A incansável guerra contra a balança

Oi, meninas, tudo bem?

Depois de ter feito uma série de coisinhas (ai, as preparações para tal festa na sexta-feira… risos) durante o dia de hoje, resolvi sentar aqui, enquanto o esmalte das unhas dos pés secam, para falar de um assunto que eu conheço bem e que a maior parte das mulheres ‘enfrenta’: a guerra contra os quilinhos extras na balança.

Quem me conhece há bastante tempo sabe que eu era gordinha. Eu não vou dizer quanto eu pesava (risos), acho que basta eu dizer que perdi 37kg. Sim, 37kg. Em onze meses, sem remédio, sem fome, sem cortes radicais, sem ganhar o peso novamente (já faz quatro anos que eu emagreci) e sem ter problemas de saúde. Única coisa que eu precisei foi força de vontade, e disso eu precisei muito mesmo.

No meu antigo trabalho, depois de ter emagrecido, o que mais eu ouvia era ‘Ai, Fabi, me passa a sua dieta… eu queria tanto perder uns 3kg’.

Desde já, é muito mais fácil uma pessoa acima do peso perder 30, 40kg, do que uma pessoa no peso ideal perder os 3kg que ‘incomodam’ no espelho. Mas, não é impossível.

E não, não é uma dieta ‘barata’. Infelizmente, todo produto mais saudável (light, diet, orgânico, integral…) é geralmente mais caro do que o mesmo produto, da mesma marca, mas na versão ‘original’.

Dezenas de vezes eu escrevi e-mails para as ‘meninas’ com as dicas que eu vou colocar agora para vocês. Vamos a elas…

  1. Obrigue-se a fazer de cinco a seis refeições diárias. Se você comer duas ou três vezes ao dia, as longas pausas entre as refeições farão com que seu organismo desacelere o metabolismo, no intuito de economizar energia para suprir a ‘escassez’ de alimento. Faça as seguintes refeições: café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar (essas obrigatoriamente)  e ceia (sendo que a ceia deve ser uma refeição realmente leve, é mais um pequeno lanche, caso você jante cedo e vá se deitar mais tarde). Dê uma pausa de duas a três horas entre as refeições.
  2. Troque todo e qualquer alimento refinado por alimentos integrais. Troque o pão francês por pão integral, arroz branco por arroz integral, macarrão comum por macarrão integral, biscoitos comuns por biscoitos integrais, bolinhos comuns por bolos integrais. Se você gosta de fazer pães em casa, passe a comprar farinha integral.
  3. Evite ao máximo o consumo de açúcar. Troque por adoçante, de preferência os adoçantes à base de sucralose (como o Linea e o Splenda).
  4. Evite o consumo diário de carne vermelha. Prefira frango (de preferência o peito ou, caso seja outra parte, retire a pele), ou peixes (atum e salmão são os peixes mais recomendados por uma série de benefícios contidos nas carnes dessas espécies).
  5. Vasculhe o supermercado em busca de lanches saudáveis. Os lanches são os produtos que você vai consumir entre uma refeição e outra, a fim de evitar que você chegue no horário do almoço ou do jantar, por exemplo, faminta. (Vou dar uma lista de lanchinhos rápidos que você pode comprar no supermercado e levar para qualquer lugar no final do post).
  6. Fique atenta à tabela nutricional de todos os alimentos que comprar. Nem todo alimento que se diz light ou diet é 100% saudável. Alguns têm a redução calórica, mas ainda contém doses elevadas de sódio e até mesmo a temida Gordura Trans.
  7. Evite ao máximo o consumo de gordura (frituras, carnes gordas, até mesmo o leite… prefira o desnatado). Dica: o leite desnatado tende a estragar rapidamente. Se você não tiver o costume de consumi-lo todos os dias, prefira comprar uma latinha de leite em pó desnatado (tipo Molico). Assim você vai poder consumir sempre que quiser.
  8. Estabeleça horários para comer e siga-os. Por mais corrida que seja sua vida pessoal ou profissional, trate de arrumar uma ‘agenda’ para se alimentar. Procure tomar café, fazer um lanche, almoçar, fazer outro lanche, jantar e talvez ceiar sempre no mesmo horário, ou em horários aproximados. Isso vai criar uma rotina e fará com que seu organismo passe a funcionar melhor.
  9. Procure fazer exercícios físicos. Se eu disser que fiz, que malhei horrores, estarei mentindo. Sou muito preguiçosa com exercício. Adoro uma academia, se eu não tiver mais nada para fazer. Como estava trabalhando quando fiz minha dieta, chegar do trabalho e ir malhar estava fora de cogitação. Antes de ir idem, eu saía de casa às 5h20, nenhuma academia estava aberta a esta hora ou antes disso, o que seria necessário se fosse o caso. Mas, ficar totalmente sedentária não vai ajudar muito.
  10. Corte as bebidas alcoólicas do cardápio. Não é reduza, é corte. Durante o processo de emagrecimento, corte. Depois que você atingir o seu peso, poderá voltar a beber com os amigos, desde que moderadamente. Uma ou duas vezes por semana. Álcool tem o que é chamado ‘caloria vazia’, não tem nutrientes e tudo o que entrar no seu organismo será automaticamente transformado em açúcar e depois em gordura para armazenamento de energia.
  11. Aumente o consumo de frutas, verduras e legumes.
  12. Beba bastante água. No mínimo 8 copos por dia, e de preferência gelada. O organismo gastará energia para diminuir a temperatura da água ingerida.
  13. Consuma alimentos com efeito calórico negativo. Alguns alimentos tem tão pouca caloria que o seu organismo gastará mais energia para digeri-los do que a carga calórica que eles carregam. Anote aí: aspargo, brócolis, cenoura, couve-flor, repolho, alface, cebola, espinafre, nabo, pepino, pimenta vermelha, abobrinha, chicória, salsão, e berinjela. Dentre as frutas, temos limão, goiaba, mamão, pêssego, melão, morango, tangerina, melancia, mexerica, cassis, framboesa, amora e ameixa. Algumas dietas radicais dizem para você consumir apenas esses alimentos durante o dia todo. Não faça isso. Use essa listinha com consciência e substitua um lanche do dia por uma porção de mini-cenouras cruas, por exemplo. Você vai se sentir satisfeita e de quebra não vai ter ingerido muitas calorias.
  14. Evite consumir carboidratos à noite. Há controvérsias entre os médicos sobre essa questão. Para algumas pessoas, é indiferente consumir carboidrato à noite. Para mim, e isso eu descobri no decorrer da dieta, qualquer carboidrato que eu ingerir após as 16h fará com que eu engorde, mesmo que eu tenha seguido a dieta durante todo o dia, e mesmo que seja uma simples batata cozida que eu comer depois desse horário. A balança acusará no dia seguinte. Parece loucura, mas já fiz esse teste várias vezes. Assim, teste você também. Se perceber que seu organismo é indiferente ao consumo de carboidratos à noite, então consuma normalmente. Isso acontece com outros alimentos também. Com o tempo, percebi que se quiser comer um doce, a melhor hora para fazê-lo é pela manhã, antes do almoço. Depois disso complica.
  15. Compre uma boa balança digital e ouça (isso é um conselho muito particular): pese-se todos os dias.

Os médicos dizem que você deve se pesar uma vez por semana. Não funciona e eu vou explicar porque.

Você começa a sua dieta na segunda-feira, super empolgada. Você foi até a farmácia no domingo e viu que estava pesando… sei lá… 80kg. Sua meta é pesar 60kg. Então na segunda você começa a sua dieta.

O primeiro dia é cruel, você (acha que) sente fome, fica um pouco ansiosa, mas enfrenta. Aí vem a terça e a quarta e você resiste bravamente. Na sua cabeça, você ainda tem 80kg, porque você não se pesa desde domingo.

Quando chega a quinta-feira, você já olha um doce e pensa ‘Ai, que delícia, só um não me vai fazer engordar’ e come. Na sexta vem aquele happy-hour com os amigos, você já está de saco cheio de ter se privado do que gostaria de comer desde o início da semana, e dá-lhe uma bebida alcoólica aqui, uma batatinha frita ali e lá se foram mais umas boas calorias para dentro.

No fim de semana, desanimada, você pensa ‘ah, eu já saí da dieta ontem e naquele docinho de quinta mesmo’ e chuta o balde geral. Depois, vai toda ‘pimpona’ se pesar no domingo e descobre que não perdeu nem 100g, ou pior, que engordou. E então, o que você faz? Desiste.

Por isso, repito: compre uma boa balança digital e pese-se todos os dias.

Há balanças espetaculares no mercado, que medem a porcentagem de músculo, água e gordura no seu organismo. Essas ajudam ainda mais, pois uma dieta errada pode fazer você perder peso porque está perdendo massa muscular, sendo que o correto é que você perca gordura. Assim, se seu peso diminuir mas for a sua massa muscular que estiver diminuindo, saberá que algo está errado.

Faça uma tabelinha com essas informações e anote seus progressos diariamente. Pese-se sempre no mesmo horário, de preferência em jejum, de 15 a 20 minutos após acordar e se levantar.

Eu garanto, ver pequenos progressos diários no seu peso (perder 100g, 200g num dia) lhe dará muito mais incentivo. Pense que, se perdeu 100g em um dia, se você se mantiver na dieta, estará 1kg mais magra em 10 dias… e continue! Logo no início, se você precisar perder bastante peso, verá que provavelmente conseguirá perder 1kg ou mais em uma semana. Nos meus três primeiros meses, eu cheguei a perder mais de 4kg por mês.

Os produtos listados abaixo são bem gostosos e diferenciados… acesse o link das empresas para conhecer… a barrinha de cereal Disco Pop, por exemplo, não é uma barra de cereal ‘comum’ como as que normalmente encontramos no mercado de várias marcas diferentes… os bolinhos da Suavipan têm sabores e versões diversas, as barras de fruta da Nutry não são barrinhas de cereal… e por aí vai. Todas as dicas tem variações de sabor, portanto, leva um tempo para ‘enjoar’.

Dicas para os lanches

Dicas para refeições diferentes

Os produtos Taeq são ótimos, no geral. Eu sou fã de carteirinha. Quando eu fiz a minha dieta, eles tinham refeições congeladas prontas, com arroz integral, acompanhamento e tudo mais… pizzas light deliciosas. Agora, não sei porque, tiraram de linha. Pode ser que voltem a fazer. Se for o caso, faço um update nesse post.

De ‘resto’ é o recomendado por qualquer médico. Consumir porções pequenas, mastigar bem as refeições, evitar ingerir líquido durante e logo após as refeições e tudo o que toda mulher que já passou por dieta está cansada de saber.

Achei legal fazer esse post por conta das sacadas que nem sempre os médicos contam e as quais eu fui ‘aprendendo’ no caminho.

Qualquer dúvida que vocês tiverem, meninas, perguntem… Eu sei que aos poucos vou lembrar de outras coisas que esqueci de colocar nesse post e vou acabar fazendo alguns updates nele. Então, se quiserem perguntar algo específico que não esteja aí, fiquem a vontade.

Vale lembrar, para deixar claro, que não sou médica nem nutricionista, mas aprendi um pouco sobre nutrição não só com a dieta, mas também por ter trabalhado com design de embalagem de alimentos, onde aprendemos a ler e entender as tabelas nutricionais dos produtos. O que eu souber responder para vocês, farei com todo o prazer.

Beijinhos.

Anúncios

8 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Nayara
    mar 21, 2011 @ 12:42:24

    Adorei o post, incentiva a quem tá querendo
    perder peso a lutar contra isso,parabéns!
    bjinhos

    Responder

    • Necessaire de Mulher
      mar 21, 2011 @ 12:47:28

      Olá, Nayara! É uma luta difícil, requer muita força de vontade, mas vale muito a pena. Quando lembro que usava manequim 54 me dá urticárias (hoje uso 42)… rs. O que mais me deixava desgostosa era não conseguir encontrar as roupas que gostava no meu tamanho. Hoje é uma delícia. Compro até roupa tamanho único e fica super bem (coisa que eu pensava que JAMAIS usaria). 🙂 Obrigada pela visita e pelo comentário! Espero te ver mais vezes por aqui. 🙂 Beijinhos.

      Responder

  2. zibiane
    jun 04, 2013 @ 22:08:12

    ai Fabi vendo isso ate me estuimula eu sempre consegui bem, mas ando numa preguiça que aff

    Responder

  3. cassia
    ago 28, 2013 @ 00:02:12

    ai bom ler este post hoje me senti muito desnimada em minha dieta sem forças de vontade mas a balança me motivou bastante confiante q ira ajudar

    Responder

  4. Tatiana
    maio 04, 2014 @ 21:13:58

    Adoreiiii o post!! Me animou muitissimo,obrigada!!

    Responder

  5. Livia
    maio 04, 2014 @ 21:36:13

    Adorei suas dicas vou tentar seguir !! Bjos.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: