Testei: Nativa Spa Leave-in Ultra Hidratante Monoï & Argan (O Boticário)

Oi, pessoal, tudo bem?

Quem acompanha o blog está careca de saber que eu sou apaixonada pelos produtos da linha Nativa Spa Monoï & Argan, já fiz várias resenhas aqui no blog e na minha última compra n’O Boticário, comprei mais um produto para os cabelos, o Leave-in Ultra Hidratante.

Para saber mais sobre o produto e seus resultados, é só continuar a leitura. 😉

Nativa Spa Leave-in Ultra Hidratante Monoï & Argan

Marca: O Boticário

Fabricante: Botica Comercial Farmacêutica Ltda.

Descrição: leave-in ultra hidratante

Conteúdo: 150g

O que promete:
A Frutoterapia de Nativa SPA reúne dois ingredientes surpreendentes: o óleo de Argan, que é reconhecido como o “ouro dos cabelos” e o óleo de Monoï, com alto poder de hidratação é considerado o segredo de beleza das mulheres do Tahiti. Elaborado com um complexo de óleos de argan, monoï, abacate e oliva, sua fórmula forma uma película invisível sobre o fio, protegendo-o dos danos causados pela exposição excessiva ao calor do secador ou chapinhas, enquanto proporciona nutrição e hidratação profunda. Ajuda a manter a saúde do cabelo deixando-o macio, sedoso e sem frizz. Um verdadeiro tratamento de SPA para os seus cabelos.

O ritual:
Aplique o Leave In Creme sem Enxágue nos cabelos úmidos ou secos, espalhando-o bem ao longo dos fios. Não enxágue. Penteie e desembarace procedendo com a secagem conforme costume. Para aprimorar o tratamento, use diariamente e complemente com outros produtos da linha de Terapias Nativa SPA.

Orientações ao Consumidor:
Evite contato com os olhos. Descontinue o uso em caso de sensibilização. Conserve o produto bem fechado e longe do calor excessivo. Mantenha fora do alcance de crianças.

Composição: Aqua, Guard Hydroxypropyltrimonium Chloride, Bis-Cetearyl Amodimethicone, Ceteareth-7, Ceteareth-25, Polyacrilamide, C13-14 Isoparaffin, Laureth-7, Cyclopentasiloxane, Dimethiconol, Propylene Glycol, Hydroxypropyl Starch Phosphate, Parfum, Phenyl Trimethicone, Polyquaternium-55, PEG/PPG-17/18 Dimethicone, Benzyl Alcohol, Phenoxyethanol, Disodium EDTA, Argania Spinosa Kernel Oil, Persea Gratissima Oi, Phytosterols, Olea Europaea Fruit Oil, BHT, Cocos Nucifera Oil, Gardenia Tahitensis Flower, Tocopherol, Citric Acid, Sodium Hidroxide, Alpha-Isomethyl Ionone, Butylphenyl Methylpropional, Cinnamyl, Alcohol, Citral, Citronellol, Eugenol, Geraniol, Hexyl Cinnamal, Isoeugenol, Limonene, Linalool.

O teste: Usei conforme indicado na embalagem, tendo testado a aplicação nos cabelos úmidos e também secos.

Avaliação

Textura, aplicação e rendimento: 4 (Bons)

De textura leve mas muito cremoso, é muito gostoso de aplicar e rende bem.

Eu particularmente preferi a aplicação nos cabelos úmidos. Acho que fica mais fácil espalhar igualmente pelos fios e mais fácil perceber quando a aplicação já foi suficiente, evitando desperdício e um resultado pesado.

Além disso, quando aplicado nos cabelos secos, ele acaba deixando os fios grudados e meio enrijecidos, com aquela aparência de gel, sendo preciso escovar os cabelos para que o cabelo perca essa textura. Pode ser interessante se a intenção for realmente a de criar uma textura.

Cheiro: 5 (Ótimo)

Eu sou muito suspeita para falar do perfume dessa linha, porque sou realmente apaixonada. Quando fiz a primeira resenha sobre um deles, aqui, mencionei que o perfume lembrava um bolo de amêndoas recém-saído do forno, com muito chantilly. É divino.

O perfume do leave-in fica por dias nos cabelos, até você lavá-los novamente.

Resultados: 5 (Ótimos)

Deixa os cabelos macios, leves, sem frizz, brilhantes e incrivelmente perfumados.

Como eu mencionei, prefiro a aplicação nos cabelos úmidos. Assim, quando os cabelos secam, os fios ficam mais soltos e a absorção do produto é melhor.

Nos cabelos secos, ele também traz todos esses resultados, mas deixa a aparência de cabelo com gel, com fios grudados e enrijecidos. Se aplicar dessa forma, espere o creme secar e então escove os cabelos.

Embalagem: 4 (Boa)

Bisnaga plástica com tampa flip-top voltada para baixo. Todas as informações constam na embalagem e estão bem legíveis.

Minha única observação é em relação à tampa, que eu achei um pouco dura para abrir. Não chega a ser um problema, porque a tampa tem um encaixe para apoiar o dedo e facilitar a abertura, mas poderia ser um pouquinho mais macia.

Preço: 4 (entre R$ 15,01 e R$ 40,00)

O preço do produto é de R$ 29,99* mas no momento está em promoção por R$ 23,99* na loja virtual oficial da marca.

Facilidade de encontrar: 5 (Muito fácil de encontrar)

Pode ser encontrado em qualquer loja da franquia O Boticário e também na loja virtual oficial da marca.

Segurança da composição: 3 (Requer atenção)

Componentes sintéticos a evitar segundo Aubrey Hampton (bioquímico norte-americano):

  • Parfum: As fragrâncias sintéticas utilizadas em produtos cosméticos podem ter cerca de 200 ingredientes. Não existe forma de saber quais são os produtos químicos que as compõem, porque nos rótulos só vêm descritas como “fragrâncias” ou “perfume”. Entre os problemas provocados por estes químicos estão dores de cabeça, tonturas, irritações, hiperpigmentação, tosse forte, vômitos, irritação cutânea – e a lista continua.
  • PEG/PPG-17/18 Dimethicone: Idealmente é uma glicerina vegetal combinada com álcool de cereais, sendo ambos naturais. Porém, atualmente não passa de uma combinação de petroquímicos sintéticos utilizados como humidificantes. É conhecido como causador de reações alérgicas, urticária e eczemas. Quando vir PEG (polietileno glicol) ou PPG (polipropileno glicol) num rótulo, tenha cuidado, pois são produtos químicos sintéticos idênticos.

Componentes prejudiciais segundo o Environmental Working Group:

  • Bis-Cetearyl Amodimethicone, C13-14 Isoparaffin: Derivados de silicone e petróleo. Esses derivados de petróleo criam uma barreira na superfície da pele que bloqueia os poros, não deixando a pele respirar. Aceleram o processo de envelhecimento da pele ao encorajar a geração de radicais livres. Na União Europeia o uso de Petrolatum é bastante restrito – potencialmente contaminado com químicos ligados ao câncer ou outros problemas graves de saúde (pode conter determinadas impurezas que podem causar câncer de mama). São tóxicos para o ambiente.
  • Propylene Glycol: Componente irritante para a pele (comichão, queimadura, urticária, acne, alergias). É um solvente de fácil absorção, altera a estrutura da pele, permitindo que outros agentes e químicos penetrem mais profundamente, aumentando assim a quantidade que chega à corrente sanguínea.
  • Parfum: Dezenove por cento das crianças com eczema são sensíveis a fragrâncias. Vários outros estudos indicam que os constantes aumentos anuais no número de dermatites está ligado ao aumento do uso de fragrâncias químicas.
    Nota: Phthalates são alérgenos encontrados em certas fragrâncias químicas e esmaltes para unhas – o uso de alguns está restringido a certas quantidades na União Europeia.
  • PEG/PPG-17/18 Dimethicone: Componente irritante para a pele (comichão, queimadura, urticária, acne, alergias). É um solvente de fácil absorção, altera a estrutura da pele, permitindo que outros agentes e químicos penetrem mais profundamente, aumentando assim a quantidade que chega à corrente sanguínea. O Dimethicone também é um derivado de petróleo.

Componentes não indicados para pessoas com rosácea e/ou pele sensível:

  • Parfum: perfume.

Recapitulando…

Textura, aplicação e rendimento: 4 x 2 = 8
Cheiro: 5 x 2 = 10
Resultados: 5 x 3 = 15
Embalagem: 4 x 0,5 = 2
Preço: 4 x 1 = 4
Facilidade de encontrar: 5 x 0,5 = 2,5
Segurança da composição: 3 x 1 = 3

Média: 4,45

Avaliação Geral: estrela45

Considerações finais:

Já usei muitos produto sem enxágue maravilhosos, incluindo este d’O Boticário, mas embora o resultado seja maravilhoso e eu seja apaixonada pelo perfume, ainda não é o suficiente para tirar o NanoOil Kaedo do posto de produto preferido da categoria.

Se eu levar em conta a diferença da apresentação (o NanoOil é um óleo e o Leave-in Monoï & Argan é um creme), no entanto, o produto d’O Boticário merece seu lugar ao sol. 😉

E vocês, já experimentaram esse produto? Contem para gente nos comentários.

Beijocas e até o próximo post.

Fabi.

__________

(*) Preços pesquisados na data deste post. Podem sofrer alterações.

Testei: Óleo Vegetal Girassol (Cativa Natureza)

Oi, pessoal, tudo bem? 🙂

post de hoje é com resenha de mais um produto da Cativa Natureza que eu recebi na minha VeggieBox de Abril: o óleo vegetal Girassol.

O produto é um óleo prensado a frio, totalmente natural, hidratante, emoliente e cicatrizante, vegano (sem componentes provenientes de animais), cruelty free (sem crueldade ou testes em animais), e com o selo do IBD, comprovante que o produto é feito com ingredientes naturais.

Quando eu fiz o vídeo sobre a VeggieBox, mencionei que eu talvez colocasse no Óleo Cativa umas gotinhas de algum óleo essencial que eu tenho aqui em casa mas quando vi as inúmeras possibilidades de uso do produto, achei melhor deixá-lo da forma em que veio, pois o óleo essencial poderia me prejudicar para alguns usos que eu fiz do produto (como aplicá-lo no rosto, por exemplo, já que minha pele é sensível e alguns óleos essenciais podem causar irritação).

Para conferir mais informações sobre o produto, suas “mil e uma utilidades” e o que eu achei do produto, já sabem… é só continuar com a leitura. 🙂

Óleo Vegetal Girassol

Marca: Cativa Natureza

Fabricante: Dicas Ind. e Com. de Cosméticos

Descrição: óleo vegetal 100% natural

Conteúdo: 100ml

O que promete:
Puro óleo vegetal obtido da prensagem a frio. Contém alta concentração de vitamina E. Tem ação emoliente, revitalizante e cicatrizante. Indicado para todos os tipos de pele.

Modo de usar:
Puro sobre a pele ou como óleo carreador diluindo os óleos essenciais e sinergias.

Recomendações:
Em caso de sensibilidade ao produto suspender o uso. Manter fora do alcance de crianças. Conservar em local fresco e ao abrigo da luz.

Composição: Helianthus annuus (sunflower) seed oil.

O teste: Usei diariamente de várias formas diferentes. Ele é realmente “mil e uma utilidades” e tenho certeza que ainda há novas formas de uso que eu ainda não descobri. Mais detalhes de como eu o utilizei e quais foram os resultados no decorrer do post.

Avaliação

Textura, Aplicação e Rendimento: 5 (Ótimos)

É um óleo incolor, muito leve e muito gostoso de aplicar.

Não é preciso uma grande quantidade para sentir sua hidratação e, portanto, o rendimento é absurdo.

Além de hidratar realmente, sem deixar a pele grudenta. Você nota a presença do óleo, mas a pele fica macia e sedosa, não “ensebada”.

Por ser 100% natural, a possibilidade de reações indesejadas é reduzida a praticamente zero.

Eu já testei o seu uso de várias maneiras e me surpreendi com o resultado em todas elas. Confiram abaixo como eu já usei o produto:

  • Hidratação da pele de todo o corpo, incluindo o rosto;
  • Hidratação das unhas e cutículas;
  • Hidratação de áreas extrassecas como joelhos, cotovelos e calcanhares;
  • Hidratação dos lábios;
  • Para misturar em alguns tipos de hidratantes corporais e produtos de maquiagem;
  • Para proteger a pele ao redor do rosto, próximo à raiz dos cabelos, da tintura;
  • Massagens corporais;
  • Hidratação dos cabelos e proteção dos fios durante a tintura.

A dica da hidratação dos cabelos foi da Luh Pires, uma das fundadoras da VeggieBox. A dica é misturar uma colher de sopa do óleo em duas colheres de sopa de uma máscara capilar que você tenha e está habituada a usar. Misture bem e aplique nos cabelos, deixando descansar por 40 minutos. O resultado? Conto logo mais no quesito Resultados. 😉

Quando vi a dica sobre a hidratação dos fios, logo soube que poderia usá-lo também substituindo o óleo de argan industrializado que eu já costumava usar na mistura da tintura para os cabelos e deu certo também. Basta misturar uma colher de chá do óleo à tintura e misturar bem antes de aplicar. O óleo vai proteger os fios da química da tintura e também hidratá-los, enquanto você tinge.

Cheiro: 5 (Ótimo)

Não tem perfume, o que eu sempre considero ponto positivo, e também tem um cheiro neutro, que lhe permite misturá-lo a um óleo essencial de sua escolha para “dar um cheirinho” ou para aproveitar os benefícios desse óleo essencial para criar um óleo para aromaterapia ou ainda, as duas coisas, unindo o útil ao agradável.

Resultados: 5 (Ótimos)

Quem acompanha o blog sabe que minha pele é muito seca e que eu sofro um bocado para mantê-la hidratada e ainda mais para hidratá-la quando ficou algum tempo sem os cuidados necessários e está em estado crítico.

O produto hidrata a pele rapidamente, mesmo em situação extrema, e proporciona conforto imediato. Se você não tem a pele seca, saiba que, muitas vezes, o ressecamento causa desconforto pois a pele fica repuxando e tende a ficar irritada, coçar e descamar. Quando eu descuido, o ressecamento é tão intenso que o ato de coçar chega a fazer a pele sangrar.

Amei especialmente para usar no rosto, principalmente antes de iniciar a maquiagem. Cerca de 10 a 20 minutos antes de me maquiar, com o rosto limpo e seco, coloco algumas gotas do óleo na palma da mão e esfrego uma na outra, aquecendo levemente o óleo. Aplico no rosto, fazendo movimentos do centro para as laterais e de baixo para cima, não esquecendo de aplicar também no pescoço e também nas sobrancelhas e nos lábios.

Durante esse tempo de pausa, entre a aplicação do óleo e o início da maquiagem, o óleo faz o seu trabalho de hidratação, deixando minha pele com uma textura muito melhor para a aplicação da maquiagem. Eu acho que essa forma de uso não é muito indicada para quem tem a pele oleosa ou mista, embora eu não possa afirmar com toda a certeza mas se você tem pele seca, garanto que irá se surpreender com o resultado.

A pele absorve o óleo e as regiões esbranquiçadas pelo ressecamento desaparecem. A maquiagem fica muito mais bonita e evita que a base craquele e acumule por falta de hidratação. Você também pode misturar um pouquinho do óleo em algumas bases e produtos de maquiagem antes de aplicá-los. No entanto, é preciso testar antes, pois alguns produtos, principalmente os que são à base de água, não se misturam com o óleo. Então, é uma tática que funciona, mas não com todos os produtos existentes. Teste sempre.

Nesse momento, aproveito também para hidratar os lábios. Lábios hidratados garantem um acabamento perfeito para o batom e aumenta sua durabilidade.

No dia a dia, as pernas são o lugar do corpo que eu mais uso o produto, principalmente nestes dias mais frios, já que eu aumento a temperatura da água do banho e, automaticamente, minha pele fica ainda mais ressecada.

Também gosto de aplicar nas cutículas, antes de dormir, e diretamente sobre as unhas, logo após retirar o esmalte. Eu sempre tiro o esmalte em um dia e só pinto novamente as unhas um ou dois dias depois. Nessa “pausa”, aplico o óleo sobre as unhas e massageio bem, antes de dormir. Hidrata as unhas e evita que elas descamem por causa de ressecamento.

A aplicação nos cabelos também me impressionou. Funciona muito melhor que qualquer óleo siliconado que costumamos usar. A absorção pelos fios é incrível e os cabelos ficam macios e com muito brilho. Misturado à tinta do cabelo (apenas uma colherzinha de chá para a mistura da tintura), protege os fios da química e, durante o tempo de pausa da tinta, também vai tratar os fios.

Ainda para o momento de tingir os cabelos, recomendo a aplicação na pele ao redor do rosto, próximo à raiz dos cabelos, para proteger a pele da tintura, evitando manchas. É preciso aplicar uma quantidade um pouco maior mas sem deixar que o óleo escorra. Eu gosto de colocar um pouco do óleo na ponta dos dedos e aplicar levemente sobre a pele, sem esfregar ou massagear, para que ele crie uma camada protetora.

Também gosto de aplicar nos pés. Tenho usado diariamente nos calcanhares e na parte de baixo dos dedos dos pés, desde que usei as Meias Esfoliantes Footner e ele tem me ajudado a manter os pés lisinhos e macios e ainda por cima posso andar pela casa poucos minutos após a aplicação, sem sair “carimbando” o piso.

Amei todos os resultados e com certeza ainda descobrirei novos e surpreendentes usos.

Embalagem: 3 (Regular)

Frasco de vidro com tampa de rosca e gotejador (esse biquinho plástico que, em tese, deveria fazer o produto sair em gotas – gotejar – quando o frasco fosse virado de cabeça para baixo).

Eu detesto esse tipo de embalagem porque gotejadores raramente funcionam como deveriam. O produto não sai e você é obrigado a chocalhar a embalagem.

Todas as informações sobre o produto estão no rótulo, com boa legibilidade. Único porém aqui é que a impressão do lote e validade feita sobre o rótulo tende a desaparecer com o uso do produto, principalmente se houver contato das mãos com o óleo sobre a área impressa. Na embalagem do meu já não é mais possível visualizar nem o lote, nem a validade.

Preço: 4 (entre R$ 15,01 e R$ 40,00)

O Óleo Girassol custa R$ 19,90* e pelo tamanho do frasco (100ml) e rendimento do produto, isso é praticamente de graça.

Facilidade de encontrar: 4 (Fácil de encontrar)

Você pode encontrar os produtos da marca, incluindo o gel dental, em lojas especializadas em produtos naturais.

Eles também estão à venda em algumas lojas virtuais, incluindo a loja virtual própria da marca, que é um verdadeiro deleite para quem procura opções naturais para higiene, hidratação e até maquiagem.

Segurança da composição: 5 (Muito seguro)

Não tem qualquer componente sintético não recomendado por Aubrey Hampton (bioquímico norte-americano), componentes prejudiciais segundo o Environmental Working Group ou componentes não indicados para pessoas com rosácea e/ou pele sensível.

Recapitulando…

Textura, aplicação e rendimento: 5 x 2 = 10
Cheiro: 5 x 2 = 10
Resultados: 5 x 3 = 15
Embalagem: 3 x 0,5 = 1,5
Preço: 4 x 1 = 4
Facilidade de encontrar: 4 x 0,5 = 2
Segurança da composição: 5 x 1 = 5

Média: 4,75

Avaliação Geral: estrela 5

Considerações finais:

selo ndm2Acho que é o primeiro produto de resenha do blog que fica com nota máxima, pelo menos que eu me lembre. Não me lembro de outro produto com nota tão alta.

Falando apenas de formas de uso e resultados, eu diria que ele é a versão líquida do Ultrabalm da Lush. Apesar da praticidade de transporte maior do Ultrabalm, por ser um produto em creme, o óleo da Cativa ganha em versatilidade (é possível misturá-lo em outros produtos líquidos, incluindo maquiagens) e preço, já que é muito mais em conta do que o produto da Lush.

Foi, com certeza, para minha lista de Produtos , mas não substituiu o Ultrabalm porque ele também é muito amor e eu continuarei usando os dois produtos. O Ultrabalm fica na bolsa para emergências fora de casa, e o Óleo Vegetal Girassol fica em casa, para uso diário.

E vocês, já usaram esse produtinho multi-uso? Contem para gente nos comentários! 🙂

__________

Update 08.12.2015: Para a hidratação dos pés, substituí o Óleo Vegetal Girassol pelo Sérum Pedi Perfect (Amopé).

__________

Beijocas e até o próximo post.

Fabi.

__________

(*) Preço pesquisado na data deste post. Pode sofrer alterações.

Testei: Shampoo, Condicionador e Leave-in Repair Rescue (Bonacure)

Oi, pessoal, tudo  bem?

A resenha de hoje é de um trio de shampoo, condicionador e leave-in indicados para cabelos danificados, da linha Bonacure, fabricada pela marca alemã Schwarzkopf.

Quem quiser saber mais sobre os produtos, é só continuar a leitura do post. 🙂

Repair Rescue Shampoo

Marca: Bonacure

Fabricante: Hans Schwarzkopf & Henkel GmbH (fabricado na Alemanha)

Descrição: shampoo para cabelos danificados

Conteúdo: 250ml

O que promete: Repair Rescue Shampoo Reestruturante limpa e devolve elasticidade e força ao cabelo danificado. BC hairtherapy com Cura+ Protein Complex – proteínas reparadoras – reforça significativamente a estrutura capilar. A tecnologia Amino Cell Rebuild recupera a elasticidade natural do cabelo, fortalecendo a estrutura desde o interior das células capilares. Para um cabelos forte e flexível, com um brilho saudável.

Modo de uso: Massageie sobre o cabelo úmido e enxágue abundantemente com água.

Advertências: Uso externo. manter fora do alcance de crianças. Conservar em temperatura ambiente.

Precauções: Evitar contato com os olhos. Caso isso ocorra, enxágue abundantemente com água. Não ingerir. Em caso de ingestão, procure ajuda médica. Em caso de dúvidas, ligue para o nosso SAC.

Composição: Aqua, Sodium Laureth Sulfate, Disodium Cocoamphodi Acetate, Sodium Chloride, PEG-7 Glyceryl Cocoate, Parfum, Citric Acid, PEG-12 Dimethicone, Polyquaternium-10, Sodium Benzoate, Styrene/ Acrylates Copolymer, Laureth-2, Hydrogenated Castor Oil, Alicylic Acid, Propylene Glycol, Panthenol, Hydroxypropyltrimonium Hydrolyzed Wheat Protein, PEG-55 Propylene Glycol Oleate, PEG-14M, Hydrolyzed Vegetable ProteinPg-Propyl Silanetriol, Benzyl Salicylate, Hydrolyzed Keratin.

O teste: Apliquei normalmente como qualquer outro shampoo.

Avaliação

Textura, aplicação e rendimento: 4 (Bons)

É um shampoo clarinho, levemente perolado e muito leve.

A espuma é suave e abundante, fazendo com que o shampoo renda muito bem.

A aplicação é gostosa e os fios não embaraçam.

Cheiro: 4 (Bom)

O perfume é frutado, levemente adocicado e permanece nos fios por alguns dias.

Resultados: 4 (Bons)

Limpa suavemente, sem ressecar e hidrata bem os fios, sem deixá-los pesados.

Depois de seco, o cabelo fica macio e perfumado. Além disso, o shampoo trouxe bons resultados anti-frizz, problema que eu enfrento constantemente com o meu cabelo, mesmo sendo curtíssimo.

No entanto, ele intensifica a textura natural dos cabelos, o que pode não agradar a todos. Explicando melhor, meus cabelos são ondulados, o que só fica evidente quando meus cabelos ganham um pouco mais de comprimento. Com os meus cabelos curtinhos, é muito difícil notar. Eu passei uns 3 meses sem cortar os cabelos e usei esse shampoo e notei que meus cabelos ficaram bem mais ondulados, diferente de outros shampoos hidratantes que eu já usei e que parecem dar uma “relaxada” nos fios. Então, se você tem fios ondulados ou cacheados e não gosta muito dessa textura, não recomendaria.

Embalagem: 4 (Boa)

Frasco grande, com tampa disc-top fácil de abrir e fechar. O formato regular do frasco facilita o armazenamento e o uso, mas da metade para o fim é necessário chocalhar o frasco para tirar o produto do frasco.

Inicialmente, pensei que o formato achatado da tampa facilitaria para deixar o produto de cabeça para baixo, porém, nessa posição, o shampoo vaza pela tampa.

Gosto do fato da embalagem do shampoo ser maior que a do condicionador, porque sempre gasto mais shampoo do que condicionador.

(Observação: os produtos da linha Bonacure estão mudando de embalagem. Então, ao procurar para comprar, você pode encontrar uma embalagem diferente da mostrada neste post).

Preço: 3 (entre R$ 40,01 e R$ 65,00)

O preço médio do produto é de R$ 55,00* para a embalagem de 250ml. Também há disponível a embalagem de 1 litro.

Facilidade de encontrar: 3 (Relativamente fácil de encontrar)

Pode ser encontrado em salões de cabeleireiro e grandes lojas de cosméticos.

Há uma grande variedade de lojas virtuais que vendem a marca, também. Para pesquisar preços em lojas virtuais, clique aqui.

Segurança da composição: 3 (Requer atenção)

Componentes sintéticos a evitar segundo Aubrey Hampton (bioquímico norte-americano):

  • Sodium Laureth Sulfate: Um detergente agressivo e barato utilizado pelas suas propriedades de limpeza e de produção de espuma. Normalmente derivado de petróleo, é frequentemente dissimulado com a frase “derivado de coco”. Causa irritação nos olhos, descamação do couro cabeludo (similar à caspa), irritações cutâneas e outras reações alérgicas.
  • PEG-7 Glyceryl Cocoate, PEG-12 Dimethicone, PEG-55 Propylene Glycol, PEG-14M: Idealmente é uma glicerina vegetal combinada com álcool de cereais, sendo ambos naturais. Porém, atualmente não passa de uma combinação de petroquímicos sintéticos utilizados como humidificantes. É conhecido como causador de reações alérgicas, urticária e eczemas. Quando vir PEG (polietileno glicol) ou PPG (polipropileno glicol) num rótulo, tenha cuidado, pois são produtos químicos sintéticos idênticos.
  • Parfum: As fragrâncias sintéticas utilizadas em produtos cosméticos podem ter cerca de 200 ingredientes. Não existe forma de saber quais são os produtos químicos que as compõem, porque nos rótulos só vêm descritas como “fragrâncias” ou “perfume”. Entre os problemas provocados por estes químicos estão dores de cabeça, tonturas, irritações, hiperpigmentação, tosse forte, vômitos, irritação cutânea – e a lista continua.

Componentes prejudiciais segundo o Environmental Working Group:

  • Sodium Laureth Sulfate: Em estudos clínicos, é causador de irritações na pele. Pode conter 1,4 dioxane, um potencial cancerígeno e perturbador do sistema hormonal.
  • PEG-7 Glyceryl Cocoate, PEG-12 Dimethicone, PEG-55 Propylene Glycol, PEG-14M: Componente irritante para a pele (comichão, queimadura, urticária, acne, alergias). É um solvente de fácil absorção, altera a estrutura da pele, permitindo que outros agentes e químicos penetrem mais profundamente, aumentando assim a quantidade que chega à corrente sanguínea.
  • Dimethicone: Derivado de silicone.
  • Propylene Glycol, PEG-55 Propylene Glycol: Componente irritante para a pele (comichão, queimadura, urticária, acne, alergias). É um solvente de fácil absorção, altera a estrutura da pele, permitindo que outros agentes e químicos penetrem mais profundamente, aumentando assim a quantidade que chega à corrente sanguínea.
  • Benzyl Salicylate: Fragrância química com uso restrito na União Européia. Conhecido tóxico do sistema imunitário e alérgeno para o consumidor.
  • Parfum: Dezenove por cento das crianças com eczema são sensíveis a fragrâncias. Vários outros estudos indicam que os constantes aumentos anuais no número de dermatites está ligado ao aumento do uso de fragrâncias químicas.
    Nota: Phthalates são alérgenos encontrados em certas fragrâncias químicas e esmaltes para unhas – o uso de alguns está restringido a certas quantidades na União Europeia.
  • Propylene Glycol: Componente irritante para a pele (comichão, queimadura, urticária, acne, alergias). É um solvente de fácil absorção, altera a estrutura da pele, permitindo que outros agentes e químicos penetrem mais profundamente, aumentando assim a quantidade que chega à corrente sanguínea.

Componentes não indicados para pessoas com rosácea e/ou pele sensível:

  • Sodium Laureth Sulfate.
  • Parfum: perfume.

Recapitulando…

Textura, aplicação e rendimento: 4 x 2 = 8
Cheiro: 4 x 2 = 8
Resultados: 4 x 3 = 12
Embalagem: 4 x 0,5 = 2
Preço: 3 x 1 = 3
Facilidade de encontrar: 3 x 0,5 = 1,5
Segurança da composição: 3 x 1 = 3

Média: 3,75

Repair Rescue Conditioner

Marca: Bonacure

Fabricante: Hans Schwarzkopf & Henkel GmbH (fabricado na Alemanha)

Descrição: condicionador reestruturante para cabelos danificados

Conteúdo: 200ml

O que promete: Repair Rescue Condicionador Reestruturante com a revolucionária tecnologia Biomimetic Repair – Tecnologia Biomimética Reparadora – desembaraça, suaviza e devolve força e elasticidade ao cabelo danificado. Recria biomimeticamente uma superfícia capilar saudável e recupera a condição do cabelo, logo após a primeira aplicação. BC Hairtherapy com Cura+ Protein Complex – proteínas reparadoras – reforça significativamente a estrutura capilar. A tecnologia Amino Cell Rebuild recupera a elasticidade natural do cabelo, fortalecendo a estrutura desde o interior das células capilares. Para um cabelo forte, suave  e flexível, com um brilho saudável.

Modo de uso: Aplique do meio para as pontas sobre o cabelo úmido e deixe agir durante 2 minutos. Enxágue abundantemente com água.

Advertências: Uso externo. manter fora do alcance de crianças. Conservar em temperatura ambiente.

Precauções: Evitar contato com os olhos. Caso isso ocorra, enxágue abundantemente com água. Não ingerir. Em caso de ingestão, procure ajuda médica. Em caso de dúvidas, ligue para o nosso SAC.

Composição: Aqua, Cetearyl Alcohol, Quaternium-87, Cocodimonium Hydroxpropyl Hydrolyzed Keratin, Hydrolyzed Keratin, Propylene Glycol, Isopropyl Myristate, Distearoylethyl Hydroxyethylmonium Methosulfate, Parfum, Citric Acid, Phenoxyethanol, Stearamidopropul Dimethylamine, Sodium Methylparaben, Polyquaternium-37, Propylene Glycol Dicaprylate/ Dicaprate, Panthenol, PPG-1 Trideceth-6, Benzyl Salicylate.

O teste: Apliquei normalmente nos cabelos, após o uso do Shampoo Repair Rescue.

Avaliação

Textura, aplicação e rendimento: 5 (Ótimos)

Leve como o shampoo, porém mais denso e muito cremoso.

A aplicação é deliciosa e o produto envolve todos os fios com suavidade.

Cheiro: 4 (Bom)

Um pouco mais adocicado que o shampoo, intensifica o perfume do primeiro e fixa mais ainda a fragrância nos fios.

Resultados: 4 (Bons)

Deixa os fios macios, sem pesar, colaborando na hidratação e no controle do frizz.

Não vi muita diferença no brilho dos cabelos, mas notei que a coloração ficou mais iluminada.

Embalagem: 4 (Boa)

A embalagem é praticamente igual à do shampoo, com a vantagem de ser menor (200ml), garantindo que não sobre um monte de condicionador quando o shampoo acaba, e que é possível deixá-la de cabeça para baixo quando o produto está acabando. Como o condicionador é mais denso que o shampoo, o produto não vaza.

(Observação: os produtos da linha Bonacure estão mudando de embalagem. Então, ao procurar para comprar, você pode encontrar uma embalagem diferente da mostrada neste post).

Preço: 2 (entre R$ 65,01 e R$ 90,00)

O preço médio é de R$ 70,00* para a embalagem de 200ml.

Cuidado ao comprar, pois encontrei lojas vendendo até por mais de R$ 100,00, o que é um absurdo para um produto que já é caro.

Facilidade de encontrar: 3 (Relativamente fácil de encontrar)

Assim como o shampoo, pode ser encontrado em salões de cabeleireiro e grandes lojas de cosméticos.

Há uma grande variedade de lojas virtuais que vendem a marca, também. Para pesquisar preços em lojas virtuais, clique aqui.

Segurança da composição: 3 (Requer atenção)

Componentes sintéticos a evitar segundo Aubrey Hampton (bioquímico norte-americano):

  • Parfum: As fragrâncias sintéticas utilizadas em produtos cosméticos podem ter cerca de 200 ingredientes. Não existe forma de saber quais são os produtos químicos que as compõem, porque nos rótulos só vêm descritas como “fragrâncias” ou “perfume”. Entre os problemas provocados por estes químicos estão dores de cabeça, tonturas, irritações, hiperpigmentação, tosse forte, vômitos, irritação cutânea – e a lista continua.
  • Sodium Methylparaben: Utilizados para inibir o crescimento microbiano e para prolongar a durabilidade dos produtos. Têm causado vários tipos de reacções alérgicas e irritações cutâneas. Estudos demonstraram que são ligeiramente estrogênicos e podem ser absorvidos pelo corpo através da pele. São largamente utilizados apesar de serem conhecidos como tóxicos.
  • PPG-1 Trideceth-6: Idealmente é uma glicerina vegetal combinada com álcool de cereais, sendo ambos naturais. Porém, atualmente não passa de uma combinação de petroquímicos sintéticos utilizados como humidificantes. É conhecido como causador de reações alérgicas, urticária e eczemas. Quando vir PEG (polietileno glicol) ou PPG (polipropileno glicol) num rótulo, tenha cuidado, pois são produtos químicos sintéticos idênticos.

Componentes prejudiciais segundo o Environmental Working Group:

  • Propylene Glycol, Propylene Glycol Dicaprylate/ Dicaprate: Componente irritante para a pele (comichão, queimadura, urticária, acne, alergias). É um solvente de fácil absorção, altera a estrutura da pele, permitindo que outros agentes e químicos penetrem mais profundamente, aumentando assim a quantidade que chega à corrente sanguínea.
  • Parfum: Dezenove por cento das crianças com eczema são sensíveis a fragrâncias. Vários outros estudos indicam que os constantes aumentos anuais no número de dermatites está ligado ao aumento do uso de fragrâncias químicas.
    Nota: Phthalates são alérgenos encontrados em certas fragrâncias químicas e esmaltes para unhas – o uso de alguns está restringido a certas quantidades na União Europeia.
  • Sodium Methylparaben: Para além de suspeitas de irritabilidade da pele, o uso de parabenos foi recentemente ligado ao câncer de mama, tendo sido encontrados vestígios desses conservantes em amostras de tumores.
  • PPG-1 Trideceth-6: Componente irritante para a pele (comichão, queimadura, urticária, acne, alergias). É um solvente de fácil absorção, altera a estrutura da pele, permitindo que outros agentes e químicos penetrem mais profundamente, aumentando assim a quantidade que chega à corrente sanguínea.
  • Benzyl Salicylate: Fragrância química com uso restrito na União Européia. Conhecido tóxico do sistema imunitário e alérgeno para o consumidor.

Componentes não indicados para pessoas com rosácea e/ou pele sensível:

  • Parfum: perfume.
  • Sodium Methylparaben: parabeno.

Recapitulando…

Textura, aplicação e rendimento: 5 x 2 = 10
Cheiro: 4 x 2 = 8
Resultados: 4 x 3 = 12
Embalagem: 4 x 0,5 = 2
Preço: 2 x 1 = 2
Facilidade de encontrar: 3 x 0,5 = 1,5
Segurança da composição: 3 x 1 = 3

Média: 3,85

Repair Rescue Sealed Ends

Marca: Bonacure

Fabricante: Hans Schwarzkopf & Henkel GmbH (fabricado na Alemanha)

Descrição: sérum para pontas danificadas

Conteúdo: 75ml

O que promete: Repair Rescue Sérum para Pontas Danificadas com a revolucionária tecnologia Biomimetic Repair – Tecnologia Biomimética Reparadora – repara as pontas duplas e previne o seu reaparecimento. Recria biomimeticamente uma superfície capilar saudável e recupera a condição do cabelo, logo após a primeira aplicação. BC Hairtherapy com Cura+ Protein Complex – proteínas reparadoras – e tecnologia Amino Cell Rebuild sela a cutícula e proporciona reparação desde o interior das células capilares. Para pontas suaves, com máxima flexibilidade e brilho.

Modo de uso: Aplique uma pequena quantidade nos meios e pontas do cabelo. Não enxágue.

Advertências: Uso externo. manter fora do alcance de crianças. Conservar em temperatura ambiente.

Precauções: Evitar contato com os olhos. Caso isso ocorra, enxágue abundantemente com água. Não ingerir. Em caso de ingestão, procure ajuda médica. Em caso de dúvidas, ligue para o nosso SAC.

Composição: Aqua, Cyclomethicone, Dimethiconol, Behenoyl PG-Trimonium Chloride, Laureth-4, Hydroxyethylcellulose, Cocodimonium Hydroxypropyl Hydrolyzed Keratin, Hydrolyzed Keratin, Parfum, Hexylene Glycol, Phenoxyethanol, Panthenol, Methylparaben, Benzyl Salicylate, Citric Acid, Linalool, Coumarin, Benzyl Alcohol, Alpha-Isomethyl Ionone, Geraniol.

O teste: Apliquei nos fios úmidos, após o uso do Shampoo Condicionador Repair Rescue e também usando isoladamente, sem ter usado o shampoo e o condicionador da mesma linha.

Avaliação

Textura, aplicação e rendimento: 4 (Bons)

É um creme branquinho supercremoso e relativamente denso.

Deve-se tomar cuidado durante a aplicação, pois apenas um pouquinho do produto é suficiente. Como é um creme denso, se usado em excesso acaba deixando os cabelos um pouco pesados, com uma aparência oleosa.

Acho um pouco mais fácil dosar a quantia adequada com os cabelos secos, pois com os cabelos úmidos ele vai deixando os fios cada vez mais macios, a gente acha uma delícia e continua aplicando… mas quando os fios secam, acabam ficando enrijecidos e pesados.

Cheiro: 4 (Bom)

Dos três produtos, é o que tem o perfume mais intenso e que fixa por mais tempo nos fios.

É muito gostoso, levemente adocicado, e fica mais presente quando o produto é aplicado nos cabelos secos.

Resultados: 4 (Bons)

Aqui há um pequeno impasse. O produto é indicado para pontas duplas, problema que eu não enfrento. Mesmo quando tinha os cabelos bem compridos, não tinha problema com pontas duplas. No entanto, eu usei o produto mesmo assim, pois ele é um creme reparador e, como dona de madeixas tingidas com coloração vermelha, reparação para os fios nunca é demais.

E eu adorei. Depois que cheguei na quantidade ideal para os meus cabelos, de forma que eles não ficassem pesados, pude notar que controlou o frizz, criou uma textura muito bonita no cabelo e iluminou a coloração, deixando a tonalidade mais vibrante e marcante.

Embalagem: 4 (Boa)

Bisnaga plástica com tampa flip-top voltada para baixo.

A tampa é muito fácil de abrir e fechar e o fato da embalagem ficar apoiada sobre a tampa faz com o produto esteja sempre próximo ao orifício, diminuindo a necessidade de chocalhar a embalagem para que o produto saia.

O corpo da bisnaga é bem molinho e é muito fácil dosar quanto produto você quer que saia.

Preço: 1 (mais de R$ 90,00)

O preço médio é de R$ 115,35*.

Antes que alguém me pergunte como eu tive coragem de pagar esse preço sem ter pontas duplas, aviso que não paguei. Quando comprei o shampoo e o condicionador a loja estava com uma promoção na qual o Sealed Ends vinha de brinde na compra dos dois.

Facilidade de encontrar: 3 (Relativamente fácil de encontrar)

Assim como o shampoo, pode ser encontrado em salões de cabeleireiro e grandes lojas de cosméticos.

Há uma grande variedade de lojas virtuais que vendem a marca, também. Para pesquisar preços em lojas virtuais, clique aqui.

Segurança da composição: 3 (Requer atenção)

Componentes sintéticos a evitar segundo Aubrey Hampton (bioquímico norte-americano):

  • Parfum: As fragrâncias sintéticas utilizadas em produtos cosméticos podem ter cerca de 200 ingredientes. Não existe forma de saber quais são os produtos químicos que as compõem, porque nos rótulos só vêm descritas como “fragrâncias” ou “perfume”. Entre os problemas provocados por estes químicos estão dores de cabeça, tonturas, irritações, hiperpigmentação, tosse forte, vômitos, irritação cutânea – e a lista continua.
  • Methylparaben: Utilizados para inibir o crescimento microbiano e para prolongar a durabilidade dos produtos. Têm causado vários tipos de reacções alérgicas e irritações cutâneas. Estudos demonstraram que são ligeiramente estrogênicos e podem ser absorvidos pelo corpo através da pele. São largamente utilizados apesar de serem conhecidos como tóxicos.

Componentes prejudiciais segundo o Environmental Working Group:

  • Cyclomethicone: Derivados de silicone.
  • Parfum: Dezenove por cento das crianças com eczema são sensíveis a fragrâncias. Vários outros estudos indicam que os constantes aumentos anuais no número de dermatites está ligado ao aumento do uso de fragrâncias químicas.
    Nota: Phthalates são alérgenos encontrados em certas fragrâncias químicas e esmaltes para unhas – o uso de alguns está restringido a certas quantidades na União Europeia.
  • Phenoxyethanol: É usado como conservante. Pode causar irritação na pele, olhos e pulmões.
  • Methylparaben: Para além de suspeitas de irritabilidade da pele, o uso de parabenos foi recentemente ligado ao câncer de mama, tendo sido encontrados vestígios desses conservantes em amostras de tumores.
  • Benzyl Salicylate: Fragrância química com uso restrito na União Européia. Conhecido tóxico do sistema imunitário e alérgeno para o consumidor.

Componentes não indicados para pessoas com rosácea e/ou pele sensível:

  • Parfum: perfume.
  • Methylparaben: parabeno.

Recapitulando…

Textura, aplicação e rendimento: 4 x 2 = 8
Cheiro: 4 x 2 = 8
Resultados: 4 x 3 = 12
Embalagem: 4 x 0,5 = 2
Preço: 1 x 1 = 1
Facilidade de encontrar: 3 x 0,5 = 1,5
Segurança da composição: 3 x 1 = 3

Média: 3,55

Avaliação Geral: estrela35

Média Final (shampoo + condicionador + leave-in): 3,7

Considerações Finais:

São produtos muito bons e funcionam muito bem em conjunto, inclusive sem o uso do leave-in. No entanto, são bem caros e a composição não é muito recomendada para quem tem pele ou couro cabeludo sensível.

Então, eu gostei bastante e acho que vale a pena investir se você tiver interesse em experimentar, um “dindin” extra, e não tiver a pele sensível.

E vocês, já usaram esses produtos da linha Bonacure? Contem para gente nos comentários!

Beijocas e até o próximo post.

Fabi.

__________

(*) Médias de preços pesquisadas na data deste post. Podem sofrer alterações.

Testei: Linha Gengibre Fresh Ginger Shampoo, Condicionador, e Anti-Frizz (Inoar)

Oi, pessoal, tudo bem?

Antes de começar o post de hoje, quero dar um recadinho: Já conhece o Clube de Compras Necessaire de Mulher, no Facebook?

É um grupo que eu criei para clientes da loja do blog, através do qual vocês podem visualizar todos os produtos com pronta entrega, encomendar produtos das marcas AvonJequitiÉsikaCyºZoneL’BelHinodeBellaoggi e Miss Pink e pagar através de depósito com 10% de desconto (exceto Miss Pink) ou com cartão de crédito.

O grupo tem outras vantagens também, que você pode conhecer se solicitar a entrada, clicando aqui (precisa ter conta no Facebook).

Além disso, tem uma surpresa esperando pelas participantes do grupo, envolvendo os produtos abaixo.

Bateu a curiosidade? Corre lá, que a surpresa só é válida até o dia 31 de Janeiro.

Agora vamos ao post de hoje, que é com a resenha de um produto que eu recebi miniaturas em duas compras diferentes. Em uma compra na Beleza na Web, e posteriormente em uma compra na Netfarma.

Como as miniaturas são relativamente generosas e os meus cabelos são bem curtinhos, deu para testar por tempo suficiente para contar para vocês o que eu achei.

Shampoo Gengibre

Marca: Inoar

Fabricante: Aba Cosméticos Ind. e Com. Ltda. Me.

Descrição: shampoo refrescante

Conteúdo: 250ml ou 1000ml

O que promete:
O shampoo Gengibre Inoar deixa os cabelos perfeitamente limpos e o couro cabeludo livre do excesso de oleosidade. De aroma agradável, o gengibre é fonte natural antioxidante e devolve a sensação de leveza aos fios.

Modo de uso:
Step 1 – Tratamento em 3 passos

Com os cabelos molhados, aplique o shampoo de limpeza e hidratação, massageie o couro cabeludo e deslize os dedos até as pontas dos cabelos. Enxágue e repita todo o processo. Em seguida, aplique o Condicionador Refrescante Gengibre.

Precauções:
Manter fora do alcance de crianças. Em caso de sensibilidade, suspender o uso e procurar orientação médica. Em caso de contato com os olhos, lavar com água em abundância. Não usar em mucosas. Uso externo.

Armazenamento:
Guardar em local seco e fresco, sem incidência de luz e calor.

Composição: Aqua, Sodium Laureth Sulfate, Cocamidopropyl Betaine, Zingiber Officinalis Extract, Polyquaternium-10, Xanthan Gum, Parfum, Propylparaben, Methylparaben, Phenoxyethanol, Disodium EDTA, Menthol, Menthyl PCA, Citric Acid.

O teste: Apliquei normalmente, conforme indicado na embalagem.

Avaliação

Textura, aplicação e rendimento: 3 (Regular)

O shampoo é bem denso, chega a ser gelatinoso. Recomendo emulsionar com um pouquinho de água, com a mão em concha, antes de aplicar nos cabelos.

Achei que faz pouca espuma e foi necessário aplicar 3 vezes para sentir os fios e o couro cabeludo devidamente limpos.

A sensação de refrescância é agradável, mas bem suave, principalmente se comparada à sensação causada pelo Healing Nourish da L’anza.

Cheiro: 4 (Bom)

O perfume é bem fresco e fixa no cabelo por alguns dias.

Resultados: 4 (Bons)

Os fios realmente ficam leves, com o couro cabeludo limpo e suave.

Achei apenas que, para cabelos secos como os meus, ele não age em hidratação, o que pode ser um problema a médio e longo prazo.

Embalagem: 4 (Boa)

Como as minhas embalagens são miniatura, eu pesquisei para saber como são as embalagens full-size e elas têm o mesmo formato e tampa das embalagens da linha Argan Oil da marca.

Para poder mostrar para vocês, pedi um socorro para a também blogueira Thaís Castro, do blog Teoria da Vaidade, que também fez resenha do kit, aqui.

Como ela tinha a foto da tampa bem de pertinho, entrei em contato e ela gentilmente autorizou o uso da foto. (Obrigada mais uma vez, Thaís. 🙂 )

O frasco é plástico, com uma textura parecida com borracha e a tampa é assim como na foto. Você gira para um lado e para o outro para abrir e fechar o orifício central por onde sai o produto.

Como eu mencionei anteriormente, as embalagens da linha Argan Oil da Inoar também são assim e eu gosto bastante.

Preço: 4 (entre R$ 15,01 e R$ 40,00)

O preço médio é de R$ 25,00* para a embalagem de 250ml.

Facilidade de encontrar: 3 (Relativamente fácil de encontrar)

Assim que a Inoar começou a vender diretamente para o consumidor era bem difícil encontrar os produtos da marca à venda. Hoje já é mais fácil encontrar os produtos, mas ainda há poucos pontos de venda.

Se você quiser pesquisar preços do produto em lojas virtuais, clique aqui. Para obter informações sobre pontos de venda (lojas físicas), acesse o site oficial da marca.

Segurança da composição: 2 (Um pouco arriscado)

Componentes sintéticos a evitar segundo Aubrey Hampton (bioquímico norte-americano):

  • Sodium Laureth Sulfate: Um detergente agressivo e barato utilizado pelas suas propriedades de limpeza e de produção de espuma. Normalmente derivado de petróleo, é frequentemente dissimulado com a frase “derivado de coco”. Causa irritação nos olhos, descamação do couro cabeludo (similar à caspa), irritações cutâneas e outras reações alérgicas.
  • Parfum: As fragrâncias sintéticas utilizadas em produtos cosméticos podem ter cerca de 200 ingredientes. Não existe forma de saber quais são os produtos químicos que as compõem, porque nos rótulos só vêm descritas como “fragrâncias” ou “perfume”. Entre os problemas provocados por estes químicos estão dores de cabeça, tonturas, irritações, hiperpigmentação, tosse forte, vômitos, irritação cutânea – e a lista continua.
  • Propylparaben, Methylparaben (parabenos): Utilizados para inibir o crescimento microbiano e para prolongar a durabilidade dos produtos. Têm causado vários tipos de reacções alérgicas e irritações cutâneas. Estudos demonstraram que são ligeiramente estrogênicos e podem ser absorvidos pelo corpo através da pele. São largamente utilizados apesar de serem conhecidos como tóxicos.

Componentes prejudiciais segundo o Environmental Working Group:

  • Sodium Laureth Sulfate: Em estudos clínicos, é causador de irritações na pele. Pode conter 1,4 dioxane, um potencial cancerígeno e perturbador do sistema hormonal.
  • Cocamidopropyl Betaine: Sujeito a restrições no uso. Conhecido tóxico do sistema imunitário. Pode conter impurezas prejudiciais, nomeadamente Nitrosaminas, ligadas ao câncer. Pode também causar sensibilidade no contato direto com a pele, com reações alérgicas tanto na pele quanto nos pulmões.
  • Parfum: Dezenove por cento das crianças com eczema são sensíveis a fragrâncias. Vários outros estudos indicam que os constantes aumentos anuais no número de dermatites está ligado ao aumento do uso de fragrâncias químicas.
    Nota: Phthalates são alérgenos encontrados em certas fragrâncias químicas e esmaltes para unhas – o uso de alguns está restringido a certas quantidades na União Europeia.
  • Propylparaben, Methylparaben (parabenos): Para além de suspeitas de irritabilidade da pele, o uso de parabenos foi recentemente ligado ao câncer de mama, tendo sido encontrados vestígios desses conservantes em amostras de tumores.

Componentes não indicados para pessoas com rosácea e/ou pele sensível:

  • Sodium Laureth Sulfate;
  • Parfum (perfume);
  • Methylparaben, Propylparaben (parabenos);
  • Menthol.

Recapitulando…

Textura, aplicação e rendimento: 3 x 2 = 6
Cheiro: 4 x 2 = 8
Resultados: 4 x 3 = 12
Embalagem: 4 x 0,5 = 2
Preço: 4 x 1 = 4
Facilidade de encontrar: 3 x 0,5 = 1,5
Segurança da composição: 2 x 1 = 2

Média: 3,55

Condicionador Gengibre

Marca: Inoar

Fabricante: Aba Cosméticos Ind. e Com. Ltda. Me.

Descrição: condicionador refrescante

Conteúdo: 250ml ou 1000ml

O que promete:
O Condicionador Gengibre Inoar foi desenvolvido para fornecer aos cabelos efeitos refrescante, perfeito condicionamento e hidratação. Os  benefícios do gengibre somados aos agentes emolientes protegem a fibra capilar contra a formação de pontas duplas e equilibram o pH dos cabelos. Possui ação fortalecedora especial para fios danificados e prejudicados.

Modo de usar:
Step 2 – Tratamento em 3 passos.

Após retirar o Shampoo de Gengibre Inoar dos cabelos, aplicar o condicionador e massagear por 5 minutos. Enxaguar abundantemente.

Precauções:
Manter fora do alcance de crianças. Em caso de sensibilização, suspenda o uso e procure orientação médica. Em caso de contato com os olhos, lavar com água em abundância. Não usar em mucosas. Uso externo. Este produto é de uso capilar.

Armazenamento:
Guardar em local seco e fresco, sem incidência de luz e calor.

Composição: Aqua, Cetearyl Alcohol, Gycerin, Cyclomethicone, Paraffinum Liquidum, Zingiber Officinalis Extract, Behentrimonium Methosulfate, Cetrimonium Chloride, Polyquaternium-7, Parfum, Ceteareth-20, Disodium EDTA, Citric Acid, Methylchloroisothiazolinone/ Methylisothiazolinone.

O teste: Usei normalmente, conforme indicado na embalagem.

Avaliação

Textura, aplicação e rendimento: 4 (Bons)

Tem textura leve mas muito cremosa e é bem gostoso de aplicar.

Espalha com facilidade sobre os fios e rende muito bem.

Cheiro: 4 (Bom)

O perfume do condicionador é levemente mais adocicado que o do shampoo, e reforça a fixação da fragrância nos fios.

Resultados: 3 (Regulares)

Esperava que ele hidratasse um pouco mais, visto que não notei essa característica no shampoo.

No entanto, ele fez uma diferença significativa no brilho e no frizz. E não estou levando em consideração o uso conjunto com o anti-frizz.

Não dou nota 4 por comparação com outros produtos. O mínimo que se espera de um condicionador é hidratação e esse resultado ele não proporcionou aos meus cabelos.

Embalagem: 4 (Boa)

A embalagem é exatamente igual ao do shampoo. Assim, ficam valendo as mesmas observações dadas na avaliação do shampoo, acima.

Preço: 4 (entre R$ 15,01 e R$ 40,00)

O preço médio é de R$ 25,00* para a embalagem de 250ml.

Facilidade de encontrar: 3 (Relativamente fácil de encontrar)

Repetindo o que eu mencionei anteriormente, assim que a Inoar começou a vender diretamente para o consumidor era bem difícil encontrar os produtos da marca à venda. Hoje já é mais fácil encontrar os produtos, mas ainda há poucos pontos de venda.

Se você quiser pesquisar preços do produto em lojas virtuais, clique aqui. Para obter informações sobre pontos de venda (lojas físicas), acesse o site oficial da marca.

Segurança da composição: 3 (Requer atenção)

Componentes sintéticos a evitar segundo Aubrey Hampton (bioquímico norte-americano):

  • Parfum: As fragrâncias sintéticas utilizadas em produtos cosméticos podem ter cerca de 200 ingredientes. Não existe forma de saber quais são os produtos químicos que as compõem, porque nos rótulos só vêm descritas como “fragrâncias” ou “perfume”. Entre os problemas provocados por estes químicos estão dores de cabeça, tonturas, irritações, hiperpigmentação, tosse forte, vômitos, irritação cutânea – e a lista continua.

Componentes prejudiciais segundo o Environmental Working Group:

  • Cyclomethicone: Derivado de silicone.
  • Paraffinum Liquidum: Esses derivados de petróleo criam uma barreira na superfície da pele que bloqueia os poros, não deixando a pele respirar. Aceleram o processo de envelhecimento da pele ao encorajar a geração de radicais livres. Na União Europeia o uso de Petrolatum é bastante restrito – potencialmente contaminado com químicos ligados ao câncer ou outros problemas graves de saúde (pode conter determinadas impurezas que podem causar câncer de mama). São tóxicos para o ambiente.
  • Parfum: Dezenove por cento das crianças com eczema são sensíveis a fragrâncias. Vários outros estudos indicam que os constantes aumentos anuais no número de dermatites está ligado ao aumento do uso de fragrâncias químicas.
    Nota: Phthalates são alérgenos encontrados em certas fragrâncias químicas e esmaltes para unhas – o uso de alguns está restringido a certas quantidades na União Europeia.

Componentes não indicados para pessoas com rosácea e/ou pele sensível:

  • Parfum (perfume).

Recapitulando…

Textura, aplicação e rendimento: 4 x 2 = 8
Cheiro: 4 x 2 = 8
Resultados: 3 x 3 = 9
Embalagem: 4 x 0,5 = 2
Preço: 4 x 1 = 4
Facilidade de encontrar: 3 x 0,5 = 1,5
Segurança da composição: 3 x 1 = 3

Média: 3,55

Anti-Frizz Gengibre

Marca: Inoar

Fabricante: Aba Cosméticos Ind. e Com. Ltda. Me.

Descrição: anti-frizz

Conteúdo: 250ml ou 1000ml

O que promete:
Elaborado com proteína quartenizada, proporciona efeito antiestático e definição dos fios. Prepara os cabelos para finalização.

Modo de usar:
Step 3 – Tratamento em 3 passos.

Coloque a quantidade adequada do produto nas palmas das mãos e aplique sobre os cabelos úmidos. Espalhe massageando bem nos fios até as pontas. Proceda com a finalização desejada (escova, prancha ou secagem natural).

Precauções:
Manter fora do alcance de crianças. Em caso de sensibilização, suspenda o uso e procure orientação médica. Em caso de contato com os olhos, lavar com água em abundância. Não usar em mucosas. Uso externo. Este produto é de uso capilar.

Armazenamento:
Guardar em local seco e fresco, sem incidência de luz e calor.

Composição: Aqua, Cetearyl Alcohol, Cetrimonium Chloride, Parfum, Propylene Glycol, Cyclomethicone/ Dimethicone, Cyclodimethicone, Cyamopsis Tetragonoloba Gum, Benzophenone-3, Dimethiconol/ TEA-Dodecylbenzenesulfonate, Keratin, Panthenol, Phenoxyethanol/ Methylparaben/ Butylparaben/ Ethylparaben/ Propylparaben, Rosmarinus Officinalis Extract, Symphytum Officinale Extract, Urtica Dioica Extract, Disodium EDTA, Citric Acid, Methylchloroisothiazolinone/ Methylisothiazolinone.

O teste: Usei normalmente, conforme indicado na embalagem, porém deixei secar naturalmente.

Avaliação

Textura, aplicação e rendimento: 5 (Ótimos)

É bem leve, com textura creme-gel, mas quando friccionado entre as palmas das mãos fica bem cremoso e ganha densidade, rendendo muito.

É preciso aplicar com cautela, pois se aplicado em muita quantidade, pode deixar os fios pesados.

Cheiro: 4 (Bom)

Assim como o shampoo e o condicionador da linha, tem um perfume refrescante, que fica nos cabelos por alguns dias.

Resultados: 4 (Bons)

Nos meus cabelos, adicionaram ainda mais brilho aos fios e resolveu por completo o meu problema com frizz.

Porém, assim como eu mencionei nas avaliações do shampoo e do condicionador, o produto não acrescentou hidratação aos meus cabelos, que são tingidos e secos.

Embalagem: 4 (Boa)

A embalagem é a mesma para os três produtos da linha. Assim, fica valendo o que eu já mencionei anteriormente, quando da avaliação da embalagem do shampoo.

Preço4 (entre R$ 15,01 e R$ 40,00)

O preço médio é de R$ 25,00* para a embalagem de 250ml.

Facilidade de encontrar: 3 (Relativamente fácil de encontrar)

Repetindo o que eu mencionei anteriormente, assim que a Inoar começou a vender diretamente para o consumidor era bem difícil encontrar os produtos da marca à venda. Hoje já é mais fácil encontrar os produtos, mas ainda há poucos pontos de venda.

Não encontrei o produto à venda isoladamente em lojas virtuais. Para obter informações sobre pontos de venda (lojas físicas), acesse o site oficial da marca.

Segurança da composição: 2 (Um pouco arriscado)

Componentes sintéticos a evitar segundo Aubrey Hampton (bioquímico norte-americano):

  • Parfum: As fragrâncias sintéticas utilizadas em produtos cosméticos podem ter cerca de 200 ingredientes. Não existe forma de saber quais são os produtos químicos que as compõem, porque nos rótulos só vêm descritas como “fragrâncias” ou “perfume”. Entre os problemas provocados por estes químicos estão dores de cabeça, tonturas, irritações, hiperpigmentação, tosse forte, vômitos, irritação cutânea – e a lista continua.
  • TEA-Dodecylbenzenesulfonate: Utilizados habitualmente nos cosméticos como emulsionantes e/ou agentes produtores de espuma. Podem causar reações alérgicas, irritações nos olhos e desidratação do cabelo e pele. DEA e TEA são “aminas” (compostos a partir da amônia) e podem formar nitrosaminas causadoras de câncer quando em contacto com nitratos. São tóxicos se absorvidos pelo corpo prolongadamente.
  • Methylparaben, Butylparaben, Ethylparaben, Propylparaben (parabenos): Utilizados para inibir o crescimento microbiano e para prolongar a durabilidade dos produtos. Têm causado vários tipos de reacções alérgicas e irritações cutâneas. Estudos demonstraram que são ligeiramente estrogênicos e podem ser absorvidos pelo corpo através da pele. São largamente utilizados apesar de serem conhecidos como tóxicos.

Componentes prejudiciais segundo o Environmental Working Group:

  • Parfum: Dezenove por cento das crianças com eczema são sensíveis a fragrâncias. Vários outros estudos indicam que os constantes aumentos anuais no número de dermatites está ligado ao aumento do uso de fragrâncias químicas.
    Nota: Phthalates são alérgenos encontrados em certas fragrâncias químicas e esmaltes para unhas – o uso de alguns está restringido a certas quantidades na União Europeia.
  • Propylene Glycol: Componente irritante para a pele (comichão, queimadura, urticária, acne, alergias). É um solvente de fácil absorção, altera a estrutura da pele, permitindo que outros agentes e químicos penetrem mais profundamente, aumentando assim a quantidade que chega à corrente sanguínea.
  • Cyclomethicone/ Dimethicone, Cyclodimethicone: Derivados de silicone.
  • TEA-Dodecylbenzenesulfonate: Alkyloamides – geralmente identificados nos rótulos como: Diethanolamine (DEA); Monoethanolamine (MEA); Triethanolamine (TEA), e por vezes precedido pelo nome “cocamide”: São classificados como tóxicos por alguns governos. Podem causar irritação na pele (comichão, queimadura, urticária etc). Combinados com conservantes que contém formaldeído, tornam-se cancerígenos. Quando misturado com agentes nitrosantes na pele ou no corpo, após a absorção, podem formar compostos cancerígenos. São perigosos para o meio ambiente, contaminando água, solo e ar). O MEA é ainda sensibilizador dos pulmões, podendo instigar respostas do sistema imunitário, que incluem ataques de asmas ou outros problemas pulmonares das vias respiratórias, além de ser suspeito de apresentar riscos para a reprodução humana e desenvolvimento do feto. O TEA também é um componente suspeito, com evidências ainda limitadas relacionadas ao desenvolvimento de câncer.
  • Methylparaben, Butylparaben, Ethylparaben, Propylparaben (parabenos): Para além de suspeitas de irritabilidade da pele, o uso de parabenos foi recentemente ligado ao câncer de mama, tendo sido encontrados vestígios desses conservantes em amostras de tumores.

Componentes não indicados para pessoas com rosácea e/ou pele sensível:

  • Parfum (perfume);
  • Benzophenone-3 (benzofenona);
  • Methylparaben, Butylparaben, Ethylparaben, Propylparaben (parabenos).

Recapitulando…

Textura, aplicação e rendimento: 5 x 2 = 10
Cheiro: 4 x 2 = 8
Resultados: 4 x 3 = 12
Embalagem: 4 x 0,5 = 2
Preço: 4 x 1 = 4
Facilidade de encontrar: 3 x 0,5 = 1,5
Segurança da composição: 2 x 1 = 2

Média: 3,95

Média final (shampoo + condicionador + anti-frizz): 3,7

Considerações finais:

Apesar de ter gostado bastante do brilho que o condicionador e o anti-frizz deixaram nos meus cabelos, não funcionou muito bem para mim porque meus cabelos são secos e eles não hidrataram nem um pouquinho.

Além disso, achei a fórmula dos produtos um pouco agressiva para quem tem pele sensível como a minha.

Acho que pode ser uma boa pedida para quem tem cabelos oleosos e não tem problema com sensibilidade diante da presença de tantos componentes químicos.

E vocês, já usaram este kit de produtos da Inoar? Contem para gente nos comentários.

Beijocas e até o próximo post.

Fabi.

_________________

(*) Média de preços pesquisada na data deste post. Pode sofrer alterações.

Testei: Shampoo, Condicionador e Leave-in Cabelos Coloridos, com reflexos e luzes (Rodrigo Cintra)

Oi, pessoal, tudo bem?

Já faz um tempinho que eu comprei na NetFarma o kit com shampoo, condicionador e leave-in para cabelos coloridos da marca Rodrigo Cintra, na ocasião, comprei outros produtos e mostrei na conta do blog no Instagram.

post de hoje é com as resenhas dos produtos do trio e para conferir, já sabem, é só continuar lendo o post. 🙂

Shampoo Cabelos Coloridos, com reflexos e luzes

Marca: Rodrigo Cintra

Fabricante: Aba Cosméticos Ind. e Com. Ltda ME.

Descrição: shampoo para cabelos coloridos, com reflexos e luzes

Conteúdo: 500ml

O que promete:
O Shampoo da Linha Rodrigo Cintra para cabelos coloridos, com reflexo e luzes nutre, fortifica as fibras capilares, rejuvenesce os cabelos secos e danificados repondo a umidade natural dos fios.

Modo de uso:
Aplicar o shampoo nos cabelos molhados, massagear com as pontas dos dedos até formar espuma em abundância, enxaguar. Se necessário repita a operação.

Precauções:
Mantenha fora do alcance de crianças. Em caso de sensibilização, suspenda o uso e procure orientação médica. Em caso de contato com os olhos, lavar com água em abundância. Não usar em mucosas. Uso externo.

Armazenamento:
Conservar em local seco e fresco sem incidência de luz e calor.

Composição: Aqua, Disodium Lauryl Sulfosuccinate, Cocamidopropyl Betaine, Cocamide DEA, Decyl Glucoside, Distearate Glicol, Parfum, Polissorbato 20, Polyquaternium-7, Guar Hydroxypropyltrimonium Chloride, Macadamia Integrifolia Seed Oil, Panthenol, Tocopherol Acetate, Methylchloroisothiazolinone/ Methylisothiazolinone, Butylphenyl Methylpropional, Hexyl Cinnamal, Linalool.

O teste: Apliquei normalmente como qualquer outro shampoo.

Avaliação

Textura, aplicação e rendimento: 4 (Bons)

É um shampoo bem denso, com textura gel. Para aplicar, recomendo emulsionar com um pouco de água, com um pouco do produto na palma da mão, para facilitar a aplicação nos cabelos.

Cheiro: 2 (Ruim)

Ai, gente… isso é um quesito muito particular e já li resenhas de meninas que adoraram o cheiro dessa linha, mas eu realmente não gostei. Tem cheiro de sabão de coco para lavar roupa e esse cheiro impregna nos cabelos e fixa por dias!

Minha mãe e minha prima também sentiram o perfume e, mesmo sem eu comentar o que eu achei, também se lembraram do cheiro de sabão de coco e disseram que parecia que eu havia acabado de sair do tanque e não do banho (risos). Achei ruim, bem ruim mesmo. Só não coloco nota 1 porque não chega a ser fedido, mas definitivamente não gostei.

Resultados: 4 (Bons)

É um shampoo que limpa muito bem os fios, sem ressecar e sem desbotar a coloração.

Os cabelos ganham um pouco mais de brilho e ficam sem frizz, mas não notei diferença na luminosidade da cor.

Embalagem: 4 (Boa)

Frasco plástico com tampa flip-top de fácil abertura e fechamento.

Mesmo sendo uma embalagem grande, não é desconfortável para o uso.

A tampa tem um ótimo fechamento e, para facilitar a abertura, tem um encaixe para apoiar o dedo.

Mesmo sendo um shampoo denso, só é preciso chocalhar a embalagem quando o shampoo está bem no finalzinho.

Preço: 4 (entre R$ 15,01 e R$ 40,00)

O preço médio é de R$ 20,00*, bem em conta para uma embalagem de 500ml.

Facilidade de encontrar: 2 (Um pouco difícil de encontrar)

O produto pode ser encontrado em lojas de cosméticos e em salões de beleza, mas não é tão fácil de achar.

Algumas lojas virtuais também trabalham com a marca, incluindo a NetFarma, que sempre faz ótimas promoções do produto.

Segurança da composição: 3 (Requer atenção)

Componentes sintéticos a evitar segundo Aubrey Hampton (bioquímico norte-americano):

  • Cocamide DEA: Utilizados habitualmente nos cosméticos como emulsionantes e/ou agentes produtores de espuma. Podem causar reações alérgicas, irritações nos olhos e desidratação do cabelo e pele. DEA e TEA são “aminas” (compostos a partir da amônia) e podem formar nitrosaminas causadoras de câncer quando em contacto com nitratos. São tóxicos se absorvidos pelo corpo prolongadamente.
  • Parfum: As fragrâncias sintéticas utilizadas em produtos cosméticos podem ter cerca de 200 ingredientes. Não existe forma de saber quais são os produtos químicos que as compõem, porque nos rótulos só vêm descritas como “fragrâncias” ou “perfume”. Entre os problemas provocados por estes químicos estão dores de cabeça, tonturas, irritações, hiperpigmentação, tosse forte, vômitos, irritação cutânea – e a lista continua.

Componentes prejudiciais segundo o Environmental Working Group:

  • Cocamidopropyl Betaine: Sujeito a restrições no uso. Conhecido tóxico do sistema imunitário. Pode conter impurezas prejudiciais, nomeadamente Nitrosaminas, ligadas ao câncer. Pode também causar sensibilidade no contato direto com a pele, com reações alérgicas tanto na pele quanto nos pulmões.
  • Cocamide DEA: Alkyloamides – geralmente identificados nos rótulos como: Diethanolamine (DEA); Monoethanolamine (MEA); Triethanolamine (TEA), e por vezes precedido pelo nome “cocamide”: São classificados como tóxicos por alguns governos. Podem causar irritação na pele (comichão, queimadura, urticária etc). Combinados com conservantes que contém formaldeído, tornam-se cancerígenos. Quando misturado com agentes nitrosantes na pele ou no corpo, após a absorção, podem formar compostos cancerígenos. São perigosos para o meio ambiente, contaminando água, solo e ar). O MEA é ainda sensibilizador dos pulmões, podendo instigar respostas do sistema imunitário, que incluem ataques de asmas ou outros problemas pulmonares das vias respiratórias, além de ser suspeito de apresentar riscos para a reprodução humana e desenvolvimento do feto. O TEA também é um componente suspeito, com evidências ainda limitadas relacionadas ao desenvolvimento de câncer.
  • Parfum: Dezenove por cento das crianças com eczema são sensíveis a fragrâncias. Vários outros estudos indicam que os constantes aumentos anuais no número de dermatites está ligado ao aumento do uso de fragrâncias químicas.
    Nota: Phthalates são alérgenos encontrados em certas fragrâncias químicas e esmaltes para unhas – o uso de alguns está restringido a certas quantidades na União Europeia.

Componentes não indicados para pessoas com rosácea e/ou pele sensível:

  • Parfum: perfume.

Recapitulando…

Textura, aplicação e rendimento: 4 x 2 = 8
Cheiro: 2 x 2 = 4
Resultados: 4 x 3 = 12
Embalagem: 4 x 0,5 = 2
Preço: 4 x 1 = 4
Facilidade de encontrar: 2 x 0,5 = 2
Segurança da composição: 3 x 1 = 3

Média: 3,5

Condicionador Cabelos Coloridos, com reflexos e luzes

Marca: Rodrigo Cintra

Fabricante: Aba Cosméticos Ind. e Com. Ltda ME.

Descrição: condicionador para cabelos coloridos, com reflexos e luzes

Conteúdo: 500ml

O que promete:
O Condicionador da Linha Rodrigo Cintra para cabelos coloridos, com reflexo e luzes hidrata, desembaraça, deixa os cabelos macios, soltos e fácil de pentear.

Modo de uso:
Após lavar os cabelos com o Shampoo, aplicar o Condicionador. Deixe agir por 1 minuto e enxágue em seguida.

Precauções:
Mantenha fora do alcance de crianças. Em caso de sensibilização, suspender o uso e procurar orientação médica. Em caso de contato com os olhos, lavar com água em abundância. Não usar em mucosas. Uso externo.

Armazenamento:
Conservar em local seco e fresco sem incidência de luz e calor.

Composição: Aqua, Cetearyl Alcohol, Glycerin, Behentrimonium Methosulfate, Parfum, Cetrimonium Chloride, Amodimethicone, Cyclopentasiloxane, Madamia Integrifolia Seed Oil, Dimethiconol, Panthenol, Hydrolyzed Soy Protein, Hydrolyzed Wheat Protein, Guar Hydroxypropyltrimonium Chloride, Methylchloroisothiazolinoe/ Methylisothiazolinoe, Butylphenyl Methylpropional, Hexyl Cinnamal, Linalool.

O teste: Usei como indicado na embalagem, sempre após o uso do Shampoo Cabelos Coloridos da mesma linha.

Avaliação

Textura, aplicação e rendimento: 4 (Bons)

Leve, mas denso e muito cremoso e de textura creme-gel.

Desliza e espalha com suavidade sobre os fios e rende muito bem.

Cheiro: 3 (Regular)

Um pouco mais adocicado que o perfume do shampoo, mas ainda muito parecido com cheiro de sabão de coco. Não gosto, mas o fundo adocicado deixa ligeiramente mais suportável.

Resultados: 3 (Regulares)

Deixa os cabelos macios e complementa o efeito anti-frizz deixado pelo shampoo. No quesito brilho, não notei diferença entre o uso apenas do shampoo e do shampoo com o condicionador. Assim como não houve nenhuma diferença na luminosidade da cor.

Dei nota 3 porque, usando só o shampoo, tive o mesmo resultado.

Embalagem: 3 (Regular)

A embalagem é exatamente igual à do shampoo. Porém, como o condicionador é muito mais denso que o shampoo, ele agarra nas paredes da embalagem e, mesmo com o frasco cheio, é preciso chocalhar a embalagem e apertar muito bem o frasco para que o produto saia.

Preço: 4 (entre R$ 15,01 e R$ 40,00)

O preço médio é de R$ 20,00*, bem em conta para uma embalagem de 500ml.

Facilidade de encontrar: 2 (Um pouco difícil de encontrar)

O produto pode ser encontrado em lojas de cosméticos e em salões de beleza, mas não é tão fácil de achar.

Algumas lojas virtuais também trabalham com a marca, incluindo a NetFarma, que sempre faz ótimas promoções do produto.

Segurança da composição: 4 (Seguro)

Componentes sintéticos a evitar segundo Aubrey Hampton (bioquímico norte-americano):

  • Parfum: As fragrâncias sintéticas utilizadas em produtos cosméticos podem ter cerca de 200 ingredientes. Não existe forma de saber quais são os produtos químicos que as compõem, porque nos rótulos só vêm descritas como “fragrâncias” ou “perfume”. Entre os problemas provocados por estes químicos estão dores de cabeça, tonturas, irritações, hiperpigmentação, tosse forte, vômitos, irritação cutânea – e a lista continua.

Componentes prejudiciais segundo o Environmental Working Group:

  • Parfum: Dezenove por cento das crianças com eczema são sensíveis a fragrâncias. Vários outros estudos indicam que os constantes aumentos anuais no número de dermatites está ligado ao aumento do uso de fragrâncias químicas.
    Nota: Phthalates são alérgenos encontrados em certas fragrâncias químicas e esmaltes para unhas – o uso de alguns está restringido a certas quantidades na União Europeia.
  • Amodimethicone: Derivado de silicone.

Componentes não indicados para pessoas com rosácea e/ou pele sensível:

  • Parfum: perfume.

Recapitulando…

Textura, aplicação e rendimento: 4 x 2 = 8
Cheiro: 3 x 2 = 6
Resultados: 3 x 3 = 9
Embalagem: 3 x 0,5 = 1,5
Preço: 4 x 1 = 4
Facilidade de encontrar: 2 x 0,5 = 2
Segurança da composição: 4 x 1 = 4

Média: 3,45

Leave-in Cabelos Coloridos, com reflexo e luzes

Marca: Rodrigo Cintra

Fabricante: Aba Cosméticos Ind. e Com. LTDA ME.

Descrição: leave-in para cabelos coloridos, com reflexo e luzes

Conteúdo: 500ml

O que promete:
O Leave-in da Linha Rodrigo Cintra para cabelos coloridos, com reflexo e luzes deixa o cabelo suave, maleável e brilhante, reduz o tempo de secagem e tem ação antifrizz.

Modo de uso:
Coloque a quantidade adequada do produto na palma da mão e aplique sobre os cabelos úmidos. Espalhe massageando bem mecha a mecha. Inicie a finalização desejada.

Precauções:
Mantenha fora do alcance de crianças. Em caso de sensibilização, suspender o uso e procurar orientação médica. Em caso de contato com os olhos, lavar com água em abundância. Não usar em mucosas. Uso externo.

Armazenamento: Conservar em local seco e fresco sem incidência de luz e calor.

Composição: Aqua, Cetearyl Alcohol, Cetrimonium Chloride, Glycerin, Polyquaternium-28, Cyclomethicone, Cetyl Alcohol, Dimethicone, Parfum, PEG-12 Dimethicone, PEG-20 Stearate, Macadamia Integrifolia Seed Oil, Lanolin Miristate, Methylchloroisothiazoline/ Methylisothiazolinone, Butylphenyl Methylpropional, Hexyl Cinnamal, Linalool.

O teste: Apliquei normalmente sobre os cabelos úmidos, após a lavem com o Shampoo e o Condicionador da mesma linha. Deixei secar naturalmente e também testei a finalização com secador.

Avaliação

Textura, aplicação e rendimento: 4 (Bons)

Leve e cremoso, com uma densidade um pouco menor que a do condicionador. Rende muito bem. Só um pouquinho espalha por todo o cabelo e envolve todos os fios.

Cheiro: 3 (Regular)

Está mais para o cheiro do condicionador do que o do shampoo, mas continua me incomodando o perfume de sabão de coco. Fixa no cabelo por vários dias. Então, se você não gostar do perfume, como eu não gostei, será um problema.

Resultados: 4 (Bons)

Reforça o brilho dado pelo shampoo e resolve a questão do frizz. Não notei, porém, diferença no quesito luminosidade da cor.

Eu muito raramente utilizo secador, chapina ou outro tipo de equipamento para secar e finalizar os meus cabelos, mas resolvi testar o secador, já que o produto promete agilizar o processo de secagem. De fato, os cabelos secaram mais rápido com o secador, com o produto aplicado, mas notei que, se aplicar o produto e deixar os cabelos secarem naturalmente, eles acabam demorando mais para secar do que o habitual.

Embalagem: 4 (Boa)

A embalagem é exatamente igual à do shampoo e do condicionador. Porém, o leave-in é menos denso que o condicionador e a embalagem funciona melhor. Não é preciso chocalhar a embalagem se ainda houver uma boa quantidade de produto.

Preço: 4 (entre R$ 15,01 e R$ 40,00)

O preço médio é de R$ 30,00*, bem em conta para uma embalagem de 500ml.

Facilidade de encontrar: 2 (Um pouco difícil de encontrar)

O produto pode ser encontrado em lojas de cosméticos e em salões de beleza, mas não é tão fácil de achar.

Algumas lojas virtuais também trabalham com a marca, incluindo a NetFarma, que sempre faz ótimas promoções do produto.

Segurança da composição: 3 (Requer atenção)

Componentes sintéticos a evitar segundo Aubrey Hampton (bioquímico norte-americano):

  • Parfum: As fragrâncias sintéticas utilizadas em produtos cosméticos podem ter cerca de 200 ingredientes. Não existe forma de saber quais são os produtos químicos que as compõem, porque nos rótulos só vêm descritas como “fragrâncias” ou “perfume”. Entre os problemas provocados por estes químicos estão dores de cabeça, tonturas, irritações, hiperpigmentação, tosse forte, vômitos, irritação cutânea – e a lista continua.
  • PEG-12 Dimethicone, PEG-20 Stearate: Idealmente é uma glicerina vegetal combinada com álcool de cereais, sendo ambos naturais. Porém, atualmente não passa de uma combinação de petroquímicos sintéticos utilizados como humidificantes. É conhecido como causador de reações alérgicas, urticária e eczemas. Quando vir PEG (polietileno glicol) ou PPG (polipropileno glicol) num rótulo, tenha cuidado, pois são produtos químicos sintéticos idênticos.

Componentes prejudiciais segundo o Environmental Working Group:

  • Dimethicone: Derivado de silicone.
  • Parfum: Dezenove por cento das crianças com eczema são sensíveis a fragrâncias. Vários outros estudos indicam que os constantes aumentos anuais no número de dermatites está ligado ao aumento do uso de fragrâncias químicas.
    Nota: Phthalates são alérgenos encontrados em certas fragrâncias químicas e esmaltes para unhas – o uso de alguns está restringido a certas quantidades na União Europeia.
  • PEG-12 Dimethicone, PEG-20 Stearate: Componente irritante para a pele (comichão, queimadura, urticária, acne, alergias). É um solvente de fácil absorção, altera a estrutura da pele, permitindo que outros agentes e químicos penetrem mais profundamente, aumentando assim a quantidade que chega à corrente sanguínea.
  • Lanolin Miristate: Um produto derivado da lã de ovelha que tem sido ligado a sensibilidade da pele, devido aos resíduos de pesticidas.

Componentes não indicados para pessoas com rosácea e/ou pele sensível:

  • Parfum: perfume.

Recapitulando…

Textura, aplicação e rendimento: 4 x 2 = 8
Cheiro: 3 x 2 = 6
Resultados: 4 x 3 = 12
Embalagem: 4 x 0,5 = 2
Preço: 4 x 1 = 4
Facilidade de encontrar: 2 x 0,5 = 2
Segurança da composição: 3 x 1 = 3

Média: 3,7

Média Geral (shampoo + condicionador + leave-in): 3,55

estrela35

Considerações finais:

São produtos com bons resultados e com um ótimo preço, se você não se incomodar com o cheiro de sabão de coco.

Se você gostar do perfume e tiver os cabelos tingidos, pode ser que valha a pena o uso como shampoo diário.

Eu, honestamente, não gostei tanto a ponto de comprar novamente.

E vocês, já usaram esses ou outros produtos Rodrigo Cintra? Contem para gente nos comentários!

Beijocas e até o próximo post.

Fabi.

__________

(*) Médias de preços pesquisadas na data deste post. Podem sofrer alterações.

Testei: Millenar Oil (Amend)

Oi, tudo bem? 🙂

Em janeiro, mês do meu aniversário, eu mostrei aqui alguns presentes que eu ganhei da minha amiga Lilian e da mãe dela, a Suzana.

O presente da mãe da minha melhor amiga foi um óleo capilar da Amend e a escolha baseou-se não só no fato de eu adorar produtos para os cabelos, mas principalmente na inscrição “Segredos do Egito” que está na embalagem, porque eu sou apaixonada pelo Egito e pela cultura egípcia, desde pequena.

post de hoje é com a resenha do Millenar Oil, que enganou todo mundo que pensou que o produto fosse rosa. 😉

Millenar Oil

Marca: Amend

Fabricante: Bem Estar Ind. Com. e Imp. Cosméticos Ltda.

Descrição: óleo capilar para todos os tipos de cabelos inclusive os mais finos

Conteúdo: 90ml

O que promete:

As propriedades do óleo de Moringa já eram utilizadas por culturas antigas como Romancos e Egípcios por acreditarem que a árvore de Moringa é milagrosa. O óleo de Moringa tem textura leve, sendo rico em antioxidantes que ajudam a melhorar a aparência e o brilho dos cabelos. Mesmo em cabelos mais finos, não sobrecarrega. Um óleo que nutre com leveza.

Modo de uso:

  • Como tratamento cosmético do cabelo: no mínimo uma vez por semana, aplique nos cabelos úmidos e limpos e deixe agir alguns minutos e enxágue bem.
  • Pré-escova: aplique nos fios úmidos, limpos e inicie a escova.
  • Para finalizar e proteger diariamente: aplique nos cabelos secos uma pequena quantidade por todo o cabelo evitando a raiz e pentei como de costume.

Precauções:

Mantenha fora do alcance de crianças, em lugar fresco e ao abrigo de luz intensa. Não ingerir. Em caso de contato com os olhos, enxaguar imediatamente com água abundante. Uso externo.

Composição: Cyclopentasiloxane/ Dimethicone, Cyclopentasiloxane, Moringa Oleifera Seed Oil, Parfum, Benzyl Salicylate, Butylphenyl Methylpropional, Limonene, Coumarin.

O teste: Testei aplicando das três formas indicadas na embalagem: nos cabelos úmidos e limpos, enxaguando em seguida; nos cabelos úmidos e limpos, mas sem fazer escova; e nos cabelos secos.

Avaliação

Textura, aplicação e rendimento: 4 (Bons)

Embora ele tenha enganado a Lilian e à mim, ele não é rosa. Rosa é apenas a embalagem. O produto em si é transparente.

Tem uma ótima densidade, mas é bem siliconado. Já que o componente em maior concentração é uma mistura de Cyclopentasiloxane e Dimethicone (ambos derivados de silicone). Muitas meninas não gostam, mas eu gosto da textura, acho bem gostoso de espalhar sobre os cabelos, porque escorrega bastante e é mais fácil de aplicar por igual em todo o cabelo.

O rendimento é ótimo, principalmente quando aplicado nos cabelos úmidos. Nos cabelos secos, tem que tomar um pouco mais de cuidado para que ele não fique mais concentrado só em algumas partes.

Cheiro: 5 (Ótimo)

O perfume é bem doce, mas mesmo não gostando de cheiros muito adocicados, achei o perfume delicioso, principalmente após aplicado nos cabelos. Tem uma fixação espetacular, mantendo-se por alguns dias.

Resultados: 4 (Bons)

A maneira que eu mais gostei de aplicar e que trouxe melhor resultado no meu cabelo é aplicando nos fios úmidos, sem enxaguá-los depois. Dessa forma, a fabricante recomenda a finalização com escova, mas eu não tenho o hábito de usar secador nos cabelos, muito menos de fazer escova, então simplesmente apliquei e deixei secar naturalmente. Meu cabelo ficou com bastante brilho, muito macio, perfumado e com o frizz muito  bem controlado.

Não gostei muito de aplicar e depois enxaguar. Como ele é bem siliconado, na verdade o enxágue retira apenas o excesso do produto. É uma boa forma se você geralmente acaba aplicando produto demais nos cabelos e os fios ficam pesados.

Para aplicar nos cabelos secos também é preciso cuidado. Embora o brilho dos cabelos seja mais intenso quando aplicado dessa forma, o excesso de produto pode deixar os cabelos pesados, com aspecto oleoso.

No entanto, o componente principal do produto é uma mistura de dois tipos de derivados de silicone. O óleo de moringa está lá, mas em uma concentração bem menor que o silicone. O que significa que, na verdade, os resultados de brilho, maciez etc são mais superficiais, desaparecendo após a lavagem dos cabelos. É essa a grande crise da maior parte das pessoas que criticam o uso de silicone em produtos para os cabelos. O silicone não trata realmente a fibra do cabelo, ele serve apenas como paliativo para disfarçar os problemas de um cabelo danificado, sem vida e sem brilho.

Embalagem: 4 (Boa)

É um frasco plástico cor-de-rosa, com válvula pump, que fica protegida por uma tampa plástica transparente.

Infelizmente, a tampa plástica abre com facilidade e a válvula não tem trava. Então, se você quiser levar o produto com você em uma viagem ou na bolsa, tem que ter cuidado para tampa não abrir e a válvula não ser pressionada sem que você queira.

O caninho da válvula atinge até o finalzinho do frasco, garantindo um melhor aproveitamento do produto.

Preço: 3 (entre R$ 40,01 e R$ 65,00)

O preço médio do produto é de R$ 45,00*.

Facilidade de encontrar: 3 (Relativamente fácil de encontrar)

É um produto um pouquinho difícil de encontrar em lojas virtuais. Dentre as lojas de confiança que eu costumo comprar, encontrei na Sépha Perfumaria, por R$ 44,95**.

É mais fácil encontrá-lo em redes de perfumarias físicas (como Sumirê e Perfumaria 2000, para quem for de São Paulo).

Segurança da composição: 3 (Requer atenção)

Componentes sintéticos a evitar segundo Aubrey Hampton (bioquímico norte-americano):

  • Parfum: As fragrâncias sintéticas utilizadas em produtos cosméticos podem ter cerca de 200 ingredientes. Não existe forma de saber quais são os produtos químicos que as compõem, porque nos rótulos só vêm descritas como “fragrâncias” ou “perfume”. Entre os problemas provocados por estes químicos estão dores de cabeça, tonturas, irritações, hiperpigmentação, tosse forte, vômitos, irritação cutânea – e a lista continua.

Componentes prejudiciais segundo o Environmental Working Group:

  • Cyclopentasiloxane/ Dimethicone: Derivados de silicone.
  • Benzyl Salicylate: Fragrância química com uso restrito na União Européia. Conhecido tóxico do sistema imunitário e alérgeno para o consumidor.
  • Parfum: Dezenove por cento das crianças com eczema são sensíveis a fragrâncias. Vários outros estudos indicam que os constantes aumentos anuais no número de dermatites está ligado ao aumento do uso de fragrâncias químicas.
    Nota: Phthalates são alérgenos encontrados em certas fragrâncias químicas e esmaltes para unhas – o uso de alguns está restringido a certas quantidades na União Europeia.

Componentes não indicados para pessoas com rosácea e/ou pele sensível:

  • Parfum (perfume).

Recapitulando…

Textura, aplicação e rendimento: 4 x 2 = 8
Cheiro: 5 x 2 = 10
Resultados: 4 x 3 = 12
Embalagem: 4 x 0,5 = 2
Preço: 3 x 1 = 3
Facilidade de encontrar: 3 x 0,5 = 1,5
Segurança da composição: 3 x 1 = 3

Média: 3,95

Avaliação Geral: estrela4

Considerações finais:

Eu gostei bastante dos resultados e do perfume, excluindo a questão da composição ser basicamente formada por derivados de silicone.

Acho que ele tem me ajudado bastante em dias corridos, que eu geralmente tomo um banho, lavo os cabelos e saio correndo para tratar das minhas coisas.

Não é um produto para tratamento, mas é de grande ajuda para quem vive correndo.

E vocês, já usaram este produto da Amend? Contem para gente nos comentários. 🙂

Beijocas e até o próximo post.

Fabi.

_________________

(*) Média de preços pesquisada na data deste post. Pode sofrer alterações.
(**) Preço pesquisado na data deste post. Pode sofrer alterações.

Testei: Dia a Dia Finish Spray (Result Cosmetics)

Oi, pessoal, tudo bem? 🙂

post de hoje é com a resenha de um produto para os cabelos que eu recebi dois meses seguidos na extinta GlossyBox. O produto foi enviado nas caixas de Julho e Agosto de 2013. O segundo que eu recebi eu dei de presente para a minha amiga Lilian e o primeiro eu tenho usado eventualmente.

Dia a Dia Finish Spray

Marca: Result Cosmetics

Fabricante: Ctec Ind. e Com. de Cosméticos Ltda-ME.

Descrição: spray finalizador para todos os tipos de cabelos

Conteúdo: 300ml

O que promete:

Elaborado com Óleo de Pracaxi, Manteiga de Cupuaçu, Luna Matrix e Aminoácidos de Trigo, concebido para ser um produto multifuncional que pode ser usado para hidratar, desembaraçar, facilitar o corte ou ainda como leave-in ou pré-escova, protegendo os fios. Indispensável no lavatório e bancada dos salões.

Modo de usar:

Após lavar os cabelos, borrife pequenos jatos do Finish Spray e espalhe com as mãos e ou pente. Substitui com vantagens os condicionadores tradicionais.

Como Desembaraçante: em alguns segundos já se observa o efeito desembaraçante e emoliente, o cabelo está pronto para ser escovado ou cortado. Ao ultrapassar o tempo de pausa de 5 minutos você hidrata os fios, proporcionando brilho, maciez e balanço.

O Finish Spray pode ser enxaguado ou não.

Precauções:

Manter fora do alcance de crianças. Não ingerir. Em caso de contato acidental com os olhos, lavar com água em abundância. Em caso de irritação, suspenda o uso e procure orientação médica. Proteger da luz e calor.

Composição:

Aqua (Water), Cyclomethicone, Cetearyl Alcohol, Quaternium-70, Fragrance (Parfum), Phenoxyethanol, Glycerin, Hydroxyethyl, Cetereamido-Propyldimonium Chloride, Benehyl Alcohol, Cetearyl Alcohol, Isocetyl Alcohol, Quaternium-70, Propylene Glycol, Amodimethicone, C 12-14 SEC-Pareth-7, C 12-14 SEC-Pareth-5, Disodium Lauriminodipropionate, Tocopheryl Phosphates, Dimethyl Pabamidopropyl, Lauridimoniumm Toslylate, Benzophenone-3, Lauroyl Lysine, Glycine, Acetil Cystein, Amodimethicone, C 11-15 Pareth-7, Laureth-9, Glycerin, Trideceth-12, Disodium EDTA, BHT, Citric Acid, Benzyl Salicylate, Butylphenyl Methylpropional, Citronellol, Hexyl Cinnamal, Hidroxyisohexyl 3-Cyclohexene Carboxaldehyde, Limonene, Linalool.

O teste: Usei conforme indicado na embalagem, com e sem enxágue.

Avaliação

Textura, aplicação e rendimento: 4 (Bons)

É um creme branco bem levinho, que espalha com suavidade sobre os cabelos, envolvendo todos os fios.

Rende bem, mas como é muito leve, deixa sempre a sensação de que é preciso aplicar mais produto. Não é necessário.

Cheiro: 3 (Regular)

Tem um perfume gostoso, mas bem “genérico”, cítrico com um fundo adocicado.

Fixa por algumas horas quando aplicado como condicionador (com enxágue) e até o dia seguinte quando aplicado como leave-in (sem enxágue).

Resultados: 3 (Regulares)

Não é um produto ruim, mas não vejo nele características diferenciadas de tantos outros produtos capilares que eu já tenha usado. A questão talvez seja que, quanto mais produtos você já experimentou, mais rigorosa fica a sua avaliação, obviamente.

Trata-se de um produto mediano, que funciona como deveria funcionar qualquer condicionador, desembaraçando facilmente os fios.

Como leave-in, é preciso tomar cuidado para não aplicar produto demais, pois ele tende a deixar os fios pesados e com aparência de sujos. Além disso, se você aplicar muito produto com os cabelos úmidos, os fios demoram mais do que o habitual para secar.

De qualquer forma, além do desembaraçamento, eu não notei diferença alguma em relação à maciez ou brilhos dos fios, luminosidade da coloração ou controle do frizz, salvo quando eu errei na dosagem e apliquei mais produto do que deveria, quando o frizz ficou controlado mas os fios ficaram superpesados.

Embalagem: 5 (Ótima)

A embalagem enviada pela GlossyBox é uma miniatura, com 90ml. O produto full size tem 300ml, mas o formato da embalagem é o mesmo, apenas o tamanho difere.

O frasco é plástico com as laterais levemente côncavas, bem anatômico e confortável para segurar.

A válvula é tipo spray, com uma travinha (essa parte branca logo abaixo da válvula, na foto ao lado) que, quando colocada para o lado esquerdo do frasco, impede o pressionamento da válvula e, quando colocada para o lado direito, libera a válvula para o uso.

Ao contrário das válvulas spray de alguns produtos capilares que eu já usei, essa válvula consegue espalhar bem o jato do produto. Não sai um jato fino que fica concentrado em só um lugar. O segredo é aplicar com o frasco a uma certa distância dos cabelos, assim, o jato se “abre” e os cabelos recebem uma “nuvem” do produto.

Preço: 4 (entre R$ 15,01 e R$ 40,00)

O preço sugerido pela marca é de R$ 30,00*.

Facilidade de encontrar: 1 (Muito difícil de encontrar)

No site oficial da marca, no link “Onde encontrar”, há um único estabelecimento para a cidade de São Paulo. Para comprar online, encontrei apenas em um anúncio duvidoso no Mercado Livre.

Ou seja, para encontrar o produto é bem difícil.

Segurança da composição: 3 (Requer atenção)

Componentes sintéticos a evitar segundo Aubrey Hampton (bioquímico norte-americano):

  • Fragrance (Parfum): As fragrâncias sintéticas utilizadas em produtos cosméticos podem ter cerca de 200 ingredientes. Não existe forma de saber quais são os produtos químicos que as compõem, porque nos rótulos só vêm descritas como “fragrâncias” ou “perfume”. Entre os problemas provocados por estes químicos estão dores de cabeça, tonturas, irritações, hiperpigmentação, tosse forte, vômitos, irritação cutânea – e a lista continua.

Componentes prejudiciais segundo o Environmental Working Group:

  • Cyclomethicone e Amodimethicone: Derivados de silicone.
  • Fragrance (Parfum): Dezenove por cento das crianças com eczema são sensíveis a fragrâncias. Vários outros estudos indicam que os constantes aumentos anuais no número de dermatites está ligado ao aumento do uso de fragrâncias químicas.
    Nota: Phthalates são alérgenos encontrados em certas fragrâncias químicas e esmaltes para unhas – o uso de alguns está restringido a certas quantidades na União Europeia.
  • Propylene Glycol: Componente irritante para a pele (comichão, queimadura, urticária, acne, alergias). É um solvente de fácil absorção, altera a estrutura da pele, permitindo que outros agentes e químicos penetrem mais profundamente, aumentando assim a quantidade que chega à corrente sanguínea.
  • Benzyl Salicylate: Fragrância química com uso restrito na União Européia. Conhecido tóxico do sistema imunitário e alérgeno para o consumidor.

Componentes não indicados para pessoas com rosácea e/ou pele sensível:

  • Benzophenone-3 (benzofenona);
  • Fragrance (Parfum).

Recapitulando…

Textura, aplicação e rendimento: 4 x 2 = 8
Cheiro: 3 x 2 = 6
Resultados: 3 x 3 = 9
Embalagem: 5 x 0,5 = 2,5
Preço: 4 x 1 = 4
Facilidade de encontrar: 1 x 0,5 = 0,5
Segurança da composição: 3 x 1 = 3

Média: 3,3

Avaliação Geral: estrela35

Considerações finais:

Honestamente, achei um produto bem mediano. Pode ser baratinho e ter uma embalagem que funciona muito bem para a textura do produto, mas eu não me daria o trabalho nem desperdiçaria meu dinheiro com ele. Há produtos na mesma faixa de preço com resultados bem melhores, na minha opinião. Ainda mais por conter benzofenona, que é um componente bem complicado para quem tem pele sensível, além de existirem alguns estudos que indicam a possibilidade do componente ser cancerígeno.

E vocês, já usaram este ou outro produto da marca? Contem para gente nos comentários!

Beijocas e até o próximo post.

Fabi.

_________________

(*) Preço pesquisado na data deste post. Pode sofrer alterações.

 

Testei: Óleo Toque Seco Macadâmia (Professional Trivitt)

Oi, tudo bem?

Recebi na minha GlamBox de Abril um produto para os cabelos da marca Itallian Hairtech. Não sei para vocês, mas para mim foi novidade. Não conhecia a marca e, consequentemente, não conhecia também o produto da resenha de hoje.

Vamos conferir? 🙂

Óleo Toque Seco Macadâmia

Marca: Professional Trivitt

Fabricante: Itallian Hairtech

Descrição: óleo essencial vegetal de macadâmia

Conteúdo: 20ml

O que promete:

Com propriedades anti-age, antirradicais livres, emolientes e condicionantes, o Óleo essencial vegetal de Macadâmia Trivitt promove resultados incríveis desde a primeira aplicação. Indicado para qualquer tipo de cabelo.

Modo de usar: Não há informação na embalagem. As informações abaixo foram retiradas do site oficial da marca.

Pode ser usado antes da escova (com secador), na hidratação (misturado em máscaras ou cremes de hidratação) e no dia-a-dia.

Cuidados e precauções:

Mantenha fora do alcance de crianças.

Composição: Não há informação na embalagem.

O teste: Usei como leave-in, aplicando nos cabelos úmidos e secos.

Avaliação

Textura, aplicação e rendimento: 4 (Bons)

Não é um óleo muito denso, mas tem um excelente rendimento, pois espalha muito bem e não é necessária grande quantidade do produto para obter resultados.

A aplicação nos fios molhados ou úmidos é mais fácil do que nos fios secos. Achei que nos cabelos secos ele tende a acumular mais na primeira área que você encosta as mãos, sendo mais difícil de espalhar para o resto do comprimento dos fios.

Cheiro: 4 (Bom)

O perfume é adocicado e fixa bem nos cabelos, mas no dia seguinte não está mais perceptível.

Achei o perfume bem parecido com o do Macadâmia Oil Premium da Inoar.

Resultados: 4 (Bons)

Tenho que confessar que a primeira vez que usei, não gostei.

Apliquei com os fios quase secos e me decepcionei. Esperava que resolvesse o problema do frizz habitual e não resolveu. Depois que o cabelo estava totalmente seco, reapliquei o produto e os fios acabaram ficando pesados.

Mas, como eu faço sempre que possível com os produtos que resenho aqui, dei uma segunda chance.

Dessa vez, apliquei o produto no cabelo ainda molhado. Uma pequena quantidade foi suficiente para espalhar por todo o cabelo, com facilidade.

Depois de secos, os fios estavam muito macios e sem frizz.

Nos meus cabelos, porém, não notei muita diferença no brilho, salvo quando aplicado com os fios já secos e, assim, é preciso tomar muito cuidado para não deixar o cabelo pesado e com uma aparência feia. Espalhar o produto nos fios secos requer habilidade para distribuir por igual e conseguir um resultado bonito. Nada que algumas vezes de uso não lhe deem uma certa prática.

A coloração dos fios também não teve destaque, não ficou iluminada ou mais viva.

Embalagem: 2 (Ruim)

O frasco é de vidro, com válvula pump que facilita a dosagem do produto, mas aqui entra um problema que eu considero gravíssimo: não há informação suficiente no frasco. Não há composição, cuidados, precauções, nenhuma informação obrigatória desse tipo.

Pelo que pesquisei, o produto é vendido em uma caixinha com 4 unidades. Provavelmente, essas informações constam nessa caixinha (ao menos eu quero acreditar que estejam lá).

Eu entrei em contato com a marca por duas vezes, solicitando informação a respeito da composição, e não obtive resposta.

A composição de um produto cosmético é tão importante quanto os ingredientes de um alimento, uma vez que a maior parte dos cosméticos têm uma lista razoável de produtos químicos pelos quais as pessoas podem ter alergia.

De novo, também faltam informações importantes para casos de ingestão acidental, contato com os olhos, conservação etc.

A desvantagem da embalagem com 4 unidades é que acaba tornando o produto muito caro. A não ser que você tenha algumas amigas com quem dividir o custo de uma caixa, acaba tornando-se um pouco inviável.

Preço: 1 (mais de R$ 90,00)

O preço médio da caixa com 4 unidades é de R$ 120,00*, um preço bem salgado. Se tiver com quem dividir os frascos, sai uma média de R$ 30,00 cada. Valor bem mais interessante.

Porém, se você quiser pesquisar pelo produto sendo vendido separadamente, já aviso que é bem difícil encontrar e o preço é desanimador. Cheguei a encontrar o frasco sendo vendido por R$ 60,00*. O dobro do valor que sairia a unidade, comprando a caixa completa.

Clique aqui para pesquisar preços em lojas virtuais.

Facilidade de encontrar: 2 (Um pouco difícil de encontrar)

Encontrei o produto à venda apenas em algumas lojas virtuais desconhecidas, o que deixa sempre uma desconfiança. Quando não conhecemos a loja virtual, aparece sempre uma dúvida se podemos confiar ou não.

Não encontrei à venda em nenhuma das lojas físicas nas quais eu costumo fazer compras.

Segurança da composição: 0 (não contém informação) !

Como mencionei anteriormente, entrei em contato com a marca (por duas vezes), solicitando essa informação, mas não houve resposta.

Recapitulando…

Textura, aplicação e rendimento: 4 x 2 = 8
Cheiro: 4 x 2 = 8
Resultados: 4 x 3 = 12
Embalagem: 2 x 0,5 = 2
Preço: 1 x 1 = 1
Facilidade de encontrar: 2 x 0,5 = 2
Segurança da composição: 0 = 0

Média: 3,3

Avaliação Geral: estrela35

E vocês, já usaram esse ou outro produto da marca? Contem para gente nos comentários.

Beijocas e até o próximo post.

_________________

(*) Média de preços pesquisada na data deste post. Pode sofrer alterações.

Testei: Batom Ultrafixação Aviva (Jequiti)

Oi, tudo bem?

O post de hoje é com a resenha de mais um produto de maquiagem da Jequiti.

O escolhido da vez é um batom que promete uma alta duração e está disponível em nove cores.

Para conferir as informações sobre o produto e a resenha, é só continuar lendo o post. 🙂

Batom Ultrafixação Aviva

Marca: Jequiti

Fabricante: Lipson Cosméticos Ltda.

Descrição: batom para os lábios

Conteúdo: 2g

O que promete: A Linha de Maquiagem Jequiti Aviva dá realce ao que a mulher tem de mais belo. A expressão de sua feminilidade. Seu jeito proóprio de ser mulher.

O Batom Ultrafixação apresenta a combinação da longa duração com perfeita cobertura. Possui manteiga de Karité conhecida por suas propriedades hidratantes. Contém Vitamina E.

Modo de uso: Aplicar uniformemente sobre os lábios.

Precauções: Uso externo. Não ingerir. Não utilizar em crianças. Manter fora do alcance das crianças e ao abrigo da luz solar e calor excessivo. Em caso de irritação, suspenda o uso e procure orientação médica.

Composição: Cera Alba, Copernicia Cerifera Cera, Candelilla Cera, Ceresin, Ozokerite, Lanolin, Caprylyc / Capric Tryglyceride, Ricinus Communis Seed Oil, Parfum (Fragrance), Butyrospermum Parkii Butter, Methylparaben, Sodium Saccharin, Propylene Glycol, Propylparaben, BHT, Tocopheryl Acetate. Pode conter: CI 15850, CI 77019 (Mica), CI 77491, CI 77891, CI 77492, CI 77499.

Contém parabenos (Methylparaben e Propylparaben).

O teste: Usei normalmente como qualquer batom, aplicando diretamente nos lábios. Não utilizei primer labial nem qualquer tipo de truque (aplicação de base, corretivo, pó etc) antes do batom.

Avaliação

Textura, aplicação e cheiro: 5 (Ótimos)

É um batom “denso”, não tão cremoso e que não desliza com facilidade nos lábios, mas que deixa um acabamento muito uniforme e bonito, mesmo se seus lábios estiverem ligeiramente ressecados. Não acumula e não craquela, qualidades raras na maior parte dos batons que se dizem de longa duração.

Tem um cheiro muito suave, que fica imperceptível após aplicado.

Espalha bem uniformemente, tanto aplicado com o pincel quanto aplicado diretamente com a bala do batom. O pincel, porém, dá um acabamento mais suave e natural.

Pigmentação: 4 (Boa)

Eu tenho apenas uma das nove cores, a Goa, um vinho rosado muito bonito.

Tem uma boa pigmentação mas, ao menos nessa cor, ele exigiu uma “segunda camada” para uma intensidade de cor maior.

Duração: 2 (Ruim)

A duração seria boa se ele não fosse vendido como uma batom de ultrafixação (ou seja, longa duração).

Primeiro, ele transfere o dia todo. Não seca em nenhum momento, mesmo depois de horas aplicado.

Segundo, cerca de uma hora depois de aplicado (em um dia de temperatura girando em torno de 35ºC), a cor já havia perdido a intensidade e, quatro horas depois, a área de toque dos lábios já não tinha nenhuma cor.

É um batom de duração razoável, mas não cumpre o que promete.

Embalagem: 3 (Regular)

Apesar de ser uma embalagem comum para este tipo de batom e da bala não se soltar ou quebrar com facilidade (mesmo usando o produto em um dia quente), acho ruim que não haja nenhum facilitador para a visualização da cor, o que podia ser feito simplesmente colocando uma etiqueta da mesma cor do batom para escrever o nome da cor. Como você pode ver na foto ao lado, o nome da cor está em uma etiqueta branca, na parte inferior da embalagem.

É fácil de girar para expor o produto, tampa com firmeza e não abre por acidente.

Preço: 4 (entre R$ 15,01 e R$ 40,00)

O produto está custando R$ 17,60* no folheto do Ciclo 02/2014 e você pode encomendá-lo com uma consultora Jequiti. Caso não conheça alguma, fale comigo através do e-mail necessairedemulher@uol.com.br (preços e condições de envio especiais). :)

Recapitulando…

Textura, aplicação e cheiro: *****
Pigmentação: ****
Duração: **
Embalagem: ***

Preço: ****

Média: 3,6

Avaliação Geral: estrela35

Alguém mais já usou este produto, desta ou de outra cor? Contem para gente nos comentários!

Beijocas e até o próximo post.

_________________

(*) Preço pesquisado no catálogo Jequiti vigente na data deste post. Pode sofrer alterações conforme a campanha vigente em sua cidade.

Testei: Óleo Inca (Nazca)

Oi, tudo bem?

Na extinta Glossy Box de Junho do ano passado, eu recebi um produto da Nazca que faz parte da linha Power Professional Oils.

Como eu sofro com o frizz dos meus cabelos, tenho o hábito de usar óleos e produtos leave-in (sem enxágue) há muitos anos e gostei muito quando recebi este produto.

Mas, como meus cabelos são supercurtinhos, todos os produtos para cabelo para mim duram uma eternidade, e eu acabei demorando mas finalmente decidi testá-lo.

As informações sobre o produto e os resultados do teste vocês conferem abaixo. 🙂

Óleo Inca

Marca: Nazca

Fabricante: Nazca Cosméticos Indústria e Comércio Ltda.

Descrição: óleo de tratamento capilar termoativado

Conteúdo: 60ml

O que promete: O Óleo Inca é o óleo essencial mais rico do mundo, possui uma combinação única de Ômega 3, 6 e 9, sendo um poderoso antioxidante com um nível elevado de proteínas e vitaminas, que penetram profundamente na fibra capilar para ma reestruturação intensiva dos fios e redução do volume, proporcionando cabelos reestruturados, nutridos e sem frizz.

Fórmula exclusivo e de absorção instantânea, que não deixa os fios pesados e oleosos.

Contém silicone termoativado que protege os fios do calor do secador ou chapinha.

Modo de uso: Finalizador – Para um visual mais luminoso e sem frizz, aplique uma pequena quantidade do produto na palma das mãos e espalhe uniformemente do comprimento às pontas dos fios. Não enxágue. Pode ser aplicado nos cabelos secos ou úmidos. Deixe secar naturalmente ou, se preferir, finalize com o secador ou chapinha.

Tratamento intensivo – Para potencializar a ação do Creme de Tratamento Power Oils de sua preferência, adicione ao produto algumas gotas do Óleo de Tratamento Capilar. Misture bem e aplique nos cabelos úmidos. Deixe agir por 3 minutos e em seguida enxague bem.

Leave-in – Para dar brilho e prevenir as pontas duplas, aplique uma pequena quantidade do produto na palma das mãos e espalhe uniformemente do comprimento às pontas dos fios. Não enxágue.

Precauções: Manter em local fresco, ao abrigo da luz intensa e fora do alcance de crianças. Não ingerir. Em caso de contato com os olhos, enxague imediatamente com água em abundância. Havendo irritação, suspenda o uso e procure orientação médica.

Composição: Cyclopentaxiloxane, Dimethiconol, Plukenetia Volubilis Seed Oil, Olus Oil, Isopropyl Palmitate, CI 47000, Parfum, Amodimethicone, CI 26100, Ethylhexyl Methoxycinnamate, Linalool, Butylphenyl Methylpropional, Hydroxycitronellal, Coumarin, Citronellol and Geraniol.

Não contém parafina. Não contém parabenos.

O teste: Testei o produto como finalizador e leave-in (o que, na prática, é praticamente a mesma coisa), usando sobre os cabelos secos e também sobre os cabelos úmidos. Como recebi a máscara capilar da mesma linha e marca na GlossyBox de Outubro, ainda quero utilizá-la como tratamento intensivo. Quando o fizer, atualizarei o post.

Avaliação

Textura, aplicação e rendimento: 4 (Bons)

Óleo de densidade média, espalha com suavidade sobre os cabelos, sem pesar nos fios. A aplicação com os cabelos úmidos é mais fácil, mas nos cabelos secos também é agradável.

Rende muito pois apenas um pouco do produto já traz resultados.

Cheiro: 3 (Regular)

Para mim, o cheiro lembra chá preto adoçado com mel. É um cheiro bem intenso, com fundo adocicado.

Achei forte e um pouco enjoativo. Não é ruim, mas também não se enquadra no que eu poderia dizer “gostei”. Assim, deixo na média.

Fixa por algumas horas nos cabelos e fica mais intenso se for aplicados nos cabelos secos. Se aplicado nos cabelos úmidos, o cheiro perde a intensidade conforme os fios secam.

Resultados: 4 (Bons)

Os cabelos ficaram muito macios, principal resultado que consegui nos meus cabelos com a aplicação do produto, e sem frizz, porém, não notei diferença no brilho nem na luminosidade da coloração.

São bons resultados, mas nada extraordinário.

Prefiro a aplicação com os cabelos úmidos, pois como fica mais fácil de espalhar sobre os fios, o resultado é mais uniforme.

Embalagem: 2 (Ruim)

Frasco plástico com tampa flip-top. Seria uma embalagem razoável se a tampa não fosse tão difícil de abrir. Para abrir com a polpa do dedo, machuca, com a ponta da unha, corre-se o risco de quebrar as unhas…

Usei uma embalagem vazia de outro produto, com válvula pump, para acondicionar o produto e facilitar na hora do uso.

Preço: 4 (entre R$ 15,01 e R$ 40,00)

O preço médio do produto é de R$ 23,00* e ele pode ser encontrado em perfumarias e lojas de cosméticos.

Infelizmente, a Nazca nunca respondeu os vários contatos que já tentei com eles a respeito dos produtos, para tirar dúvidas sobre indicações de lugares onde comprar para repassar para vocês. Não foi a primeira vez que tentei contato com eles para conseguir esse tipo de informação e, ou o formulário de contato do site deles não funciona, ou eles simplesmente ignoram as mensagens que recebem, o que é uma pena.

Recapitulando…

Textura, aplicação e rendimento: ****
Cheiro: ***
Resultados: ****
Embalagem: **
Preço: ****

Média: 3,4

Avaliação Geral: estrela35

Quem já usou este ou outro produto da linha Power Professional Oils da Nazca? Contem o que acharam, nos comentários!

Beijocas e até o próximo post.

_________________

(*) Média de preços pesquisada na data deste post. Pode sofrer alterações.

Entradas Mais Antigas Anteriores Próxima Entradas mais recentes

%d blogueiros gostam disto: