Francesinha Invertida: Fagulha + Black Lingerie

Olá, meninas, tudo bem?

Semana passada eu tive que mudar a minha nail art das unhas da semana de última hora porque a minha ideia inicial não funcionou.

Eu cismei que queria francesinha invertida, usando laranja e preto, com o laranja na parte próxima à cutícula e preto no restante. Então eu tinha pintado a unha toda de preto, usando o Black Lingerie, da Revlon, colado a guia de francesinha e pintado a parte laranja com o Fagulha, da Colorama, por cima.

Resultado: o Fagulha não conseguiu cobrir o Black Lingerie e pra melhorar a situação, quando arranquei a guia de francesinha, o Black Lingerie veio todinho junto do adesivo. Fiquei com uma meia lua laranja, depois uma faixa sem nenhum esmalte (onde estava colado o adesivo) e depois vinha o preto. Respirei fundo, pintei de preto de novo e usei os flocados para fazer o post para o blog.

Essa semana inverti a ordem das coisas. Primeiro, uma camada de Base Preparadora da Cor, da Colorama.

Depois, pintei tudo com o Fagulha, da Colorama (duas camadas):

Depois, colei as guias de francesinha que eu comprei com a Ju, do Vivo Maquiada (clique aqui para ver os adesivos e comprar os seus).

Ignorem a unha do indicador que já está com o esmalte preto (eu tinha esquecido de tirar foto só com os adesivos).

Depois passei o Black Lingerie (uma camada) na parte da unha que ficou abaixo do adesivo. O ideal é passar a camada e tirar o adesivo com o esmalte ainda úmido. Assim o contorno fica mais perfeito.

Depois, foi só passar uma camada de Cobertura Intensificadora da Cor da Colorama.

Eu estou querendo fazer outras combinações de cores nesse modelo. E vocês, gostaram?

Para quem gostou do Fagulha da Colorama, é só clicar aqui para fazer uma pesquisa de preços e comprar o seu em uma loja virtual.

E para quem gosta mais do Black Lingerie, clique aqui.

É isso aí, meninas. Um ótimo fim de semana para todas e até semana que vem!

Beijinhos.

Esmalte: Nariz de Palhaço

Oi, meninas, tudo bem?

E chegou a sexta! Dia de unhas da semana. 🙂

Unhas vermelhas não são o meu forte. Eu acho incrivelmente lindas nas outras mulheres, mas quando passo esmaltes dessa cor em mim não consigo me adaptar muito bem. Não sei porque. Gosto de alguns poucos tons mais fechados, quase vinho, mas vermelho vermeeeeelho mesmo, não gosto.

Dia desses eu me dei conta que o único esmalte realmente vermelho que eu tenho é o Salto Alto, da Colorama, que eu nem comprei… vi nas unhas de uma antiga colega de trabalho, achei a cor linda, comentei isso com ela, e acabei ganhando um frasquinho da cor. Sabem quando eu usei? Nunca… (risos).

Enfim… resolvi arriscar alguma coisa nesse tom e comprei o Nariz de Palhaço, da Coleção Respeitável Público, da Colorama.

A cor é muito bonita. Foi muito fácil de passar e, contrariando a maior parte dos esmaltes vermelhos da Terra, foi muito fácil de limpar os excessos. Mas ele tem um fundo laranja que não me agrada muito. Não sei explicar. É um tom meio telha.

Querem ver como ficou?

Conseguem ver um fundinho laranja depois do vermelho? Não é uma cor feia, mas nas minhas mãos me incomoda um pouco. Um monte de gente falou que está linda e tudo mais, mas eu fico um pouco incomodada mesmo.

Gostou da cor? Clique aqui para fazer uma pesquisa de preços e comprar o seu.

Aí na foto tem uma camada do fixador de esmaltes da Avon (que vocês já viram em todos os últimos posts de unhas) e duas camadas do Nariz de Palhaço. Não está com topcoat nenhum, o brilho dele é esse mesmo.

Por que eu não passei topcoat? Porque eu queria mostrar uma novidade… não é tão novidade assim, já está aparecendo há algum tempo, mas eu aposto que muitas de vocês ainda não conhecem e eu nunca tinha usado.

Unhas de pelúcia! Você usa pó de pelúcia (também pode ser chamado de pó de flocagem) nas unhas, por cima de um esmalte de base, que pode ou não ser da mesma cor que a pelúcia que você for usar.

Inclusive tem quatro potinhos desse pó em cores neon no prêmio do Sorteio em parceria com a Stock Multimídia. Não viu ainda? Clique aqui para ler as regras e participar.

Eu comprei um kit com 16 cores com um vendedor do Mercado Livre. O nome dele é Aldo, e você pode comprar com ele nesse anúncio aqui. 🙂 Ainda vem um potinho de mini bolinhas em cores mistas para fazer caviar nails.

E para quem gosta de nail art, aliás, ele está com um anúncio de um kit gigante (com todas as cores de pelúcia, todas as cores de bolinhas para caviar nails, plaquinha para carimbo e adesivos 3D para as unhas). Clique aqui para conferir.

Atualizando a informação… o Aldo agora vende um kit com 30 cores de pelúcia mais bolinhas para fazer caviar nails e ainda tem 3 brindes de quebra. Você pode dar uma olhada nos produtos e comprar o seu clicando aqui.

E então, eu queria o Nariz de Palhaço com uma “inglesinha” de pelúcia (ou “francesinha”, como vocês quiserem… eu prefiro “francesinha”, mas direto vem gente me corrigir dizendo que só é “francesinha” se o esmalte for branco e blá blá blá… risos).

E comecei a ‘saga’. É uma verdadeira arte mas… é a nail art mais divertida que eu já fiz (e olha que eu tenho hábito de fazer várias dessas técnicas meio malucas).

Tirei algumas fotos do processo (pelas quais eu peço desculpas, ficaram um pouco desfocadas. Eu estou sem a minha câmera digital essa semana, estou usando a da minha mãe, mas é daquelas que você olha no visor e está tudo lindo, quando você passa pro computador foco é o de menos, sabem?).

Dica: Usem uma folha de sulfite em cima de onde vocês forem fazer o processo todo. Assim, o pó que for caindo você pode devolver pro potinho quando terminar, e usar da próxima vez. 😉

  1. Primeiro, eu colei os adesivos de francesinha que eu comprei com a Ju, da Vivo Maquiada (clique aqui para comprar o seu). Reparem que o modelo que usei é o meio curvadinho no centro.
  2. Depois, apliquei uma camada generosa de top coat na parte da unha onde a gente pintaria de branco em uma ‘francesinha’ comum. Nessa hora, o ideal é evitar ao máximo deixar o top coat encostar na pele, porque limpar a pelúcia depois faz bagunça (acreditem, eu precisei fazer isso e foi meio complicado). Também é importante aplicar bastante top coat, para que cole bastante pelinho e o acabamento fique mais bonito. IMPORTANTE: Tem que fazer uma unha por vez! Ou seja, passe top coat em uma unha, e passe pros passos número 3 e 4. Depois, passe top coat em outra unha, e faça o mesmo.
  3. Mergulhe toda a unha no potinho de pelúcia. Vá com fé e com vontade! (risos) Pressione bem a unha contra o pó de pelúcia, gire levemente o dedo, para que toda a superfície com top coat fique com pelúcia aderida. Não tenha medo, pode pressionar mesmo.
  4. Tire o dedo do potinho e, com os dedos da outra mão (óbvio… hahahaha) pressione toda a pelúcia sobre a unha. De novo, não tenha medo. Não vai estragar, só vai fazer com os pelinhos grudem bem no top coat e deixe um acabamento perfeito.
  5. Depois de uns 10 minutos, quando estiver bem sequinho, você pode tirar os adesivos.
  6. Limpe os excessos da pelúcia com um pincel de maquiagem (eu usei um do tipo kabuki, que tem as cerdas mais curtas e durinhas, assim tirou todo o excesso fácil).
  7. Se for necessário, limpe em torno da unha com um palito com algodão e acetona ou removedor de esmaltes, como a gente limpa os esmaltes mesmo.

E pronto!

Não se preocupem com água (banho, lavar as mãos etc)… pode fazer tudo tranquilamente, contanto que já esteja bem sequinho. Único cuidado extra é se vocês usarem uma pelúcia muito clarinha e depois ficar mexendo em coisa empoeirada e coisas assim. Pode sujar a pelúcia.

Se vocês estiverem mexendo com algodão seco depois, vocês vão ver que eles grudam na pelúcia de um jeito incrível (risos). Não se preocupe… é só lavar com água que sai.

Abaixo tem fotos de como ficou. A primeira é antes de tirar os excessos com removedor. A segunda é depois de tudo limpinho.

E depois disso tudo, como as ‘freguesas’ do blog estão cansadas de saber, nail art pouca pra mim é bobagem. Vamos colar strass! 😀

E pronto!

Gostaram? Eu sinceramente não achava que ia ficar bom nem que o processo fosse tão divertido. Mas valeu a pena. Para as meninas mais pacientes, aconselho muito!

Updating (11.Julho.2012): Meninas… a pelúcia dura o tempo que durar o seu esmalte nas unhas. A parte que lascar, obviamente, a pelúcia vai junto. A única coisa que eu notei foi que ela vai ficando mais ‘amassadinha’, não tão ‘fofa’ quanto nos primeiros dias. É como um bichinho de pelúcia que vai ficando velhinho mesmo.

Mais um detalhe… esse esmalte, diferente de outros esmaltes vermelhos da Colorama, manchou as minhas unhas, mesmo com o uso da base primeiro. Não foi nada absurdo, mas… estão um pouquinho manchadas. 😦

Beijinhos a todas e um ótimo fim de semana! 😉

Maquiagem: 4) Blush – Um toque de saúde

Olá, meninas, tudo bem? Vamos continuar nossa série sobre maquiagem falando sobre o blush.

Na hora de aplicar o blush, algumas dicas são essenciais.

Primeiro, use um pincel redondo e largo para aplicá-lo.

Comece a aplicação a partir do meio das maçãs do rosto.

Passe o pincel (de leve) na testa, junto à raiz do cabelo, na linha do maxilar e no queixo. Isso garante um resultado mais natural.

Para deixar a cor da pele uniforme, alguns profissionais costumam finalizar a maquiagem com uma pincelada de blush em todo o rosto. Mas atenção: não se esqueça de retirar o excesso de produto do pincel, antes de proceder dessa maneira.

Não exagere. O blush não deve ficar “marcado”. Sua função é apenas realçar o colorido natural da pele.

“Rubor nas faces. Pudor, vergonha, excitação ou simplesmente atestado de saúde e bem-estar. Tantas são as maneiras de interpretar um rosto adulto que ganhou colorido nas maçãs, quase imitando a criança afogueada brincando na rua. Na década de 30, o círculo explícito do rouge marcava as bochechas, quase sempre de carmim ao vermelho puro. Mas com o passar dos anos, o blush ganhou tonalidades da pele humana e virou um poderoso instrumento de correção dos contornos e volumes do rosto na mão de profissionais.”

Duda Molinos

Tipos

  • Blush em pó: vai bem para todo mundo, pois a pele trabalhada (base, corretivo, pó) favorece a fixação do blush. Da variedade de texturas, a gama de beges e marrons opacos protagonizam a correção de volumes e contornos;
  • Blush cremoso: dá uma aparência de pele bem hidratada. Cuidado para não esfregar e apagar, caso tenha feito a pele antes;
  • Blush líquido: mais raro, fica bem em uma pele virgem, que não exigiu nenhum lastro de correção. Direto no rosto, dá um efeito natural, graças à transparência da cor sobre a pele.

Cores e efeitos

Há inúmeras cores de blush disponíveis no mercado e a forma que você dá ao traço pode ajudar a modificar o formato de seu rosto.

Quanto às cores, podemos resumir da seguinte forma:

  • Tons de coral: Fica bem em todos os tipos de pele;
  • Tons de rosa: Fica bem em morenas e loiras;
  • Tons de vermelho e vinho: Fica bem em pele negra;
  • Tons de laranja: Fica bem na pele oliva, como a das orientais;
  • Tons de marrom: Geralmente são usados para ‘correções’ do rosto.

Mas, se você é bem clarinha e gosta de blush vinho, use. Se você é oriental e gosta de um blush vermelho, use da mesma forma. O importante é criar uma harmonia. Essas dicas são mais úteis para quem está começando a se maquiar, para evitar cair em um erro que deixe o resultado da maquiagem muito artificial.

No geral, os melhores pincéis são os arredondados, como o pincel d’O Boticário. Se você já tiver experiência com maquiagem e quiser fazer correções, o pincel com corte chanfrado, como o da Natura, já é mais adequado.

Quanto à forma de aplicar, alguns maquiadores cismam em criar ‘regras’: “Se você tem o rosto redondo deve aplicar do jeito x para que ele pareça mais fino”. Não é assim. Se você tem o rosto redondo e gosta dele dessa forma, você não é obrigada a aplicar o blush de uma forma que faça seu rosto parecer mais fino. Essas dicas servem para quem se incomoda um pouco com o formato de seu rosto e quer uma ajuda para modificá-lo suavemente.

Muito mais interessante do que tentar modificar é valorizar o formato de seu rosto. Quanto mais você tentar ‘modificá-lo’, mais artifical sua maquiagem vai parecer. Fica algo forçado e feio.

Basicamente, se você subir o traço em direção às têmporas, vai deixar seu rosto mais “fino”. Um traço horizontal, ou seja, na altura das orelhas, alarga o rosto. Veja o que é melhor para o seu caso.

Não quero entrar em detalhes neste post pois é um assunto extenso e mais interessante para quem já tem experiência em maquiagem. Acho que é conteúdo para um post mais adiante, bem específico e mais detalhado.

Maquiagem: 3) Corretivo – Disfarce perfeito

Olá, meninas, tudo bem?

Vamos continuar à nossa sequência sobre maquiagem?

Hoje falaremos dos corretivos.

Manchas, espinhas, olheiras… O corretivo disfarça tudo. Mas para conseguir isso ele precisa ser um pouquinho mais claro que o tom natural da sua pele. Se ele for mais escuro vai realçar ainda mais tudo o que você está querendo esconder.

Coloque um pouquinho do produto nos lugares que você quer disfarçar. Para espalhar, dê batidinhas suaves com a ponta do dedo. Quando for aplicar o corretivo na área ao redor dos olhos, use um pincel especial para isso.

Há controvérsias sobre ‘quando’ passar o corretivo: antes ou depois da base. Não há certo e errado. A solução é testar e ver como você se adapta e como consegue um resultado melhor.

Os que criticam que o corretivo venha antes da base alega que, ao espalhar a base, você acaba espalhando mais o corretivo, diminuindo sua cobertura.

Eu particularmente prefiro passar o corretivo depois da base. Primeiro porque a base já irá cobrir uma parte das imperfeições, logo, você usará menos corretivo para corrigir o que ainda for necessário, sem correr o risco de exagerar na quantidade de produto e criar um efeito sobrecarregado. Segundo porque também acho que, se passar o corretivo primeiro, ao espalhar a base, espalhará também o corretivo, ele acabará perdendo o seu efeito, e você terá de passá-lo novamente.

“É difícil alguém escapar de um toque de corretivo para eliminar pequenos sinais indesejáveis da pele ou olheiras que revelem cansaço no rosto. Até mesmo quem procura um look natural pode usar o corretivo para dar homogeneidade à pele, sem a necessidade de ter preparado antes com a base. Como o próprio nome diz, é o cosmético que vai direto à correção de pontos ‘machucados’ do rosto: desde pintas, vasinhos rompidos, espinhas, até olheiras, vermelhão em volta do nariz, manchas e cicatrizes.”

Duda Molinos

Tipos de corretivo

  • Corretivo em bastão ou lápis: difíceis de lidar, normalmente acabam por revelar a correção, ao invés de disfarçá-la;
  • Corretivo líquido ou cremoso: mais fáceis de controlar a intensidade do produto aplicado.

Cores de corretivo

Se você é iniciante em maquiagem. Esqueça essa parte. Tenha um corretivo um tom mais claro que sua pele, e ele servirá para corrigir a maior parte dos seus problemas.

Claro, se quiser começar a aprender a fazer uma maquiagem mais elaborada, compre os corretivos coloridos de uma marca mais barata (mas com produtos bons, por favor. Indico a marca Abelha Rainha, que tem os corretivos de todas as cores, são produtos ótimos e super baratinhos).

Basicamente, eles funcionam da seguinte forma:

  • Corretivo verde: é indicado para cobrir manchas avermelhadas, como espinhas e cicatrizes;
  • Corretivo amarelo: é indicado para neutralizar manchas arroxeadas, como olheiras e hematomas;
  • Corretivo violeta: é indicado para manchas amarronzadas e alaranjadas, como sinais e sardas;
  • Corretivo laranja: indicado para olheiras em peles morenas.

Para todos eles, vale uma regra: após aplicar o corretivo colorido, passe sempre o corretivo bege (um tom mais claro que sua pele) por cima. Ou seja, aplique primeiro o corretivo colorido e depois o corretivo cor da pele.

É uma técnica mais difícil de dominar do que simplesmente passar o corretivo cor da pele, mas o resultado final é uma pele muito mais perfeita e bem corrigida. Lembre-se que você precisa fazer camadas bem suaves, pois estará usando uma camada a mais de corretivo (a colorida). Se ‘pesar’ na mão, sua maquiagem ficará mais carregada e, portanto, menos natural.

Não é algo obrigatório para o dia a dia, e é mais aconselhável para dias de festas ou eventos importantes. É importante treinar bastante antes de sair por aí usando os corretivos coloridos.

Se quiser comprar esses corretivos coloridos da marca Abelha Rainha, entre no site Vivo Maquiada, da minha amiga e parceira Juliana. Com certeza vocês serão super bem atendidas e tenho certeza que se encantarão com mais algumas coisas que ela vende no site. É uma delícia! 🙂

Aproveitando… A Vivo Maquiada e o Blog Necessaire de Mulher sortearão, na próxima sexta-feira, dia 06 de Maio, um kit maravilhoso com produtos de maquiagem Abelha Rainha e uma paleta de 5 cores de sombras da Nyx.

E aí? Está esperando o que pra participar? Clique aqui, leia o regulamento, e participe! Boa sorte. 🙂

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: