Testei: Keratina Tratamento Noturno (Vizcaya)

Olá, meninas, tudo bem?

Já faz alguns anos que eu conheci os produtos da linha Keratina da Vizcaya. Eu nem tinha blog, usei durante alguns meses e meu cabelo mudou tanto que eu nunca mais senti necessidade de recorrer aos produtos da linha.

Na minha última visita à perfumaria de bairro aqui perto de casa encontrei um produto da linha que eu nunca havia visto: um creme sem enxágue, de tratamento noturno. É claro que eu me lembrei logo da qualidade do shampoo, condicionador e queratina líquida que eu usei há anos e não pensei duas vezes em incluir o creme nas minhas compras e voltei para casa pensando “Será que é tão bom quanto os outros produtos que eu já conheço?”.

Para descobrir, é só continuar lendo este post. 🙂

Keratina Tratamento Noturno

Marca: Vizcaya

Descrição: creme de tratamento noturno

Conteúdo: 120ml

O que promete: O Tratamento Noturno é comporto por um mix especial de Queratina, Manteiga de Cereais e Pantenol que, juntos, auxiliam na reconstrução dos fios, proporcionando mais hidratação de balanço ao cabelo. Com sua vasta fonte nutritiva, trata intensamente os cabelos durante o sono, recuperando o seu brilho e deixando-os extremamente macios e protegidos. Além de não manchar tecidos, sua formulação sem enxágue garante fios leves e sedosos pela manhã.

Modo de usar: Após lavar e tratar os cabelos com a linha completa Keratina, aplique o Tratamento Noturno nos cabelos úmidos ou secos no comprimento dos fios, evitando o contato com a raiz. Sua rápida absorção permite o sono logo após a aplicação e garante cabelos maxi hidratados pela manhã. Não enxágue. Utilize de 2 a 3 vezes por semana.

Precauções: Manter fora do alcance de crianças. Evite o contato com os olhos. Apenas para uso externo.

Formulação: queratina hidrolisada, colágeno hidrolisado, pantenol, manteiga de cereais, hidroxietil ureia, carbômero, adipato de amido acetato, álcool cetoestearílico, cetearet-20, álcool cetoestearílico e metossulfato de berrentrimônio, palmitato de cetila, éter dicaprílico, trietanolamina, trimetilsililamodimeticone e paret-7 C11-15 e paret-9 C12-16 e glicerina e tridecet-12, ciclopetasiloxano e dimeticonol, metilcloroisotiazolinona e metilisotiazolinona, EDTA dissódico, fragrância e água.

Não contém parabenos. Não contém parafina (óleo mineral).

O teste: Apliquei conforme indicado na embalagem, testando com os cabelos úmidos e também com os cabelos secos.

Avaliação

Textura, aplicação e rendimento: 3 (Regular)

Textura leve, quase um gel, de coloração branca e opaco.

Aplicando no cabelo seco, achei um pouco difícil de espalhar  nos fios, o que faz com que você tenha que usar mais produto para conseguir passar no cabelo todo.

Aplicando nos cabelos úmidos, fica mais fácil espalhar e a quantidade de produto aplicado é bem menor.

Ainda assim, acho que fica com uma nota intermediária.

Cheiro: 4 (Bom)

O perfume é bem parecido com os outros produtos da linha e me lembra cheiro de talco de criança.

Fixa muito bem nos cabelos, principalmente quando aplicado nos fios secos, e o cheiro permaneceu até eu lavar os cabelos de novo, dois dias depois.

Se aplicado em grande quantidade, pode ser um pouco enjoativo para algumas pessoas.

Resultados: 3 (Regular)

Como eu mencionei, há alguns anos, fui surpreendida pelos resultados dos produtos dessa linha.

Nunca fiz resenha para o blog porque não voltei a usar os produtos e também não voltei a comprá-los, porque por mais que eu faça resenha de produtos para cabelos, sempre tem algo no armário que eu ainda não testei.

Não achei que o resultado esteja à altura dos outros produtos Keratina.

Aplicando nos cabelos secos, o produto não foi absorvido e os fios ficaram duros como se eu tivesse passado gel. Escovando, os fios adquirem uma textura pesada, como quando eu quero estilizar os fios e uso pomada ou cera modeladora.

O frizz foi reduzido à 0% (o que eu achei ótimo), os fios ganharam um pouco mais de brilho, mas os cabelos perderam a leveza e o movimento, e não senti que estivessem mais macios.

Aplicando nos cabelos úmidos, essa sensação é um pouco menor, mas ainda continua.

Vocês podem pensar que a qualidade da linha pode ter mudado, já que a usei há alguns anos, mas não foi isso. A minha amiga Lilian andou fazendo peripécias com as madeixas e, pedindo por uma dica para reconstruir os fios, indiquei a linha Keratina da Vizcaya e ela ADOROU. Portanto, não foi a linha que mudou, e sim esse produto específico que não deu muito certo para mim, ou que realmente não é tão bom quanto o restante.

Realmente não mancha a roupa de cama.

Embalagem: 4 (Boa)

Nada de fenomenal, mas tem tampa do tipo flip-top, virada para baixo, que também mantém a embalagem em pé, facilitando o uso mesmo quando o produto estiver acabando.

Além disso, se você tirar muito produto da embalagem sem querer, é só desrosquear a tampa e colocar o creme de volta. A abertura da embalagem sem a tampa é grande o suficiente para permitir essa reposição.

Preço: 4 (entre R$ 15,01 e R$ 45,00)

Eu paguei R$ 21,50(*), e eu nunca havia visto para vender até dar uma olhada mais atenta na perfumaria aqui perto de casa (que não é rede, então nem adianta eu dizer para vocês o nome).

Pesquisando em lojas virtuais, só encontrei na Lux Magazine Cosméticos, de R$ 24,90* por R$ 19,99(*), mas não conheço a loja e não posso garantir que seja de confiança. Se alguém conhecer e quiser compartilhar a opinião sobre a loja com a gente, escreva nos comentários. 🙂

Recapitulando…

Textura, aplicação e rendimento:
***
Cheiro:
****
Resultados: ***
Embalagem: ****
Preço: ****

Média: 3,6

Avaliação Geral: estrela35

E vocês, já usaram algum produto dessa linha? O que acharam? Contem para gente nos comentários!

Beijinhos e até o próximo post. 🙂

_________________

(*) Preços pesquisados na data deste post. Podem sofrer alterações.

Testei: Natura Plant Hidratação Reparadora Creme Noturno

Oi, mulherada, tudo bem?

Lembram quando eu comentei aqui sobre o Pantene Pro-V Tratamento Noturno?

Pois bem… fiz o teste com o Natura Plant Hidratação Reparadora Creme Noturno. O conceito dos dois produtos é o mesmo: hidratar as madeixas enquanto nós tiramos nosso sono de beleza.

Vamos à ficha e depois minha opinião, como sempre.

Natura Plant Hidratação Reparadora Creme Noturno

Marca: Natura

O que promete: Para todas as mulheres com cabelos secos ou ressecados, o novo Plant Hidratação Reparadora é uma linha de tratamento completa (shampoo, condicionador, máscara, creme noturno e creme para pentear) que consegue deixar os fios mais fortes por dentro e por fora porque é a única que conta com um sistema de blindagem inteligente, que leva nutrientes para o interior da fibra ao mesmo tempo em que consegue selar as cutículas, garantindo proteção e hidratação prolongadas. Tudo isso sem deixar os fios pesado, pois promove hidratação na medida certa para a necessidade de cada fio.

Indicação: Mulheres.

Benefícios: O sistema de blindagem inteligente é enriquecido com Sérum concentrado a Quinoa, e contém ingredientes com diferentes diâmetros: as partículas menores penetram no interior do fio, garantindo mais nutrição e força, já as maiores, são responsáveis por selar as cutículas, protegendo e prolongando a hidratação.

Conteúdo da Embalagem: 150 ML

Modo de Usar: Aplique sobre os cabelos secos ou úmidos antes de dormir e deixe agir ao longo de toda a noite. Não é necessário enxaguar no dia seguinte. Não suja a pele e nem mancha o travesseiro. Use de 2 a 3 vezes por semana.

Preço: R$ 23,90 (*)

Minha opinião: Fiz o teste das duas formas, com os cabelos secos e com os cabelos úmidos, como fiz com o Pantene Pro-V Tratamento Noturno.

O cheiro é gostoso, também fixa nos cabelos, mas é mais doce que o da Pantene.

Passei nos cabelos secos com alguma dificuldade… o creme parecia não penetrar nos fios. Fui dormir e no dia seguinte meu cabelo tinha um pouco mais de brilho, parecia mais hidratado, mas no toque estava pesado.

De cara, você percebe que ele é mais ‘mole’ que o creme da Pantene mas achei que ele é mais pesado. Pra mim, esse ‘peso’ transpareceu nos fios. Não gostei muito e tentei o uso com os fios molhados.

Dois dias depois, lavei os cabelos e usei o creme com os fios ainda úmidos. Para espalhar pelos fios foi bem melhor, mas quando eles secaram, estavam pesados novamente, e ainda ganharam aquele aspecto ‘grudado’, que o cabelo chega a ficar meio ‘duro’ quando você passa a mão. Não gostei, mas fui dormir mesmo assim.

Dia seguinte eles não estavam mais ‘duros’ (acredito eu que o atrito dos fios com o travesseiro tenha melhorado a situação), mas ainda estavam pesados.

Eu particularmente não gostei. Pros meus cabelos, não funcionou.

Li outras resenhas, com meninas com os cabelos bem ressecados, que adoraram o produto. Pode ser que funcione mesmo pra quem tenha o cabelo mais seco, e precise de uma hidratação bem intensiva.

Seja lá como for o seu cabelo, eu acho um pouco de exagero usar esse tipo de hidratante noturno tantas vezes por semana como indicado.

Enfim… a Natura que me desculpe, mas pra mim fica com uma estrela só. Pra mim, não funcionou.

Avaliação:

E vocês, meninas? Já usaram esse creme da Natura ou outro hidratante noturno? Conte pra gente.

Beijinhos a todas e até o próximo post.

___________________

(*)  Preço pesquisado na data desse post. Pode sofrer alterações.

Testei: Pantene Pro-V Tratamento Noturno

Olá, meninas, tudo bem?

Hoje eu vim dar o meu parecer sobre um produto da Pantene para hidratar os cabelos. É um tratamento feito especialmente para tratar os fios enquanto a gente está dormindo.

Trata-se do Pantene Pro-V Fusão da Natureza Reparação Nutritiva Tratamento Noturno (quanta coisa, hein?).

Eu já usei um produto com o modo de uso igual, só que da Elseve, e gostei bastante (ainda preciso fazer uma resenha dele).

Como sempre, vou passar os dados da ‘ficha técnica’ e depois contar para vocês como foi a minha experiência com o produto.

Pantene Pro-V Fusão da Natureza Reparação Nutritiva Tratamento Noturno

Marca: Pantene.

Descrição: Creme hidratante capilar intensivo para uso noturno.

Como usar: Aplique sobre o cabelo seco ou úmido durante a noite e deixe agir enquanto você descansa. Sem enxagüe. Não use mais produto que o recomendado.

Advertência: Mantenha fora do alcance das crianças. Em caso de ingestão, procure seu médico. Em caso de contato com os olhos, lave com água em abundância. Suspenda o uso se observar irritação.

Conteúdo da Embalagem: 150ml /144g

Ingredientes ativos: Extrato da semente de Cássia, Abacate, Bambu e Uva.

Preço: R$ 10,00 (*)

Minha opinião: Eu testei o produto das duas formas indicadas, ou seja, com os cabelos secos e com os cabelos úmidos. Antes de qualquer coisa, quero apontar um ‘problema de comunicação’ na embalagem. Diz lá: “Não use mais produto que o recomendado”, mas em nenhuma parte da embalagem consta recomendação de quantidade do produto. Como é que a gente sabe se ultrapassou ou não a quantidade recomendada? (risos) Fica a dúvida.

O creme tem consistência bem levinha, como vocês podem ver na foto acima (a quantidade na minha mão é o que sai de creme apertando a válvula pump uma vez). E o cheiro é maravilhoso. Caso alguém conheça, é um cheiro muito parecido com o perfume Halloween, da J. Del Pozo que me traz muitas lembranças. Foi o meu primeiro perfume importado, lá pelos 17 anos, e na época eu o usava nos meus véus de dança do ventre (sim, sou dançarina desde os 17 anos). Na verdade eles não tem nenhum aroma em comum pois o Halloween tem em sua essência uma mistura floral de íris, flor de limão, gardênia, mimosa, rosa e lavanda. Mas, essas lembranças olfativas são complicadas e eu lembrei do perfume.

Voltando, eu tenho o cabelo bem curtinho (atualmente está mais curto do que na foto que está no blog), mas os fios são grossos e eu tenho bastante cabelo… a primeira vez que usei passei o creme no cabelo seco. Dei uma apertada na válvula pump, espalhei na palma das mãos, e passei no cabelo. Achei pouco e repeti o processo. Continuei achando pouco e repeti o processo. Assim, passei o equivalente a três ‘apertadas’ da válvula e fui dormir. No dia seguinte, achei que os cabelos estavam mais hidratados, sem frizz, com um pouco mais de brilho do que na noite anterior e com o vermelho da tintura bem chamativo (eu ando apaixonada por produtos que deixam a nova cor que estou passando nos cabelos mais viva). Mas, achei que os fios ficaram um pouquinho ‘grudados’ e pesados. Pensei: “Pode ter sido o último ‘aperto’ da válvula, talvez devesse ter parado no segundo”.

Com os cabelos úmidos, a quantidade de creme de apenas uma apertada na válvula foi o suficiente para espalhar o produto por todo o cabelo. Quando os fios secaram, estavam macios e com o vermelho da tintura super intenso também. Menos frizz que o de costume, mas não achei que ganharam brilho.

Em ambos os casos, quando lavei os cabelos dois dias depois do uso, senti os fios mais hidratados do que nos dias em que não usei o produto.

Resumindo, não é um produto pra substituir a sua hidratação mensal no salão ou aquela semanal em casa com uma boa máscara, mas é uma ótima solução de emergência para quando você precisa de um trato rápido e não está com tempo para a pausa de uma máscara. Ou até mesmo para quando você vai viajar, assim tem um produto para cuidar dos cabelos enquanto você dorme ou mesmo enquanto o cabelo seca.

Achei digno e ‘baratex’. Recomendo para quem gosta de produtos sem enxague para os cabelos.

Leva quatro estrelas ao invés de cinco porque esperava mais brilho no resultado de um produto de hidratação leave-in.

Gostou? Quer experimentar? Clique aqui para fazer uma pesquisa de preços em lojas virtuais e comprar o seu. 🙂

Avaliação: 

_______________

(*) Preço pesquisado na data desse post. Pode sofrer alterações.

%d blogueiros gostam disto: