Testei: Shampoo, Condicionador e Leave-in Repair Rescue (Bonacure)

Oi, pessoal, tudo  bem?

A resenha de hoje é de um trio de shampoo, condicionador e leave-in indicados para cabelos danificados, da linha Bonacure, fabricada pela marca alemã Schwarzkopf.

Quem quiser saber mais sobre os produtos, é só continuar a leitura do post. 🙂

Repair Rescue Shampoo

Marca: Bonacure

Fabricante: Hans Schwarzkopf & Henkel GmbH (fabricado na Alemanha)

Descrição: shampoo para cabelos danificados

Conteúdo: 250ml

O que promete: Repair Rescue Shampoo Reestruturante limpa e devolve elasticidade e força ao cabelo danificado. BC hairtherapy com Cura+ Protein Complex – proteínas reparadoras – reforça significativamente a estrutura capilar. A tecnologia Amino Cell Rebuild recupera a elasticidade natural do cabelo, fortalecendo a estrutura desde o interior das células capilares. Para um cabelos forte e flexível, com um brilho saudável.

Modo de uso: Massageie sobre o cabelo úmido e enxágue abundantemente com água.

Advertências: Uso externo. manter fora do alcance de crianças. Conservar em temperatura ambiente.

Precauções: Evitar contato com os olhos. Caso isso ocorra, enxágue abundantemente com água. Não ingerir. Em caso de ingestão, procure ajuda médica. Em caso de dúvidas, ligue para o nosso SAC.

Composição: Aqua, Sodium Laureth Sulfate, Disodium Cocoamphodi Acetate, Sodium Chloride, PEG-7 Glyceryl Cocoate, Parfum, Citric Acid, PEG-12 Dimethicone, Polyquaternium-10, Sodium Benzoate, Styrene/ Acrylates Copolymer, Laureth-2, Hydrogenated Castor Oil, Alicylic Acid, Propylene Glycol, Panthenol, Hydroxypropyltrimonium Hydrolyzed Wheat Protein, PEG-55 Propylene Glycol Oleate, PEG-14M, Hydrolyzed Vegetable ProteinPg-Propyl Silanetriol, Benzyl Salicylate, Hydrolyzed Keratin.

O teste: Apliquei normalmente como qualquer outro shampoo.

Avaliação

Textura, aplicação e rendimento: 4 (Bons)

É um shampoo clarinho, levemente perolado e muito leve.

A espuma é suave e abundante, fazendo com que o shampoo renda muito bem.

A aplicação é gostosa e os fios não embaraçam.

Cheiro: 4 (Bom)

O perfume é frutado, levemente adocicado e permanece nos fios por alguns dias.

Resultados: 4 (Bons)

Limpa suavemente, sem ressecar e hidrata bem os fios, sem deixá-los pesados.

Depois de seco, o cabelo fica macio e perfumado. Além disso, o shampoo trouxe bons resultados anti-frizz, problema que eu enfrento constantemente com o meu cabelo, mesmo sendo curtíssimo.

No entanto, ele intensifica a textura natural dos cabelos, o que pode não agradar a todos. Explicando melhor, meus cabelos são ondulados, o que só fica evidente quando meus cabelos ganham um pouco mais de comprimento. Com os meus cabelos curtinhos, é muito difícil notar. Eu passei uns 3 meses sem cortar os cabelos e usei esse shampoo e notei que meus cabelos ficaram bem mais ondulados, diferente de outros shampoos hidratantes que eu já usei e que parecem dar uma “relaxada” nos fios. Então, se você tem fios ondulados ou cacheados e não gosta muito dessa textura, não recomendaria.

Embalagem: 4 (Boa)

Frasco grande, com tampa disc-top fácil de abrir e fechar. O formato regular do frasco facilita o armazenamento e o uso, mas da metade para o fim é necessário chocalhar o frasco para tirar o produto do frasco.

Inicialmente, pensei que o formato achatado da tampa facilitaria para deixar o produto de cabeça para baixo, porém, nessa posição, o shampoo vaza pela tampa.

Gosto do fato da embalagem do shampoo ser maior que a do condicionador, porque sempre gasto mais shampoo do que condicionador.

(Observação: os produtos da linha Bonacure estão mudando de embalagem. Então, ao procurar para comprar, você pode encontrar uma embalagem diferente da mostrada neste post).

Preço: 3 (entre R$ 40,01 e R$ 65,00)

O preço médio do produto é de R$ 55,00* para a embalagem de 250ml. Também há disponível a embalagem de 1 litro.

Facilidade de encontrar: 3 (Relativamente fácil de encontrar)

Pode ser encontrado em salões de cabeleireiro e grandes lojas de cosméticos.

Há uma grande variedade de lojas virtuais que vendem a marca, também. Para pesquisar preços em lojas virtuais, clique aqui.

Segurança da composição: 3 (Requer atenção)

Componentes sintéticos a evitar segundo Aubrey Hampton (bioquímico norte-americano):

  • Sodium Laureth Sulfate: Um detergente agressivo e barato utilizado pelas suas propriedades de limpeza e de produção de espuma. Normalmente derivado de petróleo, é frequentemente dissimulado com a frase “derivado de coco”. Causa irritação nos olhos, descamação do couro cabeludo (similar à caspa), irritações cutâneas e outras reações alérgicas.
  • PEG-7 Glyceryl Cocoate, PEG-12 Dimethicone, PEG-55 Propylene Glycol, PEG-14M: Idealmente é uma glicerina vegetal combinada com álcool de cereais, sendo ambos naturais. Porém, atualmente não passa de uma combinação de petroquímicos sintéticos utilizados como humidificantes. É conhecido como causador de reações alérgicas, urticária e eczemas. Quando vir PEG (polietileno glicol) ou PPG (polipropileno glicol) num rótulo, tenha cuidado, pois são produtos químicos sintéticos idênticos.
  • Parfum: As fragrâncias sintéticas utilizadas em produtos cosméticos podem ter cerca de 200 ingredientes. Não existe forma de saber quais são os produtos químicos que as compõem, porque nos rótulos só vêm descritas como “fragrâncias” ou “perfume”. Entre os problemas provocados por estes químicos estão dores de cabeça, tonturas, irritações, hiperpigmentação, tosse forte, vômitos, irritação cutânea – e a lista continua.

Componentes prejudiciais segundo o Environmental Working Group:

  • Sodium Laureth Sulfate: Em estudos clínicos, é causador de irritações na pele. Pode conter 1,4 dioxane, um potencial cancerígeno e perturbador do sistema hormonal.
  • PEG-7 Glyceryl Cocoate, PEG-12 Dimethicone, PEG-55 Propylene Glycol, PEG-14M: Componente irritante para a pele (comichão, queimadura, urticária, acne, alergias). É um solvente de fácil absorção, altera a estrutura da pele, permitindo que outros agentes e químicos penetrem mais profundamente, aumentando assim a quantidade que chega à corrente sanguínea.
  • Dimethicone: Derivado de silicone.
  • Propylene Glycol, PEG-55 Propylene Glycol: Componente irritante para a pele (comichão, queimadura, urticária, acne, alergias). É um solvente de fácil absorção, altera a estrutura da pele, permitindo que outros agentes e químicos penetrem mais profundamente, aumentando assim a quantidade que chega à corrente sanguínea.
  • Benzyl Salicylate: Fragrância química com uso restrito na União Européia. Conhecido tóxico do sistema imunitário e alérgeno para o consumidor.
  • Parfum: Dezenove por cento das crianças com eczema são sensíveis a fragrâncias. Vários outros estudos indicam que os constantes aumentos anuais no número de dermatites está ligado ao aumento do uso de fragrâncias químicas.
    Nota: Phthalates são alérgenos encontrados em certas fragrâncias químicas e esmaltes para unhas – o uso de alguns está restringido a certas quantidades na União Europeia.
  • Propylene Glycol: Componente irritante para a pele (comichão, queimadura, urticária, acne, alergias). É um solvente de fácil absorção, altera a estrutura da pele, permitindo que outros agentes e químicos penetrem mais profundamente, aumentando assim a quantidade que chega à corrente sanguínea.

Componentes não indicados para pessoas com rosácea e/ou pele sensível:

  • Sodium Laureth Sulfate.
  • Parfum: perfume.

Recapitulando…

Textura, aplicação e rendimento: 4 x 2 = 8
Cheiro: 4 x 2 = 8
Resultados: 4 x 3 = 12
Embalagem: 4 x 0,5 = 2
Preço: 3 x 1 = 3
Facilidade de encontrar: 3 x 0,5 = 1,5
Segurança da composição: 3 x 1 = 3

Média: 3,75

Repair Rescue Conditioner

Marca: Bonacure

Fabricante: Hans Schwarzkopf & Henkel GmbH (fabricado na Alemanha)

Descrição: condicionador reestruturante para cabelos danificados

Conteúdo: 200ml

O que promete: Repair Rescue Condicionador Reestruturante com a revolucionária tecnologia Biomimetic Repair – Tecnologia Biomimética Reparadora – desembaraça, suaviza e devolve força e elasticidade ao cabelo danificado. Recria biomimeticamente uma superfícia capilar saudável e recupera a condição do cabelo, logo após a primeira aplicação. BC Hairtherapy com Cura+ Protein Complex – proteínas reparadoras – reforça significativamente a estrutura capilar. A tecnologia Amino Cell Rebuild recupera a elasticidade natural do cabelo, fortalecendo a estrutura desde o interior das células capilares. Para um cabelo forte, suave  e flexível, com um brilho saudável.

Modo de uso: Aplique do meio para as pontas sobre o cabelo úmido e deixe agir durante 2 minutos. Enxágue abundantemente com água.

Advertências: Uso externo. manter fora do alcance de crianças. Conservar em temperatura ambiente.

Precauções: Evitar contato com os olhos. Caso isso ocorra, enxágue abundantemente com água. Não ingerir. Em caso de ingestão, procure ajuda médica. Em caso de dúvidas, ligue para o nosso SAC.

Composição: Aqua, Cetearyl Alcohol, Quaternium-87, Cocodimonium Hydroxpropyl Hydrolyzed Keratin, Hydrolyzed Keratin, Propylene Glycol, Isopropyl Myristate, Distearoylethyl Hydroxyethylmonium Methosulfate, Parfum, Citric Acid, Phenoxyethanol, Stearamidopropul Dimethylamine, Sodium Methylparaben, Polyquaternium-37, Propylene Glycol Dicaprylate/ Dicaprate, Panthenol, PPG-1 Trideceth-6, Benzyl Salicylate.

O teste: Apliquei normalmente nos cabelos, após o uso do Shampoo Repair Rescue.

Avaliação

Textura, aplicação e rendimento: 5 (Ótimos)

Leve como o shampoo, porém mais denso e muito cremoso.

A aplicação é deliciosa e o produto envolve todos os fios com suavidade.

Cheiro: 4 (Bom)

Um pouco mais adocicado que o shampoo, intensifica o perfume do primeiro e fixa mais ainda a fragrância nos fios.

Resultados: 4 (Bons)

Deixa os fios macios, sem pesar, colaborando na hidratação e no controle do frizz.

Não vi muita diferença no brilho dos cabelos, mas notei que a coloração ficou mais iluminada.

Embalagem: 4 (Boa)

A embalagem é praticamente igual à do shampoo, com a vantagem de ser menor (200ml), garantindo que não sobre um monte de condicionador quando o shampoo acaba, e que é possível deixá-la de cabeça para baixo quando o produto está acabando. Como o condicionador é mais denso que o shampoo, o produto não vaza.

(Observação: os produtos da linha Bonacure estão mudando de embalagem. Então, ao procurar para comprar, você pode encontrar uma embalagem diferente da mostrada neste post).

Preço: 2 (entre R$ 65,01 e R$ 90,00)

O preço médio é de R$ 70,00* para a embalagem de 200ml.

Cuidado ao comprar, pois encontrei lojas vendendo até por mais de R$ 100,00, o que é um absurdo para um produto que já é caro.

Facilidade de encontrar: 3 (Relativamente fácil de encontrar)

Assim como o shampoo, pode ser encontrado em salões de cabeleireiro e grandes lojas de cosméticos.

Há uma grande variedade de lojas virtuais que vendem a marca, também. Para pesquisar preços em lojas virtuais, clique aqui.

Segurança da composição: 3 (Requer atenção)

Componentes sintéticos a evitar segundo Aubrey Hampton (bioquímico norte-americano):

  • Parfum: As fragrâncias sintéticas utilizadas em produtos cosméticos podem ter cerca de 200 ingredientes. Não existe forma de saber quais são os produtos químicos que as compõem, porque nos rótulos só vêm descritas como “fragrâncias” ou “perfume”. Entre os problemas provocados por estes químicos estão dores de cabeça, tonturas, irritações, hiperpigmentação, tosse forte, vômitos, irritação cutânea – e a lista continua.
  • Sodium Methylparaben: Utilizados para inibir o crescimento microbiano e para prolongar a durabilidade dos produtos. Têm causado vários tipos de reacções alérgicas e irritações cutâneas. Estudos demonstraram que são ligeiramente estrogênicos e podem ser absorvidos pelo corpo através da pele. São largamente utilizados apesar de serem conhecidos como tóxicos.
  • PPG-1 Trideceth-6: Idealmente é uma glicerina vegetal combinada com álcool de cereais, sendo ambos naturais. Porém, atualmente não passa de uma combinação de petroquímicos sintéticos utilizados como humidificantes. É conhecido como causador de reações alérgicas, urticária e eczemas. Quando vir PEG (polietileno glicol) ou PPG (polipropileno glicol) num rótulo, tenha cuidado, pois são produtos químicos sintéticos idênticos.

Componentes prejudiciais segundo o Environmental Working Group:

  • Propylene Glycol, Propylene Glycol Dicaprylate/ Dicaprate: Componente irritante para a pele (comichão, queimadura, urticária, acne, alergias). É um solvente de fácil absorção, altera a estrutura da pele, permitindo que outros agentes e químicos penetrem mais profundamente, aumentando assim a quantidade que chega à corrente sanguínea.
  • Parfum: Dezenove por cento das crianças com eczema são sensíveis a fragrâncias. Vários outros estudos indicam que os constantes aumentos anuais no número de dermatites está ligado ao aumento do uso de fragrâncias químicas.
    Nota: Phthalates são alérgenos encontrados em certas fragrâncias químicas e esmaltes para unhas – o uso de alguns está restringido a certas quantidades na União Europeia.
  • Sodium Methylparaben: Para além de suspeitas de irritabilidade da pele, o uso de parabenos foi recentemente ligado ao câncer de mama, tendo sido encontrados vestígios desses conservantes em amostras de tumores.
  • PPG-1 Trideceth-6: Componente irritante para a pele (comichão, queimadura, urticária, acne, alergias). É um solvente de fácil absorção, altera a estrutura da pele, permitindo que outros agentes e químicos penetrem mais profundamente, aumentando assim a quantidade que chega à corrente sanguínea.
  • Benzyl Salicylate: Fragrância química com uso restrito na União Européia. Conhecido tóxico do sistema imunitário e alérgeno para o consumidor.

Componentes não indicados para pessoas com rosácea e/ou pele sensível:

  • Parfum: perfume.
  • Sodium Methylparaben: parabeno.

Recapitulando…

Textura, aplicação e rendimento: 5 x 2 = 10
Cheiro: 4 x 2 = 8
Resultados: 4 x 3 = 12
Embalagem: 4 x 0,5 = 2
Preço: 2 x 1 = 2
Facilidade de encontrar: 3 x 0,5 = 1,5
Segurança da composição: 3 x 1 = 3

Média: 3,85

Repair Rescue Sealed Ends

Marca: Bonacure

Fabricante: Hans Schwarzkopf & Henkel GmbH (fabricado na Alemanha)

Descrição: sérum para pontas danificadas

Conteúdo: 75ml

O que promete: Repair Rescue Sérum para Pontas Danificadas com a revolucionária tecnologia Biomimetic Repair – Tecnologia Biomimética Reparadora – repara as pontas duplas e previne o seu reaparecimento. Recria biomimeticamente uma superfície capilar saudável e recupera a condição do cabelo, logo após a primeira aplicação. BC Hairtherapy com Cura+ Protein Complex – proteínas reparadoras – e tecnologia Amino Cell Rebuild sela a cutícula e proporciona reparação desde o interior das células capilares. Para pontas suaves, com máxima flexibilidade e brilho.

Modo de uso: Aplique uma pequena quantidade nos meios e pontas do cabelo. Não enxágue.

Advertências: Uso externo. manter fora do alcance de crianças. Conservar em temperatura ambiente.

Precauções: Evitar contato com os olhos. Caso isso ocorra, enxágue abundantemente com água. Não ingerir. Em caso de ingestão, procure ajuda médica. Em caso de dúvidas, ligue para o nosso SAC.

Composição: Aqua, Cyclomethicone, Dimethiconol, Behenoyl PG-Trimonium Chloride, Laureth-4, Hydroxyethylcellulose, Cocodimonium Hydroxypropyl Hydrolyzed Keratin, Hydrolyzed Keratin, Parfum, Hexylene Glycol, Phenoxyethanol, Panthenol, Methylparaben, Benzyl Salicylate, Citric Acid, Linalool, Coumarin, Benzyl Alcohol, Alpha-Isomethyl Ionone, Geraniol.

O teste: Apliquei nos fios úmidos, após o uso do Shampoo Condicionador Repair Rescue e também usando isoladamente, sem ter usado o shampoo e o condicionador da mesma linha.

Avaliação

Textura, aplicação e rendimento: 4 (Bons)

É um creme branquinho supercremoso e relativamente denso.

Deve-se tomar cuidado durante a aplicação, pois apenas um pouquinho do produto é suficiente. Como é um creme denso, se usado em excesso acaba deixando os cabelos um pouco pesados, com uma aparência oleosa.

Acho um pouco mais fácil dosar a quantia adequada com os cabelos secos, pois com os cabelos úmidos ele vai deixando os fios cada vez mais macios, a gente acha uma delícia e continua aplicando… mas quando os fios secam, acabam ficando enrijecidos e pesados.

Cheiro: 4 (Bom)

Dos três produtos, é o que tem o perfume mais intenso e que fixa por mais tempo nos fios.

É muito gostoso, levemente adocicado, e fica mais presente quando o produto é aplicado nos cabelos secos.

Resultados: 4 (Bons)

Aqui há um pequeno impasse. O produto é indicado para pontas duplas, problema que eu não enfrento. Mesmo quando tinha os cabelos bem compridos, não tinha problema com pontas duplas. No entanto, eu usei o produto mesmo assim, pois ele é um creme reparador e, como dona de madeixas tingidas com coloração vermelha, reparação para os fios nunca é demais.

E eu adorei. Depois que cheguei na quantidade ideal para os meus cabelos, de forma que eles não ficassem pesados, pude notar que controlou o frizz, criou uma textura muito bonita no cabelo e iluminou a coloração, deixando a tonalidade mais vibrante e marcante.

Embalagem: 4 (Boa)

Bisnaga plástica com tampa flip-top voltada para baixo.

A tampa é muito fácil de abrir e fechar e o fato da embalagem ficar apoiada sobre a tampa faz com o produto esteja sempre próximo ao orifício, diminuindo a necessidade de chocalhar a embalagem para que o produto saia.

O corpo da bisnaga é bem molinho e é muito fácil dosar quanto produto você quer que saia.

Preço: 1 (mais de R$ 90,00)

O preço médio é de R$ 115,35*.

Antes que alguém me pergunte como eu tive coragem de pagar esse preço sem ter pontas duplas, aviso que não paguei. Quando comprei o shampoo e o condicionador a loja estava com uma promoção na qual o Sealed Ends vinha de brinde na compra dos dois.

Facilidade de encontrar: 3 (Relativamente fácil de encontrar)

Assim como o shampoo, pode ser encontrado em salões de cabeleireiro e grandes lojas de cosméticos.

Há uma grande variedade de lojas virtuais que vendem a marca, também. Para pesquisar preços em lojas virtuais, clique aqui.

Segurança da composição: 3 (Requer atenção)

Componentes sintéticos a evitar segundo Aubrey Hampton (bioquímico norte-americano):

  • Parfum: As fragrâncias sintéticas utilizadas em produtos cosméticos podem ter cerca de 200 ingredientes. Não existe forma de saber quais são os produtos químicos que as compõem, porque nos rótulos só vêm descritas como “fragrâncias” ou “perfume”. Entre os problemas provocados por estes químicos estão dores de cabeça, tonturas, irritações, hiperpigmentação, tosse forte, vômitos, irritação cutânea – e a lista continua.
  • Methylparaben: Utilizados para inibir o crescimento microbiano e para prolongar a durabilidade dos produtos. Têm causado vários tipos de reacções alérgicas e irritações cutâneas. Estudos demonstraram que são ligeiramente estrogênicos e podem ser absorvidos pelo corpo através da pele. São largamente utilizados apesar de serem conhecidos como tóxicos.

Componentes prejudiciais segundo o Environmental Working Group:

  • Cyclomethicone: Derivados de silicone.
  • Parfum: Dezenove por cento das crianças com eczema são sensíveis a fragrâncias. Vários outros estudos indicam que os constantes aumentos anuais no número de dermatites está ligado ao aumento do uso de fragrâncias químicas.
    Nota: Phthalates são alérgenos encontrados em certas fragrâncias químicas e esmaltes para unhas – o uso de alguns está restringido a certas quantidades na União Europeia.
  • Phenoxyethanol: É usado como conservante. Pode causar irritação na pele, olhos e pulmões.
  • Methylparaben: Para além de suspeitas de irritabilidade da pele, o uso de parabenos foi recentemente ligado ao câncer de mama, tendo sido encontrados vestígios desses conservantes em amostras de tumores.
  • Benzyl Salicylate: Fragrância química com uso restrito na União Européia. Conhecido tóxico do sistema imunitário e alérgeno para o consumidor.

Componentes não indicados para pessoas com rosácea e/ou pele sensível:

  • Parfum: perfume.
  • Methylparaben: parabeno.

Recapitulando…

Textura, aplicação e rendimento: 4 x 2 = 8
Cheiro: 4 x 2 = 8
Resultados: 4 x 3 = 12
Embalagem: 4 x 0,5 = 2
Preço: 1 x 1 = 1
Facilidade de encontrar: 3 x 0,5 = 1,5
Segurança da composição: 3 x 1 = 3

Média: 3,55

Avaliação Geral: estrela35

Média Final (shampoo + condicionador + leave-in): 3,7

Considerações Finais:

São produtos muito bons e funcionam muito bem em conjunto, inclusive sem o uso do leave-in. No entanto, são bem caros e a composição não é muito recomendada para quem tem pele ou couro cabeludo sensível.

Então, eu gostei bastante e acho que vale a pena investir se você tiver interesse em experimentar, um “dindin” extra, e não tiver a pele sensível.

E vocês, já usaram esses produtos da linha Bonacure? Contem para gente nos comentários!

Beijocas e até o próximo post.

Fabi.

__________

(*) Médias de preços pesquisadas na data deste post. Podem sofrer alterações.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: