Testei: Shampoo Ortomolecular (Charis Professional)

Oi, tudo bem?

No ano passado eu mostrei para vocês no Instagram do blog, vários produtos que eu ganhei da minha amiga Iraides, em uma troca de caixinhas entre amigas.

O produto da resenha de hoje é um dos produtos que ela enviou na caixinha e eu não conhecia.

Sempre tinha ouvido falar da marca Charis Professional, mas nunca havia usado algum produto.

Recebi da Ira o Shampoo Ortomolecular da linha Home Spa e o post de hoje é para falar sobre esse produto.

Vamos lá? 🙂

Shampoo Ortomolecular

Marca: Charis Professional

Fabricante: Di Fiorena Ind. Cosmética Ltda EPP

Descrição: shampoo para cabelos ressecados e desvitalizados

Conteúdo: 250ml

O que promete:

A supernutrição Ortomolecular Charis com Oligoelementos, Extrato de Quinoa, Aminoácidos, Algas Marinhas, Água de Coco e Vitamina E foi especialmente desenvolvida para cabelos muito ressecados que se encontram desvitalizados e quebradiços. Restaura a maciez e sedosidade, dos seus cabelos tornando-os muito mais saudáveis e protegidos o dia todo. Os oligoelementos utilizados cosmeticamente são uma associação balanceada de zinco, cobre manganês e magnésio,visando uma potencialização das atividades, sinergismo e equilíbrio das carências resultando em revitalização e ação anti-idade da fibra capilar promovendo uma supernutrição em toda a extensão dos fios. Fórmula suave não adstringente e delicadamente desembaraçante preserva a fragilidade dos fios. Não contém sal. Não contém corante. Parabenos free. 

Modo de usar:

Lave ligeiramente a primeira vez a fim de remover os resíduos que se opõem à formação total da espuma. Enxágue e aplique novamente o produto massageando até que se forme uma espuma rica e abundante. Distribua essa espuma sobre os fios até alcançar as pontas. Enxágue bem. Para obter melhor resultado, aplique o condicionador ortomolecular Charis.

Precauções:

Não aplicar sobre a pele irritada ou ferida. Não aplicar em mucosas. Em caso de irritação, suspenda o uso e procure orientação médica. Uso não recomendável para pessoas sensíveis a qualquer componentes da formulação.

Composição: Aqua, Guar Hydroxypropyltrimonium Chloride, Aqua/ Hypnea Musciformis Extract/ Gellidiela Acerosa Extract/ Cocos Nucifera (Coconut) Extract, Sodium PCA/ Sodium Lactate/ Arginine/ Aspartic Acid/ PCA/ Glycine/ Alanine/ Serine/ Valine/ Proline/ Threonine/ Isoleucine/ Histidine/ Phenylalanine/ Water, Copper Acetylmethionate/ Zinic Acetylmethionate/ Manganese Acetylmethionate/ Magnesium Acetylmethionate, Chenopodium Quinoa Seed Extract, Disodium EDTA, Citric Acid, Polyquaternium-7, Cocamide DEA, Palmitamidopropyltrimonium Chloride, Behentrimonium Chloride, PEG-75 Lanolin, Methylchloroisothiazolinone, Methylisothiazolinone, Parfum, Menthol, Cinnamidopropyltrimonium Chloride, Tocopheryl Acetate, Sodium Laureth Sulfate, Cocamidopropyl Betaine, Benzophenone-4, Triethanolamine.

O teste: Usei normalmente como indicado na embalagem e como qualquer outro shampoo, aplicando duas vezes nos cabelos e massageando até os fios estarem limpos.

Avaliação

Textura, aplicação e rendimento: 5 (Ótimos)

Com textura entre creme e gel, é levemente translúcido e bem gostoso de aplicar.

Faz espuma densa e suficiente para uma boa limpeza dos fios, garantindo um rendimento muito bom.

Cheiro: 3 (Regular)

O perfume não é ruim, mas na minha opinião também não entra para a faixa de perfumes bons, então prefiro deixar na avaliação mediana.

O cheiro lembra o de algum produto que alguém muito próximo a mim usava, na minha infância, e eu achava enjoativo.

Por sorte, ele fixa levemente nos cabelos, e se você usar uma máscara ou condicionador bem perfumados ou mesmo se tiver o hábito de usar um produto leave-in (sem enxágue), vai sentir o cheiro muito levemente.

Resultados: 2 (Ruins)

A limpeza que ele proporciona é suave, nos fios e no couro cabeludo, e após o enxágue dá para notar que os cabelos estão limpos, mas também revitalizados. Vale lembrar que meus cabelos são secos, o shampoo é destinado para cabelos secos, e eu acho que a sensação de limpeza não será suficiente para as donas de madeixas oleosas.

Ele não deixa os fios embaraçados e nem pesados.

Porém, não senti o cabelo mais hidratado e o shampoo deixou os fios com o frizz habitual do meu cabelo.

Além disso, com o uso constante (eu lavo os cabelos dia sim, dia não), ele acabou criando descamação do couro cabeludo e meu cabelo ficou cheio de pele morta, como caspa, coisa que eu não tinha há 20 anos, pelo menos.

Ele também não é ideal para quem usa tintura, principalmente se for uma cor problemática, que já desbota com mais facilidade, como os tons vermelhos. Achei que desbotou muito a tintura do meu cabelo. Com menos de duas semanas de uso já estava parecendo que fazia um mês que eu tinha tingido os cabelos.

Embalagem: 5 (Ótima)

Frasco plástico com tampa disc-top de fácil abertura e fechamento, mesmo com as mãos molhadas ou ensaboadas.

O plástico do corpo da embalagem não é muito duro e assim, não é preciso apertar com muita força para o produto sair da embalagem.

As informações sobre o produto estão claras e bem detalhadas na embalagem.

Preço: 4 (entre R$ 15,01 e R$ 40,00)

O preço médio do produto é de R$ 30,38* e você pode encontrá-lo em perfumarias, salões de beleza e também em lojas virtuais.

Para pesquisar preços em lojas virtuais, clique aqui.

Facilidade de encontrar: 3 (Relativamente fácil de encontrar)

É relativamente fácil encontrar os produtos da marca. Nas capitais, muitos salões e perfumarias revendem a marca. Online, há pelo menos 10 lojas virtuais que trabalham com a Charis.

Para pesquisar, clique no link do quesito Preço, acima.

Composição: 3 (Requer atenção)

Componentes sintéticos a evitar segundo Aubrey Hampton (bioquímico norte-americano):

  • Sodium Laureth SulfateUm detergente agressivo e barato utilizado em champôs pelas suas propriedades de limpeza e de produção de espuma. Normalmente derivado de petróleo, é frequentemente dissimulado com a frase “provém de cocos”. Causa irritação nos olhos, descamação do couro cabeludo (similar à caspa), irritações cutâneas e outras reacções alérgicas.
  • Cocamidopropyl Betaine: Sujeito a restrições no uso. Conhecido tóxico do sistema imunitário. Pode conter impurezas prejudiciais, nomeadamente Nitrosaminas, ligadas ao cancro. Pode também causar sensibilização no contacto directo com a pele, com reacções alérgicas ao nível da pele e pulmões.

Componentes prejudiciais segundo o Environmental Working Group:

  • Cocamide DEA: Alkyloamid. Classificado como tóxico por alguns governos; irritante para a pele (comichão, queimadura, urticária etc), combinado com conservantes que contém formaldehyde (formol) torna-se cancerígeno; se misturado com agentes nitrosantes na pele ou no corpo após a absorção, pode formar compostos cancerígenos;  perigoso para o ambiente (contaminação de água, ar e solos).
  • Sodium Laureth Sulfate: É usado em diversos estudos clínicos como um irritante da pele. Podem conter 1,4 dioxane, um potencial carcinogênico e perturbador do sistema hormonal.

Componentes não indicados para pessoas com rosácea e/ou pele sensível:

  • Cocamide DEA;
  • Sodium Laureth Sulfate;
  • Cocamidopropyl Betaine;
  • Benzophenone-4.

Como eu mencionei nos Resultados, o produto causou descamação do couro cabeludo com o uso contínuo.

Recapitulando…

Textura, aplicação e rendimento: 5 x 2 = 10
Cheiro: 3 x 2 = 6
Resultados: 2 x 3 = 6
Embalagem: 5 x 0,5 = 2,5
Preço: 4 x 1 = 4
Facilidade de encontrar: 3 x 0,5 = 1,5
Composição: 3 x 1 = 3

Média: 3,3

Avaliação Geral: estrela35

Quem mais por aí já usou esse produto? Contem para gente como foi a experiência, nos comentários. 🙂

Beijocas e até o próximo post.

_________________

(*) Média de preços pesquisada na data deste post. Pode sofrer alterações.

Anúncios

2 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Amy
    dez 17, 2014 @ 21:23:45

    Oi, tudo bem?

    Bem, acho que seu cabelo ficou com frizz pq você tem que usar a linha completa para dar resultado. Quando eu passo só o shampoo, meu cabelo fica medonho (haha), mas com o condicionador, fica lindo. O pH do condicionador é de 3,5, e em minha opinião sela bem as cutículas do fio.
    Tenho meio que medo de usar apenas um produto de uma linha; normalmente uso o shampoo e o condicionador, para ter um resultado legal (ou não haha).

    Adorei sua resenha. Beijos 🙂

    Responder

    • Necessaire de Mulher
      dez 19, 2014 @ 09:01:19

      Oi, Amy, tudo bem?
      A questão é a seguinte… se o condicionador resolvesse o problema do frizz, o mérito seria do condicionador, não do shampoo, concorda? 😉 E esta é a resenha apenas do shampoo. Eu já pude experimentar shampoos maravilhosos que, sozinhos, diminuíram ou resolveram a questão do frizz nos meus cabelos. Assim, sua teoria provavelmente está correta, mas o mérito continuaria não sendo do shampoo. 😛
      Eu também costumava usar sempre o shampoo e o condicionador da mesma linha, mas eu uso muito mais shampoo do que condicionador e cheguei a um estágio em que tinha mais de 6 condicionadores pela metade, sem seus respectivos shampoos. Com a quantidade de produtos para os cabelos para testar, fica inviável comprar mais um frasco de shampoo de cada uma das linhas. Primeiro, porque não necessariamente gostei tanto assim deles, segundo que cada resenha nova no blog acabaria demorando muito mais. Meus cabelos são bem curtinhos, um frasco de shampoo para mim dura meses e meses.
      Beijocas. 😉
      Fabi.

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: