Testei: Redness Solutions Daily Relief Cream (Clinique)

Oi, tudo bem?

Como vocês sabem, eu evito fazer resenhas de produtos caros porque eu mesma não tenho o hábito de comprá-los. Não é uma regra, eu uso e gosto bastante de alguns cosméticos com preço salgadinho mas são excessões que confirmam a regra.

Quando se trata de produtos para o cuidado facial, no entanto, fica um pouco difícil, para mim, fugir dos produtos mais caros porque minha pele é superssensível, extrasseca e reativa e os produtos desenvolvidos para esse tipo de pele quase sempre têm o preço mais elevado.

É o caso do produto da resenha de hoje, que é um creme hidratante antivermelhidão, da Clinique.

Vamos conferir? 🙂

Redness Solutions Daily Relief Cream

Marca: Clinique

Fabricante: Clinique Laboratories (fabricado no Reino Unido)

Descrição: creme diário anti-vermelhidão

Conteúdo: 1.7 oz / 50ml

O que promete:
Hidratante em creme oil free e super suave que instantaneamente acalma peles com vermelhidão persistente ou mesmo peles com rosácea. Alivia a vermelhidão visível. Suaviza para aliviar o desconforto. Ao longo do tempo, melhora o conforto da pele e diminui a aparência de vasinhos. Apropriado para peles com rosácea.

Modo de usar:
Aplicar no rosto duas vezes ao dia, evitando-se a área dos olhos.

Precauções:
Somente para uso externo. Evitar a área dos olhos. Evitar calor excessivo. Manter embalagem bem fechada e fora do alcance de crianças.

Composição: Aqua, Cyclopentasiloxane, Butyrospermum Parkii, Cetearyl Alcohol, Hydrogenated Polyisobutene, Butylene Glycol, Glycerin, Sucrose, Isostearyl Palmitate, PEG-100 Stearate, Camellia Sinensis Leaf Extract, Polygonum Cuspidatum Root Extract, Cetearyl Glucoside, Aspalathus Linearis Leaf Extract, Saccharomyces Lysate Extract, Methyl Glucose Sesquistearate, Faex Extract, Algae Extract, Caffein, Sodium Lauroyl Oat Amino Acids, Hydrogenated Lecithin, Polyethylene, Glyceryl Stearate, Salicylic Acid, Cholesterol, Linoleic Acid, Acetyl Carnitine HCL, Glycine, Inulin, Tromethamine, Decarboxy Carnosine HCL, Phytosphingosine, Glycosaminoglycans, Cetyl Alcohol,  Tocopheryl Acetate, Bisabolol, Squalane, HDI/ Trimethylol Hexyllactone Crosspolymer, Behenyl Alcohol, Carbomer, Silica, Disodium EDTA, Potassium Sorbate, Phenoxyethanol, CI 42090, CI 19140, CI 77289, CI 77891, Mica (CI 77019).

O teste: Aplico no rosto uma vez ao dia, intercalando com o meu outro queridinho, o Antirougeurs Fort, da Avène.

Avaliação

Textura, Aplicação e Rendimento: 5 (Ótimos)

É um creme verdinho, denso (quase uma manteiga hidratante) e muito cremoso.

O rendimento é excelente, mesmo para mim, que tenho a pele extrasseca e acabo aplicando um pouco mais de produto.

É rapidamente absorvido, deixando a pele macia, sedosa e  hidratada, instantaneamente, sem deixar oleosa, pegajosa ou brilhando.

Cheiro: 5 (Ótimo)

Não contém perfume (excelente para quem tem pele sensível, como eu, e ainda melhor para quem tem rosácea).

Mesmo assim, tem um cheirinho gostoso, suave e delicado que fica imperceptível após aplicado.

Resultados: 5 (Ótimos)

É um produto incrível para peles com tendência à vermelhidão (geralmente, pele sensível e/ou com rosácea) e os benefícios só aumentam se sua pele for seca ou extrasseca. Já na primeira aplicação, traz um alívio incrível e mediato para a irritação e repuxamento provocados pelo ressecamento da pele.

Ele também pode ser usado por quem tem pele mista, normal ou oleosa, basta dosar bem o produto, sem exagerar na aplicação.

Se usado com frequência, os episódios de irritação da pele serão cada vez mais espaçados.

Embalagem: 2 (Ruim)

É um pote de vidro fosco, com tampa de rosca prateada.

A embalagem é linda mas não é prática, além de ser pesado, corre-se o risco do pote quebrar, se cair acidentalmente.

O protetor plástico que fica sob a tampa, por vezes fica tão agarrado ao vidro que chega a ser difícil retirar.

O pote também não facilita a aplicação, já que você precisa usar uma espátula (que não acompanha o produto) ou colocar os dedos diretamente no produto, podendo contaminá-lo e fazer com que acabe estragando mais rápido.

Além desses detalhes, algumas das informações sobre o produto, como composição e modo de uso, estão apenas na caixinha, que geralmente jogamos fora.

Preço: 1 (mais de R$ 90,00)

O preço sugerido é de R$ 279,00*.

Até pouco tempo atrás, era possível encontrar um pouco mais barato em algumas lojas virtuais mas pelo que pude perceber recentemente, a Clinique meio que ‘tabelou’ o preço e agora todas as lojas cobram o mesmo.

Facilidade de encontrar: 3 (Relativamente fácil de encontrar)

É possível encontrar os produtos da marca em grandes perfumarias e lojas de cosméticos mas é mais fácil comprar em lojas virtuais, na minha opinião.

Você encontra na Sephora e na Época Cosméticos, pelo preço ‘tabelado’ de R$ 279,00*.

Segurança da composição: 3,5 (Risco Moderado)

(O que é isso?)

Composição: Aqua, Cyclopentasiloxane, Butyrospermum Parkii, Cetearyl Alcohol, Hydrogenated Polyisobutene, Butylene Glycol, Glycerin, Sucrose, Isostearyl Palmitate, PEG-100 Stearate, Camellia Sinensis Leaf Extract, Polygonum Cuspidatum Root Extract, Cetearyl Glucoside, Aspalathus Linearis Leaf Extract, Saccharomyces Lysate Extract, Methyl Glucose Sesquistearate, Faex Extract, Algae Extract, Caffein, Sodium Lauroyl Oat Amino Acids, Hydrogenated Lecithin, Polyethylene, Glyceryl Stearate, Salicylic Acid, Cholesterol, Linoleic Acid, Acetyl Carnitine HCL, Glycine, Inulin, Tromethamine, Decarboxy Carnosine HCL, Phytosphingosine, Glycosaminoglycans, Cetyl Alcohol,  Tocopheryl Acetate, Bisabolol, Squalane, HDI/ Trimethylol Hexyllactone Crosspolymer, Behenyl Alcohol, Carbomer, Silica, Disodium EDTA, Potassium Sorbate, Phenoxyethanol, CI 42090, CI 19140, CI 77289, CI 77891, Mica (CI 77019).

Score na EWG: 4clique aqui para conferir os níveis de cada um dos componentes.

Legenda indicativa do nível de toxicidade, segundo o Environmental Working Group:

  • Verde: de 1 a 2, risco baixo (classificação no EWG = nota do Blog: 1 = 5 / 2 = 4,5)
  • Laranja: de 3 a 6, risco moderado (classificação no EWG = nota do Blog: 3 = 4 / 4 = 3,5 / 5 = 3 / 6 = 2,5)
  • Vermelho: de 7 a 10, risco alto (classificação no EWG = nota do Blog: 7 = 2 / 8 = 1,5 / 9 = 1 / 10 = 0,5)

Componentes não indicados para pessoas com rosácea e/ou pele sensível:

  • Não há componentes prejudiciais para esses casos.

Recapitulando…

Textura, aplicação e rendimento: 5 x 2 = 10
Cheiro: 5 x 2 = 10
Resultados: 5 x 3 = 15
Embalagem: 2 x 0,5 = 1
Preço: 1 x 1 = 1
Facilidade de encontrar: 3 x 0,5 = 1,5
Segurança da composição: 3,5 x 1 = 3,5

Média: 4,2

Avaliação Geral: 

Considerações finais:

Apesar do preço salgado e de eu não achar a embalagem das mais práticas, já faz algum tempo que ele está na minha lista de Produtos ♥. Ter pele sensível e extrasseca no nosso país é uma raridade e encontrar produtos que atendam às necessidades desse tipo de pele é ainda mais difícil.

Assim, custa uma fortuna? Custa, mas vale cada centavo. No inverno, principalmente é minha salvação. Além disso, eu adoro aplicar antes da maquiagem porque ele hidrata muito bem e muito rápido, evitando que as áreas mais ressecadas acabem criando acúmulo de produto (como base e corretivo) e deixando um aspecto feio.

E vocês, já conheciam esse produto da Clinique? Contem para a gente nos comentários. 🙂

Beijocas e até o próximo post.

Fabi.


(*) Preços pesquisados na data deste post. Podem sofrer alterações.

 

6 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Mariana
    ago 24, 2017 @ 19:38:24

    Olá. Eu não entendi, como que um produto para pele sensivel tem Alcool na sua composição? Teoricamente não devia ter alcool na composicao. Qual sua opinião? Obrigada.

    Responder

    • Necessaire de Mulher
      ago 24, 2017 @ 19:44:01

      Olá, Mariana, tudo bem? O Cetearyl Alcohol, o Cetyl Alcohol e o Behenyl Alcohol não são a mesma coisa que o álcool comum, e sim um tipo de gordura (extraído do aquecimento do óleo de coco, de outro tipo de gordura animal e/ou vegetal). O álcool a ser evitado por quem tem pele sensível e rosácea é o álcool comum, que aparece nas formulações como: álcool etílico, SH alcohol, ethyl alcohol, isopropyl alcohol e denatured alcohol ou alcohol denat. A formulação desse produto não tem qualquer componente prejudicial à pele sensível ou à pele com rosácea.
      Saiba mais sobre os componentes prejudiciais para este tipo de pele acessando este post: https://necessairedemulher.wordpress.com/2013/12/19/pele-sensivel-rosacea-dermatite-saiba-o-que-evitar-nesses-casos/
      Beijocas.
      Fabi.

      Responder

  2. Esther
    jan 31, 2019 @ 10:37:16

    Olá, vi que o gel de limpeza dessa mesma linha está na sua linha de produtos ❤ Eu o comprei recentemente. Achei a textura estranha, pois antes usada uma espuma de limpeza da Clinique. Você consideram que o gel de limpeza susbtitui um sabonete? ou é mais um demaquilante, por assim dizer? Por ex, ao acordar de manha vc passaria apenas o gel, removeria e pronto? Alias, eles recomendam remover o produto com água morna ou um lenço, achei estranho indicar água morna para quem tem rosácea, como é meu caso (água fria é melhor). Obrigada

    Responder

    • Necessaire de Mulher
      jan 31, 2019 @ 10:53:00

      Oi, Esther, tudo bem? Nenhum produto que faz espuma é indicado pra quem tem rosácea. Por isso, se você tem esse problema e quer cuidar melhor da pele do seu rosto, recomendo abolir o uso de produtos que fazem espuma. Nenhum dos produtos de limpeza para pele sensível da Clinique fazem espuma, o que significa que são livres de Sodium Lauryl/Laureth Sulfate, duas substâncias não recomendadas para quem tem pele sensível ou rosácea. Ele é um produto para limpeza desse tipo de pele, não é um demaquilante. Por isso, pode e deve ser usado exatamente como descrito na embalagem. O uso de água morna (para fria) pode ser usado para limpeza da pele com rosácea, o que não se pode usar é água quente. Para demaquilar, o recomendado pela Clinique são os Facial Soap Tube (3 opções para cada tipo de pele – mista a seca, oleosa e muito seca).
      Eu uso o Facial Soap Tube à noite (já que uso protetor solar com cor durante o dia), e o Redness Solutions pela manhã. Em ambos os casos, eu prefiro enxaguar do que apenas remover o produto com um lenço ou algodão.
      Espero ter ajudado.
      Beijocas.
      Fabi.

      Responder

  3. Marina Alexandra
    set 08, 2019 @ 12:38:28

    Boa tarde,
    Ácido salícilico não é agressivo para a rosácea? Tenho ideia de que é um esfoliante químico…
    Obrigada

    Responder

    • Necessaire de Mulher
      set 08, 2019 @ 13:01:05

      Oi, Marina, tudo bem? O ácido salicilico é agressivo em grande concentração. Em doses pequenas, como no caso desse produto, pode ajudar na cicatrização das pústulas. Claro que isso varia de pessoa para pessoa e por isso é sempre bom fazer um teste e suspender o uso e consultar um dermatologista em caso de piora do quadro. Espero ter ajudado.
      Beijocas.
      Fabi.

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: