos do dia, e algumas vezes ficava dias sem a vermelhidão. Cheguei a ir à dermatologista, e ela me disse que eu estava com a pele sensível ao frio (era inverno) e me receitou o uso da pomada Advantan (por no máximo 7 dias) e protetor solar, sempre.

O quadro melhorou por alguns meses mas voltou a aparecer com muita intensidade em Janeiro deste ano, acompanhado de pequenas ‘bolinhas’ na pele, nas regiões do queixo, buço e entre as sobrancelhas. Essas ‘bolinhas’ eram bem parecidas com espinhas, mas não inflamavam internamente, acumulando o pus que sempre acompanha uma espinha ‘comum’. Na época, eu utilizava um ácido formulado, receitado pela dermatologista para diminuição do aparecimento de sinais de expressão (nome bonito pra anti-rugas… risos), que continha um corticóide e notei que, quando eu usava esse ácido as bolinhas sumiam, quando eu deixava de usar, elas voltavam. Mas, por ser corticóide, não é aconselhável o uso deste ácido por longos períodos, e eu fiquei me questionando como poderia parar com o creme se eu ficava com a pele com esse problema sempre que descontinuava o uso.

Bem, lá fui eu consultar uma dermatologista (que não foi a mesma que me receitou Roacutan há anos, porque na ocasião ela atendia o meu convênio e agora ela só atende particular – e a consulta é cara). A médica então me disse que aqueles sintomas eram de rosácea (uma doença de pele sem cura, que tem apenas controle, que os médicos não sabem por que aparece, e que mesmo o tal ‘controle’ é difícil e à base de medicamentos caros que nada mais são que antibióticos. Como não se sabe o que causa a rosácea, não existem medicamentos específicos, e o tratamento se resume ao uso combinado de antibióticos orais e tópicos (para passar diretamente na pele).

Voltei pra casa muito desanimada porque já tinha lido sobre rosácea e sabia que, tendo esse diagnóstico, teria de conviver com crises o resto da vida. É fato que muitas pessoas portadoras da doença sofrem com crises de depressão, pois há dias em que a pele fica tão vermelha e com tantas dessas bolinhas – chamadas de pústulas – que a gente não quer nem se olhar no espelho, quanto mais sair na rua e ver outras pessoas. Principalmente pela falta de informação sobre a doença, as outras pessoas tem receio de ser contagioso, ou olham para você com certo nojo, como se a causa do problema fosse falta de higiene ou algo assim. É realmente horrível e comigo não foi diferente.

A dermatologista então me disse para que eu parasse com o ácido com corticóide e passasse a usar Elidel (uma pomada antibiótica caríssima, que custa em média R$ 250,00 uma bisnaga com 30g) duas vezes ao dia e, apenas durante o dia, aplicasse o protetor solar (eu uso um formulado pela dermatologista – aquela do Roacutan) em seguida e então voltasse 30 dias depois. Para lavar o rosto, apenas Cetaphil Loção.

Foi aí que o meu pesadelo piorou. A pomada é densa e oleosa, obstrui os poros, e eu ganhei pelo menos uma espinha interna gigante por semana. Inflamava e doía, e mal uma tinha ido embora já aparecia outra. Além disso, as pústulas que antes eram bem pequenas e só apareciam no queixo e no buço, tomaram conta de todo o lado direito do meu rosto, que coçava, ardia, e ficava vermelho como um pimentão e cheio dessas ‘pseudo-espinhas’.

Retornei na dermatologista 30 dias depois e ela disse que reduziríamos o uso da Elidel para apenas uma vez ao dia, durante a noite, e durante o dia era para eu passar Effaclair Duo, da La Roche Posay.

Saí do consultório, passei na farmácia e comprei o tal creme.

Chegando em casa, lavei o rosto (pois havia passado protetor solar antes de sair de casa) e lá fui eu passar o Effaclair. Pra que? Era como seu eu tivesse passado álcool e ateado fogo… começou a coçar, ardeu, ficou muito vermelho e, mesmo depois de ter lavado o rosto novamente, para retirar o produto, levou horas até que a pele acalmasse (com a ajuda de caros mls de água termal).

No dia seguinte, marquei novamente consulta com a dermatologista, para a mesma semana.

Expliquei a situação e ela disse que então testaríamos o Normaderm, da Vichy. “Lá vamos nós com mais dinheiro jogado fora”, pensei eu. Mas por sorte ela tinha amostras grátis do Normaderm e me arrumou algumas para que eu nāo tivesse que comprar de novo e a minha pele não se adaptar.

Mais uma vez, fui pra casa, lavei o rosto, e passei o Normaderm como indicado. Dez minutos depois, a mesma reação do Effaclair.

Desisti desses creminhos e passei a aplicar a Elidel à noite e o protetor solar durante o dia e retornei à médica um mês depois.

Meu rosto melhorou e piorou várias vezes durante esse período, sem que eu entendesse e sem explicações da médica que, ao saber da reação negativa da minha pele ao Normaderm apenas me disse que eu teria que ‘continuar usando Elidel, e SÓ Elidel, até que minha pele deixasse de ter essas reações espontâneas’. Mais decepcionada que nunca, voltei pra casa decidida a procurar a outra dermatologista (a que eu citei no início deste post, responsável pelo meu tratamento com Roacutan), mesmo tendo de arcar com o valor salgado da consulta.

Chegando lá, expliquei toda a saga, dos sintomas iniciais, ao tratamento com Elidel e as crises recorrentes.

Ela achou muito o estranho o diagnóstico e partiu para uma observação mais detalhada, com aquelas lentes com iluminação que os dermatologistas usam para avaliar a situação e diagnosticou não rosácea, mas dermatite perioral, que leva esse nome por geralmente se concentrar na região em torno da boca mas que, sem tratamento, pode atingir todo o rosto. O que era quase o meu caso, pois todo o lado direito do meu rosto estava tomado pela inflamação.

(Update 23.Junho.2015: essa médica em questão não trabalha mais na área médica. Está atuando em outra área e não tem intenção de retornar à medicina. Não tenho outro médico dermatologista para indicar mas muitos foram citados por leitores nos comentários neste post. Caso queira indicações de médicos, por favor, pesquise nos comentários.)

E então partimos para o tratamento correto, com antibiótico oral (Tetralysal 500mg, um comprimido por dia, durante 3 meses), e dois produtos formulados, um sabonete líquido com sulfacetamida sódica e enxofre e um antibiótico tópico (para passar diretamente no rosto) com clindamicina, metronidazol, hidrocortisona e alfadisabolol. Todos esses medicamentos só são vendidos ou formulados com receita médica. Então, se você tem esse problema e gostaria de fazer o tratamento, precisa conversar com um bom dermatologista para que ele avalie o seu caso e te passe uma prescrição.

O antibiótico tópico contém, sim, corticoide, mas ele estava lá em baixa concentração e por um motivo: como eu havia usado corticoide durante muito tempo, a minha pele precisava passar por uma espécie de ‘desmame’ dessa substância. Assim, esse medicamento foi feito uma única vez, para ser usado até que acabasse, com corticoide em baixa concentração, para que então a minha pele pudesse voltar a ficar sadia sem o uso desse tipo de componente.

Ela também me orientou sobre produtos que geralmente causam esse tipo de dermatite, e os mais comuns são a pasta de dentes e esmaltes para as unhas.

Sobre os esmaltes para as unhas, expliquei a ela que eu sempre tinha usado toda e qualquer marca, desde os doze anos, quando comecei a fazer as unhas em casa, e nunca havia tido problemas e então veio a surpresa… Você pode ter usado o produto que for durante toda a sua vida e, de repente, passar a ter alergia. O organismo pode desenvolver uma alergia no decorrer dos anos, sem que você perceba.

E assim, eu excluí da minha vida todo e qualquer esmalte que não seja pelo menos 3free (3free é o termo utilizado para esmaltes livres de 3 substâncias prejudiciais e causadoras de alergia: tolueno, formaldeído (ou formol) e dybutil).

No meu caso houve outra questão… eu havia mudado a minha pasta de dentes há algum tempo, e quando puxei pela memória, notei que o problema havia começado justamente na época em que fiz a troca. Pesquisando sobre isso na internet, descobri até comunidades de pessoas com alergia à mesma pasta, cujo nome não vou citar, já que outras pessoas tiveram problemas judiciais com a marca depois de citá-la na Internet como fonte de alergia. O pessoal que teve problemas diz apenas ‘a pasta de dentes da embalagem azul’. É uma marca muito conceituada, que faz de fio dental a enxaguatório bucal. O resultado para os dentes pra mim foi ótimo, mas prejudicou a minha pele. Deixei de usá-la e voltei para a Close Up Whitening, que eu usava antes do problema aparecer.

O tratamento durou três meses, e embora a dermatite tenha sido curada, minha pele mudou radicalmente. Passou de mista para seca e sensível. Assim, alguns hábitos meus e produtos que eu usava tiveram que ser modificados. Os cremes que passo no rosto são formulados ou para pele extremamente sensível (Avene, Clinique ou a linha Toleriane da La Roche Posay), os esmaltes, como eu disse, pelo menos 3free, protetor solar, apenas físico, nunca químico.

Ou seja, é algo bem delicado e que varia muito de pessoa pra pessoa. Por isso é muito importante um diagnóstico correto e uma longa conversa com um bom dermatologista. Só um bom profissional pode ajudar a diagnosticar corretamente e prescrever o melhor tratamento para o seu caso.

Se você tiver alguma dúvida, fique à vontade para perguntar. Relembrando que eu não sou médica, mas se a sua questão for sobre sintomas ou efeitos colaterais do meu tratamento, por exemplo, podemos trocar experiências.

Quem já passou por esse problema, ou ainda passa, ou até mesmo sofre de rosácea, sabe que é uma causa de depressão quase constante, principalmente para quem tem o mínimo de vaidade, e não há muito espaço pra conversar sobre o assunto, nem mesmo na internet. Procurei por vários logo que fui diagnosticada erroneamente como portadora de rosácea e só encontrei fóruns muito antigos, sem informações atualizadas.

É isso, meninas. Desculpem o post enorme e só com “blá-blá-blá”, mas eu acho que informação nunca é demais.

Beijocas a todas e até amanhã com as unhas da semana. 😉

Demaquilantes

Olá, meninas, tudo bem?

Eu sei que estive ausente nos últimos dias, mas estou de volta…

Para quem está passando aqui pela primeira vez, já conferiu os sorteios do blog? Clique aqui e participe! Tem até uma paleta Nyx com 5 cores de sombras, produtos de maquiagem Abelha Rainha e um kit com 5 esmaltes.

Hoje vamos falar de demaquilantes. Esse produto é essencial para quem gosta de usar maquiagem, pois ele inicia o processo de limpeza da pele.

Eu já tive oportunidade de usar vários demaquilantes e tenho os meus preferidos. No final, cada um tem o seu melhor uso e o seu valor (assim, quando a situação financeira dá uma apertada, podemos correr para aquele mais baratinho, mas que não deixa a desejar para os produtos mais caros).

Já ouvi muitas meninas com uma dúvida bem básica sobre demaquilante: afinal, qual é a diferença entre os demaquilantes definidos ‘para olhos’ e os que não tem essa definição? A diferença é bem simples… os específicos para os olhos geralmente não tem (ou tem em menor quantidade) agentes que podem causar irritação nos olhos. ‘Ah, eu preciso ter os dois?’. Não. Basicamente, o que você usa nos olhos pode ser usado no restante do rosto. Mas nem todo demaquilante que você usa no rosto pode ser usado nos olhos. Certo?

Vamos começar? A ordem em que os produtos aparecem não tem nada a ver com qualidade ou preço do produto, certo?

1) Demaquilante Bifásico para Olhos e Rosto

Marca: O Boticário.

Descrição: Loção demaquilante para olhos e rosto.

Indicação: Todos os tipos de pele.

Modo de usar: Agite bem antes de utilizar, até que as duas fases do produto formem uma loção homogênea. Umedeça um pequeno pedaço de algodão e passe no rosto e pálpebras até que toda a maquiagem seja removida.

O que promete: Retirar efetivamente qualquer maquiagem, inclusive a à prova d’água.

Conteúdo da Embalagem: 120 ml.

Preço: R$ 33,90 (preço válido para o Estado de São Paulo) (*).

Pontos positivos:

  • De fato retira com facilidade toda a maquiagem, mesmo a à prova d’água;
  • Preço aceitável;
  • Não tive problemas com irritação dos olhos;
  • Dura bastante, mesmo usando diariamente. Só um pouquinho do produto em um algodão remove bastante maquiagem.

Pontos negativos:

  • Para mim, deixa a pele bastante oleosa após a aplicação. Nada que uma lavagem no rosto com um bom sabonete não resolva, mas ainda assim, me incomoda um pouco. Para quem tem pele seca, ele deve ser ótimo. Como a minha é mista para oleosa, é um pouco complicado.

Avaliação:

`*•..,¸@@•*´¨`*•,@@¸.•*´¨`*•@@¸.•*´¨`*•.¸@@¸•*´

2) Loção Demaquilante para a área dos olhos

Marca: Nívea.

Descrição: Loção demaquilante para a região dos olhos.

Indicação: Todos os tipos de pele. Testada oftalmologicamente.

Modo de usar: Aplique delicadamente o produto com algodão e limpe os cílios e pálpebras.

O que promete: Não oleosa e com pró-vitamina B5, remove a maquiagem da sensível área dos olhos, exceto à prova d’água.

Conteúdo da Embalagem: 125 ml.

Preço: R$ 21,75 (preço médio pesquisado em lojas virtuais) (*).

Pontos positivos:

  • Proporciona uma limpeza bem delicada, sem agredir a região dos olhos;
  • Preço baixo;
  • Não tive problemas com irritação dos olhos;
  • Realmente não é oleosa e não deixa pele ‘grudenta’.

Pontos negativos:

  • Não retirar maquiagem à prova d’água. Não é exatamente um problema, porque a própria Nívea diz que não tira. Mas, como o produto é bom e tem um preço bacana, seria ótimo se funcionasse com rímel à prova d’água.

Avaliação:

Clique aqui para pesquisar preços e comprar o seu.

`*•..,¸@@•*´¨`*•,@@¸.•*´¨`*•@@¸.•*´¨`*•.¸@@¸•*´

3) Démaquillant 4 en 1

Marca: Anna Pegova.

Descrição: Loção demaquilante 4 em 1.

Indicação: Todos os tipos de pele.

Modo de usar: Agitar o frasco. Aplicar o produto em um algodão, sem encharcar e passar no rosto todo com movimentos circulares, efetuando a limpeza de pele. Evitar esfregar em demasia as pálpebras para que não escorra dentro dos olhos.

O que promete: Promete cumprir quatro funções: 1) Limpar suavemente todas as impurezas e maquiagem; 2) Demaquilar os olhos sem irritá-los; 3) Tonificar, descongestionar, acalmar e refrescar a pele; 4) Impregnar suavemente a pele de componentes hidratantes.

Conteúdo da Embalagem: 200 ml.

Preço: R$ 132,00 (diretamente nas lojas físicas ou na loja virtual Anna Pegova) (*).

Pontos positivos:

  • ? (Não vocês não viram errado e eu não errei ao digitar… Eu adoro os produtos Anna Pegova, mas em relação a esse, explico: Ok, ele limpa a pele, mas vamos aos problemas…)

Pontos negativos:

  • Nunca consegui usar esse demaquilante na região dos olhos. Por mais ‘sequinho’ que você deixe o algodão, para evitar que o produto escorra para dentros dos olhos, ele sempre causou irritação;
  • Não tonificou, nem descongestionou, nem acalmou, e nem refrescou a pele. Antes pelo contrário, na pele sensível das minhas bochechas ele só fez piorar a sensibilidade;
  • Não vi nada ‘hidratante’, e ainda assim, senti a pele meio oleosa depois;
  • Vamos combinar… é caro pacas.

Avaliação:

`*•..,¸@@•*´¨`*•,@@¸.•*´¨`*•@@¸.•*´¨`*•.¸@@¸•*´

4) Loção para remover maquiagem dos olhos

Marca: Avon.

Descrição: Loção para remover maquiagem dos olhos.

Indicação: Todos os tipos de pele. Testado dermatológica e oftalmologicamente. Não contém fragrância.

Modo de usar: Aplique com algodão embebido com a loção sobre as pálpebras e cílios com suaves movimentos circulares. Remova com algodão ou papel absorvente. Enxágüe com água.

O que promete: Sua fórmula leve e suave promete condicionar e hidratar os cílios e a delicada pele da área dos olhos. Remove rapidamente a maquiagem, inclusive à prova d’água. Pode ser usada em todo o rosto.

Conteúdo da Embalagem: 59 ml.

Preço: R$ 8,00 (preço do catálogo) (*).

Pontos positivos:

  • Não tem fragrância e é testado tanto oftalmológica quanto dermatologicamente. Ou seja, diminui o risco de alergias e irritações;
  • O preço é uma pechincha. Com algumas revendedoras que compram em grande quantidade para revenda direta (seja através de loja virtual ou de pequenos bazares e mercadinhos), você consegue preços ainda mais camaradas;
  • Sua consistência é bem densa (muitas meninas reclamam disso, chega a parecer cola branca) faz com que o produto renda bastante.
  • Dica: esse preço camarada me deu vontade de testá-lo para limpar os pincéis de maquiagem e deu certo. Passo ele primeiro, e depois dou o famoso ‘banhinho’ com shampoo e condicionador para bebês. Ficam mega limpinhos.

Pontos negativos:

  • Eu particularmente não vi nenhuma. Cumpre o que promete, e o preço é mais do que justo. Única coisa que eu diria, devido à reclamações de outras meninas, é a textura ‘cola Tenaz’… Mas não é uma coisa que incomoda a mim, então, na verdade, não tem pontos negativos.

Avaliação:

`*•..,¸@@•*´¨`*•,@@¸.•*´¨`*•@@¸.•*´¨`*•.¸@@¸•*´

5) Toleriane Dermo-Nettoyant

Marca: La Roche Posay.

Descrição: Gel creme demaquilante para olhos e rosto.

Indicação: Todos os tipos de pele, inclusive as sensíveis. Não contém fragrância. Não contém conservantes. Não contém tensoativos. Hipoalergênico. Testado dermatologicamente.

Modo de usar: Aplique por todo o rosto e pescoço pela manhã e/ou noite, com um algodão, em movimentos cirulares. Limpar cuidadosamente sem esfregar. Repetir a operação se necessário. Não é necessário enxaguar.

O que promete: Com água termal, limpa e demaquila sem agredir.

Conteúdo da Embalagem: 200 ml.

Preço: R$ 58,50 (preço médio pesquisado em lojas virtuais) (*).

Pontos positivos:

  • Não tem fragrância, não tem conservantes, não tem tensoativos, não tem corantes, é hipoalergênico e pode ser usado em peles sensíveis, sem irritar ainda mais. Em resumo, é um sonho;
  • Sua consistência é bem delicada. É um gel-creme (um creme mais ‘molinho’, mais suave);
  • Você tem a opção de não precisar enxaguar depois. Eu particularmente não gosto, prefiro sempre lavar a pele e fazer o resto de todo o meu ritual diário. Mas, é uma opção.

Pontos negativos:

  • Está bem… é caro (mas ainda não é o preço da Anna Pegova). E todo produto para pele sensível custa uma fábula. E este além de ser para pele sensível ainda é importado e da La Roche Posay. Não dava para ser diferente. Portanto, não perde uma estrelinha por ser um pouco mais caro que os demais (exceto Anna Pegova).

Avaliação:

Clique aqui para pesquisar preços e comprar o seu.

`*•..,¸@@•*´¨`*•,@@¸.•*´¨`*•@@¸.•*´¨`*•.¸@@¸•*´

E vocês, meninas? Porque não contam quais os produtos já usaram, se gostaram ou não e porque? Os comentários estão aí para isso.

Beijinhos a todas.

_______________

(*) Preços pesquisados na data desse post. Podem sofrer alterações.

Lábios hidratados e livres de sinais

Ai, que emoção… meu primeiro post no blog (risos)!

Vamos começar falando de uns produtos que eu ADORO e não consigo ficar sem: hidratantes labiais. Não estou falando da boa e velha ‘manteiga de cacau’, mas sim dos mais avançados, com fórmulas anti-idade e complexos de vitaminas.

Você hidrata (ou ao menos deveria) a pele do corpo e do rosto todos os dias, certo? Pois então… os lábios também merecem a mesma ou até mais atenção nos cuidados diários. Pobres em glândulas sebáceas, os lábios estão sempre expostos a fatores externos como o sol, o vento, a poluição, o cigarro e até a fatores físicos. A saliva, por conter sal, favorece ainda mais para o ressecamento.

Com o passar dos anos, a pele delicada dos lábios se torna mais ressecada, perdendo o brilho. Os primeiros sinais se transformam naquelas ruguinhas verticais que aparecem no lábio superior. Aos poucos, o contorno e o volume perdem definição.

As principais causas que determinam o envelhecimento dos lábios, que também afinam com o tempo, são o cigarro, a ação dos músculos e as alterações na arcada dentária.

Já usei hidratantes e anti-idades labiais de várias marcas, e acabei gostando de todos os que testei. Hoje mantenho três, que uso diariamente, em situações e horários diferentes. E uma emergencial, principalmente para o inverno.

Vamos aos detalhes, promessas, preços e opiniões de cada um deles, da esquerda para a direita:

1) Emulsão para Lábios e Contorno dos Lábios

Marca: Natura

Descrição: Com Elastinol+R e vitamina E, suaviza sinais de envelhecimento e redensifica a pele ao redor dos lábios.

Indicação: Mulheres acima de 30 anos.

Modo de usar: Aplique na região dos lábios, massageando com movimentos circulares até completa absorção. Em seguida, aplique seu batom de uso habitual. Pode ser usado de dia e/ou à noite sempre que desejar.

Ativos: Elastinol + R.

FPS (Fator de Proteção Solar): Não tem.

O que promete: Suavizar sinais de envelhecimento e redensifica a pele ao redor dos lábios. Promover firmeza e elasticidade. Recuperar o volume natural dos lábios.

Conteúdo da Embalagem: 15 g.

Preço: R$ 48,60 (*)

Pontos positivos:

  • De textura bem sequinha e com uma absorção super rápida, ele é excelente para passar antes da maquiagem.
  • Tem uma ótima ação anti-idade, reduzindo linhas finas em torno dos lábios, perda de elasticidade e flacidez.

Pontos negativos:

  • Para quem tem os lábios bem ressecados, como os meus, só ele não dá conta do recado. Acabo utilizando mesmo só antes da maquiagem.
  • Não tem FPS.

`*•..,¸@@•*´¨`*•,@@¸.•*´¨`*•@@¸.•*´¨`*•.¸@@¸.•*´

2) Akinésine S.O.S. Lèvres

Marca: Anna Pegova

Descrição: Para cuidados e rejuvenescimento facial.

Indicação: Mulheres de todas as idades.

Modo de usar: Aplique uma pequena quantidade do produto no dedo. Sua textura não-oleosa é rapidamente absorvida com uma leve massagem nos lábios e ao seu redor, permitindo a aplicação em seguida do batom ou gloss. Pode ser aplicado várias vezes por dia e a noite como nutritivo e umectante, tanto nos lábios jovens quanto nos maduros.

Ativos: Colágeno (melhora a firmeza da pele do lábio e ao seu redor), Vitamina E  (promove efeito antioxidante), Peptídeos  (com ação antirrugas) e Ácido Hialurônico (preenche as rugas de dentro para fora, promovendo uma incrível hidratação).

O que promete: O novo produto é incolor, não-oleoso e, além de suavizar as linhas de expressão e sulcos ao redor dos lábios, promete hidratar profundamente a região impedindo o ressecamento e a escamação, e ainda promover um realce imediato nos lábios e à pele ao redor, proporcionando um efeito preenchedor (leve volume). Melhorar visivelmente as marcas e também favorecer a fixação do batom, não permitindo que o mesmo vaze pelos sulcos.

FPS (Fator de Proteção Solar): FPS 6.

Conteúdo da Embalagem: 10 ml.

Preço: R$ 75,00 (*)

Pontos positivos:

  • Este também tem uma ótima absorção. Hidrata mais os lábios do que o da Natura.
  • Tem uma excelente ação anti-idade, reduzindo linhas finas em torno dos lábios, perda de elasticidade e flacidez, definindo melhor o volume e o contorno dos lábios.
  • Tem FPS 6.

Pontos negativos:

  • Preço alto.
  • Quantidade menor.

`*•..,¸@@•*´¨`*•,@@¸.•*´¨`*•@@¸.•*´¨`*•.¸@@¸.•*´

3) Renew Condicionar Labial

Marca: Avon

Descrição: Condicionador Labial com Retinol

Indicação: Mulheres a partir de 25 anos.

Modo de usar: Não menciona, mas basta aplicar nos lábios, como um batom.

Ativos: Retinol e colágeno (reduz linhas finas e rugas e realça o volume dos lábios).

O que promete:Imediatamente aumentar em 159% a hidratação dos lábios. Melhorar em 90% o ressecamento dos lábios. Deixar os lábios muito mais macios e suaves, com aparência mais jovem e saudável.

FPS (Fator de Proteção Solar): FPS 15.

Conteúdo da Embalagem:3,6g

Preço: R$ 30,00 (*)

Pontos positivos:

  • Eu simplesmente adoro esse hidratante. Uso ele todas as noites antes de dormir, e passo a noite com ele. No dia seguinte meus lábios estão bem hidratados, desaparecendo com a descamação.
  • Tem uma boa ação anti-idade, reduzindo linhas finas em torno dos lábios.
  • Tem FPS 15.
  • Preço amigo.

Pontos negativos:

  • Não aconselho usar antes da maquiagem. A não ser que você vá usar um batom bem cremoso. Se o seu batom for opaco ou se você quiser um efeito mate, passar o Renew antes do batom vai acabar com a sua ideia.
  • Já vi algumas meninas em outros blogs reclamando de que ele fez surgir uma série de cravos no contorno dos lábios. Isso não aconteceu comigo, mas como vi essa reclamação em mais de um blog, provavelmente ele acabe trazendo esse tipo de problema, por ser altamente hidratante (e pode ser que acabe aumentando a oleosidade da pele sensível ao redor dos lábios, proporcionando um ambiente perfeito para os cravinhos aparecerem). Mas repito, não aconteceu comigo.

`*•..,¸@@•*´¨`*•,@@¸.•*´¨`*•@@¸.•*´¨`*•.¸@@¸.•*´

4) Ceralip

Marca: La Roche Posay

Descrição: Condicionador Labial com Retinol

Indicação: Para reconstituição de lábios extremamente secos, sensíveis e com alterações severas, incluindo as causadas por por ação medicamentosa.

Modo de usar: Aplicar nos lábios sempre que necessário.

Ativos: Manteiga de karité, cera de abelha branca, água termal.

O que promete:Com alto poder hidratante e de repor os lipídios, Ceralip promete ajudar a reconstituir a semi-mucosa labial ressecada ou rachada, restabelecendo o conforto cutâneo. Sem perfume e sem conservante, este creme minimiza os riscos de intolerâncias.

FPS (Fator de Proteção Solar): Não tem.

Conteúdo da Embalagem:15 ml.

Preço: R$ 40,73 (**)

Pontos positivos:

  • Ceralip foi indicado pra mim pela minha dermatologista, quando eu fiz tratamento com Roacutan (para quem não sabe, é um medicamento via oral bastante forte e controlado, para tratamento de acne vulgar – popularmente conhecida como acne cística), e eu me apaixonei por ele desde então. Ele realmente reconstrói a pele dos lábios, mesmo que estejam bem rachadas e feridas. No frio ou para quem mora em regiões com temperatura mais baixa, é perfeito. Para quem vive na praia ou na piscina, toma muito sol, e os lábios acabam queimando, também funciona.

Pontos negativos:

  • Não é anti-idade.
  • Não tem FPS.

Clique aqui para pesquisar preços, escolher a loja virtual de sua preferência e comprar.

`*•..,¸@@•*´¨`*•,@@¸.•*´¨`*•@@¸.•*´¨`*•.¸@@¸.•*´

Como qualquer outra parte do corpo, o ideal é fazer uma pequena esfoliação, no máximo uma vez por semana, para eliminar células mortas e aumentar a penetração dos hidratantes.

Mas, como fazer esfoliação nos lábios? Existem alguns produtos à venda no mercado. Porém, eles são importados, caros e difíceis de achar.

Assim, nada como uma receitinha caseira, fácil de preparar e super eficiente:

Receitinha caseira de esfoliante para os lábios:

  • 2 colheres (sopa) de mel
  • 4 colheres (sopa) de açúcar

Misture bem até formar uma pasta. Massageie os lábios com movimentos circulares e enxague. Em seguida, aplique seu hidratante labial.

Essa mistura vai deixar os lábios super macios, livre daquelas ‘pelinhas’ que se desprendem quando estamos com os lábios ressecados.

Updating 30.05.2011: Leia mais sobre produtos para os lábios no post de resenha do Renew Clinical Derma Full Lip Volumizer, clicando aqui.

Updating 11.05.2012: Leia mais sobre produtos para os lábios no post de resenha do Nivea Essential Care x Nivea Sun Protect, clicando aqui.

É isso, meninas.

Comentem! Digam se já usaram essas marcas, deem dicas dos produtos que vocês usam e gostam (ou falem daqueles que usaram e não gostaram). 🙂

Para deixar um comentário, é só clicar em ‘Deixe um comentário’ lá em cima, no comecinho do post, logo abaixo da data, à esquerda do título do post.

Grande abraço para todas!

____________________

(*)  Os preços foram pesquisados diretamente nos sites dos fabricantes, na data desse post. Podem sofrer alterações.

(**) Preço para São Paulo pesquisado através do site da Droga Raia, na data desse post. Pode sofrer alterações.

%d blogueiros gostam disto: