Esmaltes: Arranha Céu, Anel de Ouro, Matt Plus

Olá, meninas, tudo bem?

Eu agora encanei nas unhas ‘filha única’ e estou fazendo várias combinações diferentes.

Somado a isso, há algum tempo vi em um blog ‘gringo’ uma combinação de esmalte preto fosco com esmalte prateado e achei lindo. Quis fazer algo parecido com chumbo e dourado e lá fui eu.

Usei a cor Arranha-Céu, da Colorama (um chumbo bem escuro, quase preto mesmo. Nas fotos ficou praticamente preto, mas ele é um cinza bem fechado), e a Anel de Ouro, também da Colorama.

Foram duas camadas do Arranha Céu em todas as unhas, menos na do dedo anular, que levou quatro camadas do Anel de Ouro (ele é bem fininho, então para cobrir toda a unha só com quatro camadas mesmo. Mas secou super bem e não trouxe problemas). Como base, o fixador de esmaltes da Avon.

Ficou assim:

E faltava o detalhe fosco. Então, passei uma camada da base Matt Plus da Big Universo nas unhas com o Arranha-Céu.

E o resultado:

E depois ainda faltava o detalhe que tinha visto no outro blog. “Inglesinhas” em dourado nas unhas mais escuras. E lá fui eu.

Para quem não sabe, “Inglesinha” é o nome usado para a pintura das unhas feita como na “francesinha”, onde apenas as pontas das unhas são pintadas de branco, só que feita com esmaltes de outras cores. Eu particularmente uso o termo “francesinha” sempre. Tinha inclusive escrito e publicado o post usando esse nome. Mas depois lembrei que o nome “correto” é “inglesinha” e vim consertar. 🙂

Muita calma e paciência nessa hora. Usei os guias para francesinha que comprei na Vivo Maquiada (usei esse, mas também tenho do outro modelo). Colei com cuidado nas unhas, verificando sempre se todos foram bem colados, para não ficar com falhas. Depois, quatro camadas bem fininhas do Anel de Ouro na parte de ‘baixo’ da unha, que ficou pra fora do adesivo, deixando secar só um pouquinho entre uma camada e outra.

Não adianta, isso só fica bem feito e bonito com paciência. Se não tiver prática, faça uma unha por vez (sim, vai demorar… se você está com pressa não faça as inglesinhas). Retire o adesivo com o esmalte ainda úmido. Assim, se ficar alguma falhinha no contorno, você consegue “empurrar” com um palito de madeira (coloque algodão na ponta e passe qualquer creme no algodão – eu uso Bepantol Derma).

Outro detalhe é: eu até entendo que a gente queira fazer economia e aproveitar o adesivo de uma mão nas unhas da outra, afinal ‘ainda tem cola no adesivo’, mas acreditem… o resultado não fica o mesmo. Se você preza pela perfeição, jogue fora os adesivos já utilizados e cole novinhos nas outras unhas.

E o resultado depois de prontas:

Se você quiser, pode parar por aí. Mas, como para mim nail art pouca é bobagem, lá se foram uns strass e uma estrelinha.

E então, meninas, o que acharam?

Clique aqui para pesquisar preços e comprar o seu esmalte Colorama Arranha-Céu, e aqui para o esmalte Colorama Anel de Ouro.

Eu sei que muitas não gostam de nail art, outras gostam mas não tem facilidade em fazer, mas ultimamente eu tenho me empolgado bastante. Perdoem esta pobre alma que vos escreve (risos). 😉

Abraços a todas, um ótimo fim de semana e até segunda-feira, com o retorno da Maratona Metalizada.

Esmaltes: Mari e Mel

Olá, meninas, tudo bem?

Já faz algum tempo que eu comprei esses esmaltes da Rivka e ainda não tinha usado. Eles são da coleção St. Tropez e toda a coleção foi feita com duplas de esmaltes de cores da mesma família, uma mais clara e outra mais escura, para que uma cor fosse usada nas mãos e a outra nos pés.

Quando comprei os meus algumas cores da coleção já estavam esgotadas, então comprei as cores que estavam disponíveis e no caso dos roxinhos consegui as duas cores. A mais escura, roxa mesmo, é a Mari e a mais clara, já quase um lilás, é a Mel.

Como estamos no frio, não dá para deixar os pés de fora (principalmente nesse feriado prolongado em São Paulo com essa chuva), e eu queria porque queria usar a combinação das cores, aproveitei para pintar no estilo ‘unha filha única’ (quando a gente pinta uma das unhas da mão, geralmente a do dedo anular, de uma cor diferente das outras unhas).

Então usei o Mari em todas as unhas, menos no dedo anular, onde usei a Mel.

Ficaram assim. 🙂 Eu achei a combinação linda e com certeza farei novas combinações usando as cores dessa coleção.

Usei o fixador de esmaltes da Avon, duas camadas do Mari e no anular três camadas do Mel. O esmalte mais clarinho é mais fino e precisou de uma camada a mais para cobrir toda a unha. Mas seca super rápido e, como todos os outros esmaltes da Rivka que eu já usei, não faz bolinha, não mancha, é fácil de limpar os excessos. Todas as cores dessa coleção tem uma cintilância muito suave, quase um glitter muito fininho, muito lindo mesmo.

Gostaram? 🙂 Eu adorei e vocês podem aguardar novas combinações dessa coleção. 🙂

Um ótimo fim de semana para todas e até segunda-feira!

Esmalte: Urban Gray

Olá, meninas, tudo bem?

Hoje é sexta-feira, dia de post com as unhas da semana.

Eu tinha prometido uma novidade que está fazendo sucesso pelas redes e pelos blogs, mas eu comprei o tal produto com a minha amiga Juliana, do Vivo Maquiada, e saí fazendo propaganda do negócio por tudo quanto é canto, e ela ficou sem estoque. E então… eu decidi não liberar o post ainda, porque eu sei que vou colocar o link pro produto e vocês vão ficar chateadas porque tá indisponível. Assim sendo, peço desculpas… segurem um pouquinho a ansiedade que logo mais ela recebe de novo e eu faço um post pra você.

Mas ninguém vai ficar sem post de esmalte.

Há muitos anos atrás, quando eu ainda era adolescente  (faz tempo, hein? Vixe… risos), O Boticário tinha uma linha linda de esmaltes, que eu simplesmente adorava. Eram os esmaltes mais duráveis e fáceis de passar existentes, mas a alegria durou pouco e logo os esmaltes foram tirados de linha.

Vai daí que outro dia fui ver o preço de umas coisas no site d’O Boticário e me deparei com as belezocas dos esmaltes de novo. “Claro – pensei eu – devem ter mudado muita coisa, já faz tantos anos”… Mas não resisti e comprei duas cores: a Urban Gray (um lilás acizentado, ou seria um cinza meio lilás?) e a Tokyo Oriental Blue (que é um azul clarinho, porque se eu vir um esmalte azul e não comprar, não sou eu… risos).

O mais legal desses esmaltes é que são antialérgicos, livres de tolueno e formaldeídos (substâncias contidas na maioria dos esmaltes e responsáveis por 90% das reações alérgicas a esmaltes e outros probleminhas das unhas).

E eu achei lindo.

Usei uma camada do fixador da Avon  e duas camadas do Urban Gray.

Achei o esmalte bem grosso, o que gerou um pouco de dificuldade no começo. Estou acostumada com esmaltes mais fininhos, que você precisa de duas ou três camadas para atingir uma cobertura legal nas unhas. Mas depois que você pega o jeito, dá pra cobrir com perfeição com apenas uma camada. Eu usei duas porque até pegar o jeito de passar eu já tinha pintado metade das unhas de um jeito que precisariam de outra camada invariavelmente… então, perfeccionista que sou, se são duas camadas, são duas camadas em todas as unhas, e lá foi.

O brilho é incrível. Não é um verniz, é quase um vinil. Acho que dá pra perceber pela foto.

Mesmo grosso, e com as duas camadas que passei, secou rápido, como prometido pel’O Boticário.

E também foi muito fácil de limpar os excessos e não fez bolinha.

Só resta agora saber sobre a durabilidade (e eu voltarei para contar sobre isso no fim da semana que vem), e torcer para que O Boticário não os tire de linha e faça mais cores (por enquanto só tem 9 cores – Sim, nove cores para mim é muito pouco, eu sou uma viciada em esmaltes).

Desconsiderando a dificuldade inicial de lidar com ele (já superada) e a pouca variedade de cores, leva 5 estrelinhas por enquanto (ainda falta o quesito durabilidade).

Update 01.Junho.2012: Durabilidade maravilhosa, meninas. Uma semana depois e tinha apenas um lascadinho bem pequenininho no indicador da mão direita. O brilho continuou incrível, mesmo 7 dias depois. Amei e quero TODOS. 🙂

Esmalte Make B. Fashion Collection

Marca: O Boticário.

Descrição: O esmalte Make B. possui cores modernas, textura leve e ainda: alta cobertura, brilho intenso, fácil aplicação, evita a formação de bolhas, secagem rápida, longa duração.

Diferencial: Testado dermatologicamente, livre de tolueno e formaldeído.

Modo de usar: Aplique com auxílio do pincel diretamente nas unhas, se necessário passe duas camadas.

Precauções: Somente para uso externo. Manter o produto ao abrigo da luz e calor. Descontinuar o uso em caso de sensibilização. Manter fora do alcance de crianças.

Conteúdo da Embalagem: 8 ml

Preço: R$ 9,99 (*)

Avaliação:

E vocês? Já usaram os esmaltes d’O Boticário? Gostaram? Deixem seus comentários! 🙂

Até o próximo post e um ótimo fim de semana para todas. 😉

_______________

(*) Preço pesquisado na data desse post. Pode sofrer alterações.

Esmalte: Claire’s Mood Peaceful / Confident

Olá, meninas, tudo bem?

Depois do post de unhas semana passada eu meio que tinha me decidido a aparar um pouquinho as ‘garras’ porque estavam (estão) muito grandes. Maaas… eu acabei lembrando que eu tinha comprado um esmalte que queria há bastante tempo, que ainda não tinha usado, e cujo efeito só aparecia bastante em unhas bem compridas.

Então, adiei a ‘poda’ para mais para frente e lá fui eu toda feliz testar o meu esmalte Claire’s Mood. Para quem não conhece, é um esmalte importado, que muda de cor de acordo com a temperatura do ambiente e do corpo. O que eu comprei é na cor Peaceful / Confident que fica em dois tons de verde, um tom mais clarinho e outro tom mais azulado.

O resultado vocês conferem nas fotos.

Vou ser muito sincera… para um esmalte cuja média de preço é de R$ 25,00, eu achei que o efeito é bem ‘meia-boca’.

Primeiro, o acabamento é fosco, meio emborrachado. Depois, não sei se é uma questão da cor que eu escolhi, mas achei que a diferença de uma cor para outra é tão sutil que ela praticamente não aparece. Você só percebe se prestar muita atenção. Ou talvez eu tivesse que estar com as unhas mais (?) compridas, ideia que até me assusta. Também fiquei pensando se, como estamos passando por uns dias bem frios, o meu corpo não está alcançando temperaturas mais elevadas e portanto a diferença de temperatura não é tanta a ponto do degradé ficar bem evidente. Coisa para se testar no próximo verão.

Quem não está acostumada a passar esmalte fosco terá dificuldades em passar esse esmalte sozinha. Requer alguma habilidade, caso contrário ele mancha. Eu passei duas camadas, sendo a segunda mais espessa que a primeira. Se você estiver acostumada a passar camadas bem fininhas, vai precisas de três para cobrir as unhas perfeitamente.

Como é fosco, dá a falsa impressão de secar rápido. Não se iluda, se você pressionar o esmalte antes dele bem seco, irá marcar. Melhor esperar umas horas antes de ir fazer alguma coisa.

Já para limpar os excessos achei que foi muito bom. Não deu trabalho e deu pra limpar toda a área em volta das unhas bem rapidinho. Também não fez bolinha.

Quanto à durabilidade, ainda não sei… Farei um update aqui mesmo no decorrer da semana para contar se ele descascou rápido ou se durou bastante (lembrando que estou usando o Fixador de Esmaltes da Avon como base).

Pra fazer essa foto da diferença de cores aí de cima foi um parto. Tive que ir no banheiro, enfiar as unhas na água quente, e tirar a foto correndo. Porque, com o frio que está, rapidinho elas mudam do verde do ‘quente’ pro azul do ‘frio’. Não se iludam com o degradé que aparece na unha do dedão nessa foto aí, é só porque a água quente também atingiu a unha do polegar e ela estava no processo de mudança de cor (risos).

Claire’s Mood Peaceful / Confident

Pontos positivos:

  • Fácil de limpar os excessos;
  • Não fez bolinhas.

Pontos negativos:

  • É fosco, não brilhante (pode ser ponto positivo para algumas meninas, mas eu não gostei);
  • Não é muito fácil de passar, às vezes mancha e não cobre as unhas perfeitamente;
  • É caro;
  • Diferença de cores muito sutil, quase imperceptível.

Conteúdo da Embalagem: 10 ml

Preço: R$ 25,00 em média, se o produto já estiver no Brasil (*)

Avaliação: 

Considerações finais: Ok, a ideia é interessante. Mas pelo preço, eu realmente esperava que o efeito degradé das cores fosse nítido como nas fotos do produto que a gente encontra pela internet. Não vou me desfazer dele, mas não compraria novamente e desisti de comprar outras cores. No verão, vou testar novamente e ver se o efeito fica mais nítido. Voltarei para comentar. 🙂

P.S.: Não precisei esperar uma semana para voltar e contar da durabilidade. Eu sempre libero o post de unhas da semana às sextas, mas geralmente faço as unhas na quarta ou quinta. Fiz na quarta-feira, dia 16, ontem já tinha duas unhas descascadas e agora pela manhã, com o banho, lá se foram mais duas. Nem o Fixador de esmaltes da Avon segurou. Nem sei se vale a pena novo teste no verão, para ver se o degradé fica mais legal. Perdeu mais uma estrela pra mim (eu tinha colocado duas na avaliação). Pagar R$ 25,00 num esmalte, para brincar de ‘anel que muda de cor’ por UM dia, não dá, né? 😦

_______________

(*) Preço médio pesquisado na data desse post. Pode sofrer alterações.

Recuperando as unhas em uma semana corrida

Olá, meninas.

Finalmente o post prometido pra semana passada.

Vamos começar com as fotos de 7 e 14 dias depois de eu ter feito as unhas, no dia 19 de Abril, neste post aqui, que data do dia 22 mas eu já tinha pintado no dia 19.

Uma semana depois eu tinha duas unhas começando a descascar, mas não achei que valia a pena, pois era muito pouca coisa.

Duas semanas depois, ou seja, hoje, já havia várias unhas descascando e elas começaram a ficar feias mesmo entre ontem, dia 02 de Maio, e hoje, já que eu usei bastante as mãos fazendo peças novas para a loja Necessaire de Mulher. Não conhece ainda? Passa lá para ver!

Mas enfim… como ‘recuperar’ o esmalte naquela semana que você não teve tempo de ir à manicure ou de fazer as unhas você mesma?

Primeira coisa a se levar em consideração: Eu não tiro a cutícula das minhas unhas há anos, então, esse é um problema a menos para mim. Se você tem o hábito de tirar as cutículas e elas já estiverem levantadas e ressecadas você vai precisar hidratá-las, empurrar, e retirar o excesso com alicate. No meu caso, só uma hidratação rápida resolveu o problema e eu nem precisei empurrar.

Evite colocar muita força na espátula, principalmente se ela for de metal, pois isso pode fazer com que o esmalte descasque próximo à cutícula. A ideia é só mesmo empurrar a pele.

Feito isso, você vai pegar o mesmo esmalte com o qual pintou a unha e fazer uma camada bem fininha com ele, pegando a parte onde está descascado e um pouquinho das bordas, por cima do esmalte antigo.

Espere secar (como a camada aplicada deve ter sido bem fina, a secagem é super rápida), e aplique uma nova camada, dessa vez mais grossa, e apenas onde o esmalte descascou. Espere secar um pouquinho e finalize com uma camada bem fininha de esmalte em cima de toda a unha.

Se o esmalte que você usou é muito grosso, substitua a última camada (a que vai cobrir toda a unha) por um esmalte cintilante da cor mais próxima possível à que você usou.

Deixe secar.

Nesse ponto, você vai olhar para as unhas e ver todas as imperfeições das pontas, pois as camadas acabam criando ‘degraus’ e a pintura fica irregular.

É então que entra uma dica que algumas meninas já me viram usando, via Facebook: os adesivos da Sindy Francesinhas.

Mas o que são esses adesivos?

Esqueça tudo o que você já possa ter testado de adesivos comprados em farmácias e drogarias.

Os adesivos da Sindy são artesanais, feitos com muito carinho, e com a incrível vantagem de que as bordas não ficam visíveis, pois são feitas de base para unhas e, quando você passa uma camada de top coat, o adesivo se funde ao seu esmalte e tudo fica perfeito.

Nas primeiras aplicações, você pode sentir um pouco de dificuldade, então aconselho a comprar sempre mais de uma cartela do desenho escolhido, para não correr riscos. Assim, se você errar, tem outro adesivo igual para refazer o processo.

Então, o que eu fiz depois das camadas de esmalte para ‘consertar’ o descascado foi aplicar um adesivo de francesinha, que cobriu totalmente os ‘degraus’ causados pelas camadas de esmalte.

Algumas meninas vão perguntar ‘pra que todo esse trabalho se você cobriu as pontas com adesivo?’. Eu não aconselho colocar o adesivo por cima das unhas descascadas porque os ‘degraus’ podem deixar o adesivo desigual e o acabamento vai ficar feio.

E voilá! Unhas recuperadas para uma semana corrida ou cheia de preguiça!

Na imagem acima, a primeira foto é após as camadas de esmalte. A segunda foto é já com os adesivos.

A Sindy tem dezenas de modelos de adesivos, um mais bonito que o outro. Entre no Blog da Sindy ou acesse o Facebook dela, escolha os seus modelos, e faça seu pedido.

Lá ela também explica direitinho como aplicar. Depois, é só um pouquinho de prática e paciência.

No Facebook vocês vão poder ver várias fotos que as clientes postam e a Sindy compartilha. É ótimo para se inspirar.

Beijinhos a todas e até o próximo post!

Olá, meninas, tudo bem?

Eu havia prometido um post sobre como dar ‘aquele jeitinho’ nas unhas naquela semana que a gente não tem tempo de ir à manicure ou mesmo de parar umas horinhas em casa e cuidar delas.

Porém, como eu comentei no post sobre o produto da Avon, meu esmalte tem durado quase duas semanas intacto e eu não vi muito sentido em ‘recuperar’ o que não precisa de recuperação (risos).

Assim, o que eu fiz foi tirar fotos das minhas unhas na quinta-feira (quando fez sete dias que eu havia pintado as unhas), para fazer um novo post na sexta-feira que vem, mostrando as unhas uma e duas semanas depois, e então ensinar um truque legal para parecer que você acabou de fazer as unhas (mesmo já tendo passado uma – no meu caso serão duas – semanas).

Peço desculpas às meninas que estavam curiosas, mas terão que aguentar a curiosidade mais uma semaninha…

Enquanto isso, bom fim de semana e curtam bastante o feriado!

Beijinhos e até a próxima semana!

Link

Esmalte: Laís

Olá, meninas, tudo bem?

Quem acompanha o blog sabe de um certo amor que eu nutro pelos esmaltes da Sancion Angel. Que disputam espaço no meu coração com os esmaltes da Rivka. Acho que são esmaltes muito melhores que marcas mais conhecidas, como Colorama, Risqué e Impala por motivos diversos.

São mais fáceis de passar, de limpar os excessos, não dão bolinha, não descascam com tanta facilidade, mantém a cor vibrante por muito mais tempo, secam rápido, não mancham e não precisam de dezenas de camadas para ficarem uniformes. Precisa de mais algum motivo? Não, não é?

Sempre que me dá um acesso de loucura eu faço uma compra (exagerada) de cores novas, e da última vez não foi diferente. Comprei várias cores da Sancion Angel que eu ainda não tinha. Terei cores para testar durante um bom tempo.

Essa semana experimentei o Laís, um nude queimado, meio rosa antigo, meio marrom. A cor varia muito conforme a iluminação do ambiente ou o dia (se está sol, se está nublado…).

Para mim, que sou bem clarinha, ele ficou um rosa antigo, bem queimado. Para quem é mais morena, com certeza ficará um nude maravilhoso.

E ele ficou assim:

Foi uma camada do Avon Fixador de Esmaltes (clique aqui para ler a resenha), e duas camadas do Laís, da Sancion Angel. Se você costuma fazer as camadas do esmalte bem fininhas, vai ficar melhor se você passar três camadas. Mas é um esmalte que seca super rápido, então não tem necessidade de esperar nada entre uma camada e outra.

Vocês podem perceber que ele está mais pro marrom do que na foto lá no início do post, que é uma imagem de divulgação do esmalte, da própria fabricante. Mas levem em consideração que eu tirei essa foto à noite, dentro de casa, com luz artificial. Durante o dia, principalmente na luz natural, ele é mais rosado, como na foto de divulgação mesmo.

Comprei na Bela Glamour e custou R$2,00 (*). Clique aqui para ir direto à página do produto nessa loja.

Semana que vem farei mais uma foto com esse mesmo esmalte, para complementar o post sobre o Fixador da Avon, e também uma dica para dar uma cara de ‘acabei de sair da manicure’ para aquele esmalte que você passou na semana anterior mas não teve tempo de fazer as unhas.

E então, gostaram? Não esqueçam de deixar suas opiniões nos comentários. 🙂

Até o próximo post.

_______________

(*) Preço pesquisado na data desse post. Pode sofrer alterações.

Testei: Avon Fixador de Esmaltes e Fortalecedor com Minerais

Olá, meninas, tudo bem?

Hoje eu vim falar de um produto que comecei a usar há três semanas e achei o máximo.

É o Avon Nail Experts Fixador de Esmaltes e Fortalecedor com Minerais (ufa… não dava para colocar um nome mais simples, Avon?!).

Quando eu comprei, achei que era pra usar por cima do esmalte, como as coberturas itensificadoras ou transformadoras da cor da Colorama. Mas na verdade é pra ser utilizado como base ou antes da base (então você pode aplicar ele, a sua base preferida e depois o esmalte).

Eu sinceramente nunca tive o hábito de usar base antes de pintar as unhas.

Sempre tive um problema sério com esmaltes, de qualquer marca, por melhor que fossem, porque em dois ou três dias, no máximo, já começam a descascar. Se eu pintar as unhas numa quinta e na sexta pela manhã lavar os cabelos, por exemplo, pronto… já lá tinham ido pelo menos duas unhas com o esmalte descascado nas pontas.

Mas, se era pra tentar segurar o esmalte mais um pouco e ainda de quebra dar uma ‘alimentada’ nas unhas (já que também é um fortalecedor com minerais), não custava tentar.

Eu adorei. Uma camada bem fininha dele, deixe secar, e passe o esmalte que você quiser, quantas camadas bem entender, e ele vai aumentar horrores a durabilidade do esmalte.

No meu caso, foi um ‘quase milagre’. O que durava no máximo três dias está durante quase duas semanas, para começar a descascar uma ou duas unhas. Achei incrível.

Eu ontem pintei as unhas e usei o produto antes do esmalte. Daqui uma semana vou tirar fotos e fazer um complemento aqui no post para vocês verem como elas estarão.

O lado ‘fortalecedor’ dele eu não posso garantir que funcione. Minhas unhas tem ‘fases’. Há épocas em que crescem horrores e outras em que quebram e descamam com imensa facilidade. No momento, estou na primeira fase (e depois que passei a usar Bepantol tudo mudou… mas isso é assunto para outro post).

Avon Fixador de Esmaltes e Fortalecedor com Minerais

Marca: Avon.

Descrição: Fixador de esmaltes e fortalecedor das unhas.

Indicação: Não há informações sobre ser ou não hipoalergênico.

Modo de usar: Agite bem. Aplique antes da base ou do esmalte.

Precauções: Uso externo. Inflamável. Em caso de irritação, suspenda o uso do produto. Se a irritação persistir, consulte um médico.

O que promete: Deixa as unhas com aparência rejuvenescida. Proteção para deixar as unhas mais fortes e duradouras. Unhas parecem mais longas em apenas alguns dias. Deixa a sensação de unhas mais duras e resistentes.

Conteúdo da Embalagem: 8 ml

Preço: R$ 6,00 (*)

Avaliação:

E vocês? Já usaram esse produto? O que acharam?

_______________

(*) Preço pesquisado no catálogo Avon vigente na data desse post. Pode ser encontrado com preço menor ou maior.

Esmaltes: Amarelo Pop Art + Pagu + Cobertura Colorama

Olá, meninas, tudo bem?

Hoje vou dar mais uma ‘pausa’ nos posts básicos sobre maquiagem para mostrar as unhas da semana.

Há um tempinho atrás eu comprei uns esmaltes craquelados da Rivka, na Bela Glamour, e me apaixonei por eles. Comprei de várias cores, pensei em várias combinações, mas até agora eu só usei o preto.

A primeira vez foi com o Holly, da Sancion Angel, como cor de base, o craquelado Pagu (preto), e o Pérola Negra, da Passe Nati, como cobertura. Até fiz um post aqui no blog.

Dessa vez acabei usando o Pagu de novo (não me matem… risos)… Mas usei outra cor de base, e também experimentei uma nova (nova para mim, porque nunca tinha usado, o produto existe faz tempo) cobertura da Colorama que eu comprei também e já já falo sobre ela.

Primeiro, duas camadinhas do Colorama Única Camada na cor Amarelo Pop Art. E aí vocês vão me perguntar: “Mas o Colorama não é ‘Única Camada’?” Sim, é. E eu sou particularmente apaixonada por essa linha da Colorama. Mas o amarelo é uma cor ingrata, e eu não estava num dia muito bom, de forma que uma camada só ficou com algumas manchinhas. Resolvi passar duas. Mas não tem problema, esse esmalte é ótimo, mesmo sendo grosso, seca super rápido e não dá ‘bolinha’.

No dia seguinte (pra ter certeza que o esmalte amarelo já estava bem seco – esmalte craquelado só deve ser passado por cima do esmalte bem seco, se não, ele acaba arrastando o esmalte de baixo e ‘abrindo’ também a cor de base, o resultado acaba ficando feio, porque fica aparecendo partes da unha, ao invés da cor), passei uma mão (nunca mais do que uma) do craquelado Rivka, na cor Pagu. Este também seca super rápido, e o resultado é perfeito.

Os esmaltes craquelados da Rivka têm acabamento fosco, o que é legal, porque dá um certo contraste com o brilho do Colorama que usei de base. Mas, como eu queria algo menos ‘chamativo’ nos pés, eu pintei as unhas dos pés com o Musa, da Avon (preto), e achei que ficaria melhor se o preto das unhas das mãos também tivesse brilho.

Logo, foi uma ótima oportunidade de, finalmente, testar a Cobertura Intensificadora da Cor, da Colorama. Eu sempre usei o Impala Mega Shine como cobertura de brilho para os meus esmaltes, mas ultimamente ele está (ainda) mais grosso, e acaba levando horas para secar (o que já acontece por padrão com as minhas unhas, todos os esmaltes demoram horas para secar).

Vi comentários em outros blogs com o mesmo tipo de reclamação. Diziam que o Mega Shine tinha um brilho lindo, mas demorava muito pra secar, e a melhor cobertura de brilho disponível no mercado no momento era esta, da Colorama.

Lá fui eu testar… E confesso que gostei. O brilho não é o mesmo do Mega Shine, tenho de dizer. O Mega Shine brilha muito mais. Mas ele, além de demorar para secar, como eu já disse, às vezes fazia ‘bolinhas’.

Assim, lá foi uma camada do ‘top coat’ da Colorama. Secou rápido, não deu dor de cabeça pra passar e não apareceram as temidas ‘bolinhas’. Gostei bastante e usarei mais.

Olhem como ficou legal:

No começo parece meio estranho (essa coisa meio abelha, meio girafa… risos), mas eu gostei bastante do resultado e estou super empolgada para usar um look calça preta + blusa amarela (novinha, que eu comprei esses dias e ainda não usei).

E vocês, meninas, gostaram?

Já testaram algum craquelado ou ainda não se habituaram a esse efeito?

Não esqueçam de deixar seus comentários.

Beijinhos a todas, bom fim de semana, e até semana que vem!

Cuidados com as unhas: Lixas de cristal

Olá, meninas, tudo bem?

Antes de mais nada, como sempre, quero lembrá-las de visitar a categoria Sorteios do blog (é só clicar aqui). Inscrevam-se nos sorteios que estão para acontecer. Tem paleta de sombras Nyx, produtos Abelha Rainha e um kit com 5 esmaltes diferentes.

Agora vamos ao post do dia…

Como está a saúde das unhas de vocês? Crescem normalmente, sem problemas, ou quase sempre descamam, lascam e quebram?

Então você testa um monte de ‘receitas’ caseiras, esmaltes ‘milagrosos’ (alguns deles indicados por amigas que tiveram ótimos resultados), e nada resolve… Já parou para pensar que o problema pode estar no tipo de lixa que você usa?

Acontece que as lixas comuns, de papel, ou de metal, ‘partem’ a queratina das unhas, causando descamação (nunca repararam que a unha vai soltando várias ‘camadas’ nas regiões próximas à borda, onde passamos a lixa?), a unha fica mais fininha e logo quebra.

As nossas unhas tem camadas. Quando usamos as lixas metálicas ou as de papel, os grânulos irregulares da superfície dessas lixas danificam as unhas, dividindo as camadas invisíveis. Essas micro rupturas fazem com que as unhas se rompam, o que dificulta o processo de ‘dar forma’ com as lixas, fazendo com que lixemos mais e mais, até conseguirmos o formato que gostaríamos.

Já a lixa de cristal ou lixa de vidro (vocês encontrarão com os dois nomes, mas são a mesma lixa, certo?) não contém esses grânulos. A superfície abrasiva é parte da própria lixa e a sua textura é extremamente suave ao contato com a unha, graças às micro-proeminências dispostas simetricamente. Ou seja, a lixa de cristal não maltrata a unha, permitindo que elas cresçam mais saudáveis e fortes.

Além disso, a durabilidade da lixa de cristal é muito maior. Enquanto, nas lixas de papel, os grânulos são colados à superfície e desgastam-se ao usar, a superfície abrasiva da lixa de cristal é criada diretamente no corpo da lixa por meio de uma tecnologia especial, que não deposita grânulos que poderiam gastar ou descolar-se da superfície. Assim, ela conserva a superfície abrasiva por mais tempo, com a mesma qualidade e eficiência que tinha quando foi comprada.

O material usado para fabricar a lixa é o cristal, vidro que não contém metais pesados, como o chumbo, nem qualquer outro tipo de aditivo.

E você vai ficar pensando ‘Mas uma lixa de cristal vai quebrar com muita facilidade’… Bem… ela quebra, sim, mas não com tanta facilidade.

Graças à tecnologia que endurece o cristal usado para fabricar as lixas, a lixa de cristal tem grande de resistência mecânica em comparação com objetos de cristal comum. Esta resistência é possível graças ao processo de endurecimento por meio de mudança de íons. Isto assegura que a lixa não irá romper quando usada em condições normais.

Esse processo na verdade serve para melhorar a resistência no caso de queda. Se você deixar a sua lixa cair num piso com tapete ou carpete, nada acontecerá. Caso ela caia num piso duro (concreto, pedra, lajota, piso frio), é provável que ela se quebre, dependendo do ângulo ao cair. De qualquer forma, elas são fabricadas de forma que, ao se quebrarem, deixem bordas arredondadas, reduzindo a possibilidade de alguém se machucar. Se a sua lixa cair no chão e quebrar, não é aconselhável manter o pedacinho que restou, pois a queda reduz a capacidade do cristal endurecido e ela se quebrará mais facilmente, às vezes até durante o uso comum.

A lixa de cristal é ainda muito higiênica. Como não é porosa, ela dificulta o desenvolvimento de bactérias, fungos ou germes. Não oxida, não armazena umidade, é fácil de limpar e pode ser desinfetada com produtos de limpeza, líquidos desinfetante, pode ser esterilizada e você pode até fervê-la (contanto que a temperatura não ultrapasse 250°C). Isto é importante para o uso profissional, porque ajuda a evitar infecções e transmissão de micoses. Se é só você que vai usar, você pode apenas lavá-la em água corrente e, se necessário, usar uma escova. Se por acaso sujar de esmalte, basta passar o removedor de esmalte como faria em suas unhas.

Essas lixas podem ser usadas em unhas naturais e em todos os tipos de unhas postiças ou artificiais. Para usar em unhas postiças, recomenda-se utilizá-la molhada e ir mergulhando em água algumas vezes durante o processo.

E então vem a pergunta… ‘Procurei a Internet inteira, fui em várias drogarias, e não consigo encontrar. Onde eu acho essa lixa?’.

Eu procurei em vários lugares e foi um tormento achar.

A primeira que eu comprei, há algum tempo já, foi na Pimenta Doce Perfumaria (clique aqui para ver e/ou comprar as lixas disponíveis). Eles ficaram um bom tempo com elas fora de estoque e agora estão de volta.

Lá eles também tem a lixa de cristal para os pés. Se você tiver os pés bastante ressecados e com muitos calos, só a lixa de cristal não vai solucionar o problema… Elas são indicadas apenas para ‘suavizar’ os pés mesmo.

Mas… eu particularmente não achei a durabilidade dessas lixas vendidas na Pimenta Doce lá essas coisas. Quer dizer… eu comprei a tal ‘lixa de cristal’, entre outros motivos, porque diziam que ela ‘durava para sempre’. Bem… ela não durou ‘para sempre’. Eu comprei em Setembro do ano passado, estamos em Abril, faz sete meses. Com seis meses, ela já apresentava vários pontos totalmente ‘lisos’, que não lixavam mais nada. Concordo que uma lixa de papel não duraria tudo isso para quem faz as unhas semanalmente, como eu, mas daí a dizer que a lixa de cristal dura ‘para sempre’ é um pouco de exagero.

Vejam o desgaste na foto abaixo:

Mas… a minha prima Lilian encontrou uma loja na região da 25 de Março que vende esse tipo de lixa, porém são diferentes das que são vendidas na Pimenta Doce. Essas da 25 são importadas da China.

A loja fica na Rua Carlos de Souza Nazare, 154, bem próxima ao Shop 25. É uma loja ‘tem de tudo para a mulherada’, inclusive umas necessaires muito bonitas, segundo a minha prima. A lojinha chama Brulex e o telefone é (11) 3326-2212.

Bem… eu não sei quanto custou porque foi presente! (ADORO! :)) Mas vocês podem ligar lá e perguntar.

Para quem prefere comprinhas online, só encontrei uma loja que vende essas importadas da China. São as lixas da Manoella (já conhecida por muitas meninas, principalmente as blogueiras), que a Farmastore vende aqui. (Entrei lá agorinha mesmo e as lixas de vidro não estão mais lá. Não sei dizer se estão sem estoque ou se deixaram de trabalhar com elas. Pedi um ‘socorro’ pra o pessoal da Manoella e posto aqui assim que tiver uma resposta, está bem?).

(Updating 27.04.2011: O pessoal da Manoella não me respondeu ainda. Mas acabei de entrar na Farmastore e as lixas apareceram de novo. Tem dois modelos, a maiorzinha igual a da foto mais abaixo, por R$ 9,49 e uma menorzinha com strass, por R$ 7,89. Clique aqui para ir direto à página com a lixa de cristal grande, ou aqui para ir direto à página com a lixa de cristal pequena.)

A desvantagem da FarmaStore é que é longe, fica no Sul, e o frete acaba saindo meio caro… As meninas que moram no Sul encontram os produtos Manoella com mais facilidade, pois a empresa fica no Rio Grande do Sul (Novo Hamburgo) e no Paraná (Curitiba).

Na FarmaStore tinha de dois tamanhos: a grande, por R$ 8,36; e a mini (ótima para carregar na bolsa), por R$ 6,14.

1. Lixa de vidro da Pimenta Doce Perfumaria, vendida por unidade;

2. Lixa de vidro da Brulex, (Rua Carlos de Souza Nazare, 154, tel.: (11) 3326-2212) a embalagem vem assim, com duas;

3. Lixa de vidro grande da Manoella, vendida por unidade;

4. Lixa de vidro mini da Manoella, vendida por unidade.

Lixas de cristal ou Lixas de vidro

Pontos positivos:

  • Não causa danos às unhas;
  • É mais higiência, pois pode ser lavada e esterilizada;
  • Durabilidade maior que as lixas comuns.

Pontos negativos:

  • É mais cara que as lixas comuns (mas leve em consideração que ela dura mais e que não danifica as unhas);
  • Ela quebra, se cair em chão com piso ‘duro’ (sem tapete, carpete etc);
  • É mais difícil de achar pois não vende em qualquer farmácia ou supermercado como as lixas comuns.

Além da mudança do tipo de lixa, outras dicas que podem ajudar a ter unhas mais fortes:

  • Não utilize o esmalte diretamente sobre a unha. Aplique sempre uma base. Além de fazer com que o esmalte dure mais, a base protegerá as suas unhas contra o ressecamento causado por alguns tipos de esmalte;
  • Nunca passe a lixa em cima das unhas, pois isso retirará a camada protetora e as unhas descamarão e ficarão quebradiças;
  • Procure dar um período de ‘descanso’ para as unhas. Fique pelo menos um dia da semana sem esmalte. Não é muito difícil… se você tem programado que fará as unhas na sexta-feira no final da tarde, por exemplo, tire o esmalte já na quarta ou quinta-feira à noite, e passe esse dia sem esmalte. Aproveite para hidratar as unhas (veja dica abaixo);
  • Hidrate bem as unhas pelo menos uma vez por semana. Não utilize cremes. As unhas não absorvem cremes. Os cremes comuns que vemos nos mercados hidratam as cutículas (pele) e não as unhas (queratina). Hidrate as unhas com óleo de amêndoas ou cremes à base de óleos naturais. Passe um pouquinho e massageie. Não enxague. Lembre-se: esse método não adianta se você estiver usando esmalte, pois o óleo não atingirá as unhas.

Se quiser pesquisar outras marcas e outras lojas virtuais para comprar as suas, clique aqui.

E então, meninas, gostaram das dicas?

Vocês tem alguma ‘receitinha’ de sucesso para as unhas que deu certo para vocês? Compartilhem com as outras leitoras do blog deixando sua dica nos comentários.

Beijinhos a todas!

Entradas Mais Antigas Anteriores Próxima Entradas mais recentes

%d blogueiros gostam disto: