Testei: Duo Smart (B Side)

Oi, meninas! Como vão vocês? 🙂

Na minha Blush Box de Agosto (é, já faz um tempinho) eu recebi um produto muito legal da B-Side. Acabei demorando para testar porque, mesmo não me maquiando todos os dias, eu tenho muitos produtos, mas acabo usando quase sempre os mesmos. Tenho me policiado a deixar os que ainda não usei mais à vista, assim eu lembro de usar.

O produto é um “2 em 1”, que pode ser usado como blush e como batom. A cor que eu recebi é a Twist, um rosa queimado muito bonito (e olha que eu não sou lá muito fã de rosa).

Quem quiser conhecer o produto, é só continuar lendo. 🙂

Duo Smart

Marca: B-Side

Descrição: batom e blush cremoso

Conteúdo: não informado na embalagem

Precauções: Mantenha fora do alcance de crianças.

O teste: Apliquei normalmente, usando como batom e blush. Testei a aplicação com os dedos e com pincel.

Avaliação

Aplicação, textura e cheiro: 5 (Ótima)

Achei muito gostoso de aplicar para as duas formas de uso (batom e blush).

Ele é bem cremoso, mas não é grudento, e espalha com bastante facilidade, tanto quando aplicado com os dedos, como quando aplicado com pincel.

Para usar como blush, não recomendo o pincel que já vem na embalagem. Prefira os dedos ou, se possível, use um pincel para blush. Aliás, foi a minha forma preferida para aplicá-lo. Usei o pincel chanfrado de blush da Natura, dando leves batidinhas com as cerdas no produto e em seguida aplicando nas bochechas e esfumando com o próprio pincel. Fica lindo e natural.

Só tem de tomar cuidado com a quantidade de produto, pois ele é bem pigmentado e você pode acabar ficando com o blush marcado o que, convenhamos, é muito feio.

Nos lábios, funciona bem quando aplicado com os dedos, com pincel de batom ou com o pincel que já vem com o produto. Com hidratante labial por baixo, faz uma cobertura mais cremosa, translúcida e natural, e deixa um rosa queimado mais suave. Se você tem o hábito de passar base ou primer cor da pele nos lábios antes de aplicar o batom, vai ter uma cobertura mais intensa, quase mate e o rosa fica um pouco mais aberto e chamativo.

Não é perfumado e tem um leve cheirinho de cera natural (tem mais de um tipo de cera na lista de ingredientes), que desaparece quando aplicado.

Pigmentação do produto aplicado: 5 (Ótima)

Achei a pigmentação espetacular. É bem pigmentado, principalmente para um produto cremoso que pode ser aplicado na pele e não só nos lábios, e você consegue controlar essa intensidade de cor facilmente.

Pegando o produto da embalagem e aplicando com leves batidinhas com os dedos ou com o pincel, nos lábios ou na bochecha, ele resulta num tom suave. Repetindo a aplicação, você tem cobertura e cor mais intensas.

Adorei e me surpreendeu bastante.

Como blush fica muito bonito e natural, principalmente para quem tem pele clara como a minha.

Duração: 4 (Boa)

Achei a durabilidade boa para um produto cremoso. Obviamente dura muito mais como blush do que como batom (já que os lábios estão em constante movimento, falamos, bebemos, comemos, tem a questão da saliva e tudo mais).

Mesmo assim, resistiu bem como batom e a tonalidade ficou nas bochechas durante boas horas. Acredito que, querendo uma durabilidade maior, uma camada de pó translúcido ou mesmo uma camada fininha de blush em pó por cima do produto dê conta do recado.

Embalagem: 4 (Boa)

A embalagem do produto é uma gracinha. Compacta, perfeita para deixar na bolsa para uma emergência, vem com espelho e pincel de esponjinha para aplicar.

Porém, como designer de embalagens, eu tenho que dizer que faltam muitas informações. Primeiro, não se sabe quanto vem de produto pois não existe informação sobre o peso líquido. Segundo, não existe nenhum tipo de informação sobre ‘como utilizar’ nem algo do gênero. Até entendo que é um batom e blush e todas nós sabemos como se aplicam esses produtos, mas discordo totalmente da ausência dessas informações. Todo mundo sabe como aplicar shampoo, no entanto todas as embalagens têm o texto de “como utilizar”.

Assim, perde um ponto e fica com nota 4 ao invés de 5.

Sim, eu sou bem chata com embalagem.

Preço: 0 (desconhecido)

Ficaram admiradas com o ‘desconhecido’? Pois é… Esse na minha opinião é um dos problemas dessa marca.

Recebi vários produtos da B-Side em diferentes “caixinhas” que assino, gostei de todos, mas a maior parte deles não consigo encontrar em lugar nenhum, nem na loja virtual própria. Dos quatro que já recebi, encontrei apenas um à venda.

O site da marca é uma bagunça. Houve dias em que tentei entrar e o sistema ficava pedindo para instalar um plug-in de procedência duvidosa.

Podia ser uma questão de produto de “Edição Especial” que já estivesse esgotado, mas eu tenho procurado desde que o recebi em minha Blush Box de Agosto. Nós já estamos em Janeiro e ele nunca apareceu.

É uma pena. Os produtos são ótimos, tem toda a questão de não testarem em animais, a maior parte dos ingredientes são naturais… mas quando você não encontra um produto para vender, acaba desistindo dele.

Recapitulando…

Aplicação, textura e cheiro:
*****
Pigmentação do produto aplicado:
*****
Duração: ****
Embalagem: ****
Preço:  ???

Média: 3,6

Avaliação Geral:

Se pelo menos conseguíssemos encontrar o produto à venda em algum lugar a nota geral com certeza seria maior.

É isso, meninas. Espero que tenham gostado. 🙂

Beijinhos e até a próxima!

Testei: Jillian Dempsey Paleta de Corretivos

Olá, meninas, tudo bem?

Corretivos coloridos existem há muito tempo, mas só agora eles saíram das mãos apenas dos profissionais e estão se tornando mais acessíveis às ‘meras mortais’ como nós que, durante anos, tentamos corrigir nossas peles com perfeição usando apenas os corretivos beges e marrons (depende da tonalidade da sua pele) comuns. O resultado nunca é perfeito como o visual profissional.

Grande parte dessa diferença não é apenas (nem só) falta de prática. Algumas imperfeições da pele precisam de ‘cor’ para serem corrigidas com perfeição e naturalidade.

Se você está com uma espinha bem inflamada e vermelha no rosto, por exemplo, não adianta tentar cobrir a vermelhidão com corretivo da cor da sua pele. Você até consegue, mas tem que aplicar tanto produto que fica com aquele aspecto ‘massa corrida’ que ninguém quer, não é mesmo?

É aí que entram os corretivos coloridos.

Eu já falei superficialmente sobre como eles funcionam aqui e logo de cara vocês perceberão a ausência do corretivo verde nessa paleta da Avon.

Ela é importada, não é fabricada pela Avon no Brasil (mas está sendo comercializada no nosso catálogo, viu? :)), e existe em duas tonalidades: para peles claras e para peles escuras. A única diferença é que a paleta para peles escuras tem as cores mais fortes, naturalmente. O lilás é mais intenso, quase roxo, o rosado é mais escuro, o pêssego é quase um marrom e o amarelo escuro é praticamente um bege. Mas o uso de cada uma das cores é o mesmo.

Vou mostras os swatches das cores da versão para peles claras logo abaixo, em seguida a ficha técnica do produto e a minha opinião e avaliação final. Vamos lá?

Jillian Dempsey Professional Corrector Palette

Marca: Avon.

Descrição: Paleta de corretivos.

O que promete: A paleta Jillian Dempsey reduz visivelmente a vermelhidão, oculta as olheiras e disfarça as imperfeições da pele.

  • Lilás: ilumina áreas escurecidas e neutraliza o tom amarelado, proporcionando à pele brilho saudável.
  • Rosado: oculta as imperfeições e uniformiza o tom da pele.
  • Pêssego: ajuda a realçar os contornos da área abaixo das sobrancelhas e bochechas, iluminando a pele.
  • Amarelo: suaviza a vermelhidão, como pequenos vasos e acne.

Como usar: Utilize os corretivos nas áreas que necessitam. Aplique depois do hidratante e antes da base ou do pó. Espalhe de maneira uniforme.

Precauções: Uso externo. Não aplicar sobre a pele irritada ou lesionada. Para o uso durante a gravidez, consulte um médico. Em caso de irritação, suspenda o uso do produto. Caso a irritação persista, consulte um médico. Evite calor excessivo. Mantenha a embalagem bem fechada e fora do alcance de crianças.

Conteúdo da Embalagem: 4g.

Preço: R$ 24,00 (*)

Minha opinião: Eu achei prático por já ter todas as cores em uma paleta só. Ele cumpre o que promete, mas é um corretivo bem cremoso, em consequência, escorre e acumula nas dobrinhas com facilidade. E olha que a minha pele em torno dos olhos é seca, não oleosa. Em dias quentes ou para quem tem que ficar de maquiagem durante muitas horas, só aconselho se você utilizar algum pó por cima.

Infelizmente não vem corretivo na cor verde que, na minha opinião, oculta manchas vermelhas com muito mais facilidade do que o corretivo amarelo (mais eficaz contra olheiras e hematomas).

Se a base que você usa for em pó, por exemplo, excelente. A minha é uma mineral em pó (que é da Avon ‘gringa’ e deixou de ser vendida aqui no Brasil, infelizmente), então pra mim foi ótimo. Passo o corretivo, passo a base em pó por cima e fica perfeito. Se sua base é líquida ou cremosa mas depois você finaliza com pó, também não tem problema. Já usar apenas o corretivo (com ou sem base líquida ou cremosa), não aconselho. A não ser que você precise ficar maquiada no máximo 2 horas.

Assim que você aplica parece que o acabamento vai ficar ruim, mas alguns minutos depois o corretivo ‘assenta’ na pele e desaparece. Fica incrível.

Não gostei do pincel que vem pra aplicar. As cerdas são duras para a textura do produto (o que deixa o corretivo na paleta cheio de ‘buracos’) e muito pequeno… nada prático para aplicação. Prefira a ponta dos dedos, com leves batidinhas. Fica perfeito.

Pra tirar melhor proveito das cores, eu uso dessa forma:

  • Lilás: para ocultar manchas marrons e alaranjadas, como sinais e sardas;
  • Rosado: nada mais é que o corretivo ‘cor da pele’, que você pode passar para corrigir pequenas imperfeições que não necessitam de muita correção, e também por cima do corretivo colorido que você já usou;
  • Pêssego: use embaixo das sobrancelhas para iluminar e no ossinho da bochecha, quase como se fosse um blush;
  • Amarelo: para corrigir olheiras e espinhas pouco inflamadas (quando está muito inflamada e vermelha, repito, um corretivo na cor verde dá um resultado muito melhor).

No final, eu acho que é um produto bom e prático, mas a necessidade de um pó para finalizar e a ausência de um corretivo verde faz com que eu avalie com 3 estrelas.

Avaliação: 

E vocês? Já usaram essa paletinha de corretivos? O que acharam? Escrevam nos comentários!

Um beijo a todas e até o próximo post.

_______________

(*) Preço pesquisado no catálogo Avon vigente na data desse post. Pode sofrer alterações conforme a campanha vigente em sua cidade.

Maquiagem: 4) Blush – Um toque de saúde

Olá, meninas, tudo bem? Vamos continuar nossa série sobre maquiagem falando sobre o blush.

Na hora de aplicar o blush, algumas dicas são essenciais.

Primeiro, use um pincel redondo e largo para aplicá-lo.

Comece a aplicação a partir do meio das maçãs do rosto.

Passe o pincel (de leve) na testa, junto à raiz do cabelo, na linha do maxilar e no queixo. Isso garante um resultado mais natural.

Para deixar a cor da pele uniforme, alguns profissionais costumam finalizar a maquiagem com uma pincelada de blush em todo o rosto. Mas atenção: não se esqueça de retirar o excesso de produto do pincel, antes de proceder dessa maneira.

Não exagere. O blush não deve ficar “marcado”. Sua função é apenas realçar o colorido natural da pele.

“Rubor nas faces. Pudor, vergonha, excitação ou simplesmente atestado de saúde e bem-estar. Tantas são as maneiras de interpretar um rosto adulto que ganhou colorido nas maçãs, quase imitando a criança afogueada brincando na rua. Na década de 30, o círculo explícito do rouge marcava as bochechas, quase sempre de carmim ao vermelho puro. Mas com o passar dos anos, o blush ganhou tonalidades da pele humana e virou um poderoso instrumento de correção dos contornos e volumes do rosto na mão de profissionais.”

Duda Molinos

Tipos

  • Blush em pó: vai bem para todo mundo, pois a pele trabalhada (base, corretivo, pó) favorece a fixação do blush. Da variedade de texturas, a gama de beges e marrons opacos protagonizam a correção de volumes e contornos;
  • Blush cremoso: dá uma aparência de pele bem hidratada. Cuidado para não esfregar e apagar, caso tenha feito a pele antes;
  • Blush líquido: mais raro, fica bem em uma pele virgem, que não exigiu nenhum lastro de correção. Direto no rosto, dá um efeito natural, graças à transparência da cor sobre a pele.

Cores e efeitos

Há inúmeras cores de blush disponíveis no mercado e a forma que você dá ao traço pode ajudar a modificar o formato de seu rosto.

Quanto às cores, podemos resumir da seguinte forma:

  • Tons de coral: Fica bem em todos os tipos de pele;
  • Tons de rosa: Fica bem em morenas e loiras;
  • Tons de vermelho e vinho: Fica bem em pele negra;
  • Tons de laranja: Fica bem na pele oliva, como a das orientais;
  • Tons de marrom: Geralmente são usados para ‘correções’ do rosto.

Mas, se você é bem clarinha e gosta de blush vinho, use. Se você é oriental e gosta de um blush vermelho, use da mesma forma. O importante é criar uma harmonia. Essas dicas são mais úteis para quem está começando a se maquiar, para evitar cair em um erro que deixe o resultado da maquiagem muito artificial.

No geral, os melhores pincéis são os arredondados, como o pincel d’O Boticário. Se você já tiver experiência com maquiagem e quiser fazer correções, o pincel com corte chanfrado, como o da Natura, já é mais adequado.

Quanto à forma de aplicar, alguns maquiadores cismam em criar ‘regras’: “Se você tem o rosto redondo deve aplicar do jeito x para que ele pareça mais fino”. Não é assim. Se você tem o rosto redondo e gosta dele dessa forma, você não é obrigada a aplicar o blush de uma forma que faça seu rosto parecer mais fino. Essas dicas servem para quem se incomoda um pouco com o formato de seu rosto e quer uma ajuda para modificá-lo suavemente.

Muito mais interessante do que tentar modificar é valorizar o formato de seu rosto. Quanto mais você tentar ‘modificá-lo’, mais artifical sua maquiagem vai parecer. Fica algo forçado e feio.

Basicamente, se você subir o traço em direção às têmporas, vai deixar seu rosto mais “fino”. Um traço horizontal, ou seja, na altura das orelhas, alarga o rosto. Veja o que é melhor para o seu caso.

Não quero entrar em detalhes neste post pois é um assunto extenso e mais interessante para quem já tem experiência em maquiagem. Acho que é conteúdo para um post mais adiante, bem específico e mais detalhado.

%d blogueiros gostam disto: