Testei: Jillian Dempsey Paleta de Corretivos

Olá, meninas, tudo bem?

Corretivos coloridos existem há muito tempo, mas só agora eles saíram das mãos apenas dos profissionais e estão se tornando mais acessíveis às ‘meras mortais’ como nós que, durante anos, tentamos corrigir nossas peles com perfeição usando apenas os corretivos beges e marrons (depende da tonalidade da sua pele) comuns. O resultado nunca é perfeito como o visual profissional.

Grande parte dessa diferença não é apenas (nem só) falta de prática. Algumas imperfeições da pele precisam de ‘cor’ para serem corrigidas com perfeição e naturalidade.

Se você está com uma espinha bem inflamada e vermelha no rosto, por exemplo, não adianta tentar cobrir a vermelhidão com corretivo da cor da sua pele. Você até consegue, mas tem que aplicar tanto produto que fica com aquele aspecto ‘massa corrida’ que ninguém quer, não é mesmo?

É aí que entram os corretivos coloridos.

Eu já falei superficialmente sobre como eles funcionam aqui e logo de cara vocês perceberão a ausência do corretivo verde nessa paleta da Avon.

Ela é importada, não é fabricada pela Avon no Brasil (mas está sendo comercializada no nosso catálogo, viu? :)), e existe em duas tonalidades: para peles claras e para peles escuras. A única diferença é que a paleta para peles escuras tem as cores mais fortes, naturalmente. O lilás é mais intenso, quase roxo, o rosado é mais escuro, o pêssego é quase um marrom e o amarelo escuro é praticamente um bege. Mas o uso de cada uma das cores é o mesmo.

Vou mostras os swatches das cores da versão para peles claras logo abaixo, em seguida a ficha técnica do produto e a minha opinião e avaliação final. Vamos lá?

Jillian Dempsey Professional Corrector Palette

Marca: Avon.

Descrição: Paleta de corretivos.

O que promete: A paleta Jillian Dempsey reduz visivelmente a vermelhidão, oculta as olheiras e disfarça as imperfeições da pele.

  • Lilás: ilumina áreas escurecidas e neutraliza o tom amarelado, proporcionando à pele brilho saudável.
  • Rosado: oculta as imperfeições e uniformiza o tom da pele.
  • Pêssego: ajuda a realçar os contornos da área abaixo das sobrancelhas e bochechas, iluminando a pele.
  • Amarelo: suaviza a vermelhidão, como pequenos vasos e acne.

Como usar: Utilize os corretivos nas áreas que necessitam. Aplique depois do hidratante e antes da base ou do pó. Espalhe de maneira uniforme.

Precauções: Uso externo. Não aplicar sobre a pele irritada ou lesionada. Para o uso durante a gravidez, consulte um médico. Em caso de irritação, suspenda o uso do produto. Caso a irritação persista, consulte um médico. Evite calor excessivo. Mantenha a embalagem bem fechada e fora do alcance de crianças.

Conteúdo da Embalagem: 4g.

Preço: R$ 24,00 (*)

Minha opinião: Eu achei prático por já ter todas as cores em uma paleta só. Ele cumpre o que promete, mas é um corretivo bem cremoso, em consequência, escorre e acumula nas dobrinhas com facilidade. E olha que a minha pele em torno dos olhos é seca, não oleosa. Em dias quentes ou para quem tem que ficar de maquiagem durante muitas horas, só aconselho se você utilizar algum pó por cima.

Infelizmente não vem corretivo na cor verde que, na minha opinião, oculta manchas vermelhas com muito mais facilidade do que o corretivo amarelo (mais eficaz contra olheiras e hematomas).

Se a base que você usa for em pó, por exemplo, excelente. A minha é uma mineral em pó (que é da Avon ‘gringa’ e deixou de ser vendida aqui no Brasil, infelizmente), então pra mim foi ótimo. Passo o corretivo, passo a base em pó por cima e fica perfeito. Se sua base é líquida ou cremosa mas depois você finaliza com pó, também não tem problema. Já usar apenas o corretivo (com ou sem base líquida ou cremosa), não aconselho. A não ser que você precise ficar maquiada no máximo 2 horas.

Assim que você aplica parece que o acabamento vai ficar ruim, mas alguns minutos depois o corretivo ‘assenta’ na pele e desaparece. Fica incrível.

Não gostei do pincel que vem pra aplicar. As cerdas são duras para a textura do produto (o que deixa o corretivo na paleta cheio de ‘buracos’) e muito pequeno… nada prático para aplicação. Prefira a ponta dos dedos, com leves batidinhas. Fica perfeito.

Pra tirar melhor proveito das cores, eu uso dessa forma:

  • Lilás: para ocultar manchas marrons e alaranjadas, como sinais e sardas;
  • Rosado: nada mais é que o corretivo ‘cor da pele’, que você pode passar para corrigir pequenas imperfeições que não necessitam de muita correção, e também por cima do corretivo colorido que você já usou;
  • Pêssego: use embaixo das sobrancelhas para iluminar e no ossinho da bochecha, quase como se fosse um blush;
  • Amarelo: para corrigir olheiras e espinhas pouco inflamadas (quando está muito inflamada e vermelha, repito, um corretivo na cor verde dá um resultado muito melhor).

No final, eu acho que é um produto bom e prático, mas a necessidade de um pó para finalizar e a ausência de um corretivo verde faz com que eu avalie com 3 estrelas.

Avaliação: 

E vocês? Já usaram essa paletinha de corretivos? O que acharam? Escrevam nos comentários!

Um beijo a todas e até o próximo post.

_______________

(*) Preço pesquisado no catálogo Avon vigente na data desse post. Pode sofrer alterações conforme a campanha vigente em sua cidade.

Esmaltes: Amarelo Pop Art + Pagu + Cobertura Colorama

Olá, meninas, tudo bem?

Hoje vou dar mais uma ‘pausa’ nos posts básicos sobre maquiagem para mostrar as unhas da semana.

Há um tempinho atrás eu comprei uns esmaltes craquelados da Rivka, na Bela Glamour, e me apaixonei por eles. Comprei de várias cores, pensei em várias combinações, mas até agora eu só usei o preto.

A primeira vez foi com o Holly, da Sancion Angel, como cor de base, o craquelado Pagu (preto), e o Pérola Negra, da Passe Nati, como cobertura. Até fiz um post aqui no blog.

Dessa vez acabei usando o Pagu de novo (não me matem… risos)… Mas usei outra cor de base, e também experimentei uma nova (nova para mim, porque nunca tinha usado, o produto existe faz tempo) cobertura da Colorama que eu comprei também e já já falo sobre ela.

Primeiro, duas camadinhas do Colorama Única Camada na cor Amarelo Pop Art. E aí vocês vão me perguntar: “Mas o Colorama não é ‘Única Camada’?” Sim, é. E eu sou particularmente apaixonada por essa linha da Colorama. Mas o amarelo é uma cor ingrata, e eu não estava num dia muito bom, de forma que uma camada só ficou com algumas manchinhas. Resolvi passar duas. Mas não tem problema, esse esmalte é ótimo, mesmo sendo grosso, seca super rápido e não dá ‘bolinha’.

No dia seguinte (pra ter certeza que o esmalte amarelo já estava bem seco – esmalte craquelado só deve ser passado por cima do esmalte bem seco, se não, ele acaba arrastando o esmalte de baixo e ‘abrindo’ também a cor de base, o resultado acaba ficando feio, porque fica aparecendo partes da unha, ao invés da cor), passei uma mão (nunca mais do que uma) do craquelado Rivka, na cor Pagu. Este também seca super rápido, e o resultado é perfeito.

Os esmaltes craquelados da Rivka têm acabamento fosco, o que é legal, porque dá um certo contraste com o brilho do Colorama que usei de base. Mas, como eu queria algo menos ‘chamativo’ nos pés, eu pintei as unhas dos pés com o Musa, da Avon (preto), e achei que ficaria melhor se o preto das unhas das mãos também tivesse brilho.

Logo, foi uma ótima oportunidade de, finalmente, testar a Cobertura Intensificadora da Cor, da Colorama. Eu sempre usei o Impala Mega Shine como cobertura de brilho para os meus esmaltes, mas ultimamente ele está (ainda) mais grosso, e acaba levando horas para secar (o que já acontece por padrão com as minhas unhas, todos os esmaltes demoram horas para secar).

Vi comentários em outros blogs com o mesmo tipo de reclamação. Diziam que o Mega Shine tinha um brilho lindo, mas demorava muito pra secar, e a melhor cobertura de brilho disponível no mercado no momento era esta, da Colorama.

Lá fui eu testar… E confesso que gostei. O brilho não é o mesmo do Mega Shine, tenho de dizer. O Mega Shine brilha muito mais. Mas ele, além de demorar para secar, como eu já disse, às vezes fazia ‘bolinhas’.

Assim, lá foi uma camada do ‘top coat’ da Colorama. Secou rápido, não deu dor de cabeça pra passar e não apareceram as temidas ‘bolinhas’. Gostei bastante e usarei mais.

Olhem como ficou legal:

No começo parece meio estranho (essa coisa meio abelha, meio girafa… risos), mas eu gostei bastante do resultado e estou super empolgada para usar um look calça preta + blusa amarela (novinha, que eu comprei esses dias e ainda não usei).

E vocês, meninas, gostaram?

Já testaram algum craquelado ou ainda não se habituaram a esse efeito?

Não esqueçam de deixar seus comentários.

Beijinhos a todas, bom fim de semana, e até semana que vem!

Maquiagem: 3) Corretivo – Disfarce perfeito

Olá, meninas, tudo bem?

Vamos continuar à nossa sequência sobre maquiagem?

Hoje falaremos dos corretivos.

Manchas, espinhas, olheiras… O corretivo disfarça tudo. Mas para conseguir isso ele precisa ser um pouquinho mais claro que o tom natural da sua pele. Se ele for mais escuro vai realçar ainda mais tudo o que você está querendo esconder.

Coloque um pouquinho do produto nos lugares que você quer disfarçar. Para espalhar, dê batidinhas suaves com a ponta do dedo. Quando for aplicar o corretivo na área ao redor dos olhos, use um pincel especial para isso.

Há controvérsias sobre ‘quando’ passar o corretivo: antes ou depois da base. Não há certo e errado. A solução é testar e ver como você se adapta e como consegue um resultado melhor.

Os que criticam que o corretivo venha antes da base alega que, ao espalhar a base, você acaba espalhando mais o corretivo, diminuindo sua cobertura.

Eu particularmente prefiro passar o corretivo depois da base. Primeiro porque a base já irá cobrir uma parte das imperfeições, logo, você usará menos corretivo para corrigir o que ainda for necessário, sem correr o risco de exagerar na quantidade de produto e criar um efeito sobrecarregado. Segundo porque também acho que, se passar o corretivo primeiro, ao espalhar a base, espalhará também o corretivo, ele acabará perdendo o seu efeito, e você terá de passá-lo novamente.

“É difícil alguém escapar de um toque de corretivo para eliminar pequenos sinais indesejáveis da pele ou olheiras que revelem cansaço no rosto. Até mesmo quem procura um look natural pode usar o corretivo para dar homogeneidade à pele, sem a necessidade de ter preparado antes com a base. Como o próprio nome diz, é o cosmético que vai direto à correção de pontos ‘machucados’ do rosto: desde pintas, vasinhos rompidos, espinhas, até olheiras, vermelhão em volta do nariz, manchas e cicatrizes.”

Duda Molinos

Tipos de corretivo

  • Corretivo em bastão ou lápis: difíceis de lidar, normalmente acabam por revelar a correção, ao invés de disfarçá-la;
  • Corretivo líquido ou cremoso: mais fáceis de controlar a intensidade do produto aplicado.

Cores de corretivo

Se você é iniciante em maquiagem. Esqueça essa parte. Tenha um corretivo um tom mais claro que sua pele, e ele servirá para corrigir a maior parte dos seus problemas.

Claro, se quiser começar a aprender a fazer uma maquiagem mais elaborada, compre os corretivos coloridos de uma marca mais barata (mas com produtos bons, por favor. Indico a marca Abelha Rainha, que tem os corretivos de todas as cores, são produtos ótimos e super baratinhos).

Basicamente, eles funcionam da seguinte forma:

  • Corretivo verde: é indicado para cobrir manchas avermelhadas, como espinhas e cicatrizes;
  • Corretivo amarelo: é indicado para neutralizar manchas arroxeadas, como olheiras e hematomas;
  • Corretivo violeta: é indicado para manchas amarronzadas e alaranjadas, como sinais e sardas;
  • Corretivo laranja: indicado para olheiras em peles morenas.

Para todos eles, vale uma regra: após aplicar o corretivo colorido, passe sempre o corretivo bege (um tom mais claro que sua pele) por cima. Ou seja, aplique primeiro o corretivo colorido e depois o corretivo cor da pele.

É uma técnica mais difícil de dominar do que simplesmente passar o corretivo cor da pele, mas o resultado final é uma pele muito mais perfeita e bem corrigida. Lembre-se que você precisa fazer camadas bem suaves, pois estará usando uma camada a mais de corretivo (a colorida). Se ‘pesar’ na mão, sua maquiagem ficará mais carregada e, portanto, menos natural.

Não é algo obrigatório para o dia a dia, e é mais aconselhável para dias de festas ou eventos importantes. É importante treinar bastante antes de sair por aí usando os corretivos coloridos.

Se quiser comprar esses corretivos coloridos da marca Abelha Rainha, entre no site Vivo Maquiada, da minha amiga e parceira Juliana. Com certeza vocês serão super bem atendidas e tenho certeza que se encantarão com mais algumas coisas que ela vende no site. É uma delícia! 🙂

Aproveitando… A Vivo Maquiada e o Blog Necessaire de Mulher sortearão, na próxima sexta-feira, dia 06 de Maio, um kit maravilhoso com produtos de maquiagem Abelha Rainha e uma paleta de 5 cores de sombras da Nyx.

E aí? Está esperando o que pra participar? Clique aqui, leia o regulamento, e participe! Boa sorte. 🙂

%d blogueiros gostam disto: